quarta-feira, 8 de fevereiro de 2012

Mulher, o dia da angústia vai passar


Uma serva do Senhor aflita, traída e abandonada pelo marido, angustiada, sem nenhuma perspectiva, sem esperança, me escreveu uma carta. Resolvi publicá-la, sem a menção do nome da autora, e lhe dar uma resposta bíblica, a qual pode servir, também, para alguém que esteja passando pelo dia da angústia.

Pastor Ciro, a paz do Senhor. Estava lendo seu blog e percebi que o senhor é um homem de Deus. Tenho grande respeito e admiração pela Assembleia de Deus. Preciso muito de sua ajuda [...] venho passando por uma enorme tribulação há 5 anos, desde quando meu esposo começou a fazer faculdade, conheceu uma jovem e foi embora. Temos 3 filhos, um menino de 7 anos e 2 meninas de 5 anos (gêmeas). Ele me deixou em uma situação tão difícil, sozinha com três filhos pequenos, morando em uma casa que pertence à mãe dele.


Como se não fosse o suficiente, até o começo de 2011 quem nos sustentava era a mãe dele. Hoje, ele paga a pensão das crianças; eu não trabalho porque, ao conseguir um emprego, fui ameaçada pela mãe dele; se eu fosse trabalhar, ela não pagaria a pensão. E, como moro na casa que pertence a ela, achei melhor me calar para não comprometer o teto dos meus filhos. Não posso contar com meus pais e parentes; a única ajuda que vem deles é falar mal do meu ex-marido.


Não tenho nenhuma formação que me possibilite ter um bom emprego e poder sair daqui; não tenho com quem deixar meus filhos para poder estudar nem como pagar uma faculdade ou curso. Eu vivo humilhada e também revoltada. Meu ex-marido era membro da Igreja Presbiteriana Viva, batizado e trabalhava na igreja. Depois que adulterou, continuou frequentando a igreja com a amante, e eu me afastei, pois era humilhação demais. Hoje, eles frequentam a seita Universal do Reino de deus.


Reflito sobre a minha vida e a dele. Estou deprimida sem um caminho, sem uma porta para poder seguir em frente; já orei tanto, tanto; já me humilhei diante de Deus, mas parece que Ele não me vê nem me ouve. Em contrapartida, meu ex-marido e sua amante já se formaram, estão morando no Rio de Janeiro, vivendo uma vida de ‘recém felizes casados’, mesmo que ele até hoje não tenha se divorciado de mim.


Não tenho inveja da vida deles. Apenas questiono: ‘Deus não liga mais para pecados? Não se indigna com um homem desses?’ Eu nunca traí meu marido; ele não tinha o direito de me abandonar. E meus filhos, quantas coisas foram roubadas deles por causa disso? Pastor, me ajude; minha vida não tem mais sentido. Se não sirvo para ser amada pelo homem com quem me casei e tenho uma família; se Deus não ouve nem responde as minhas orações; se a minha vida parece que nunca vai ter um novo caminho, para que continuar vivendo desse jeito?


Minha resposta:


Prezada irmã, a paz do Senhor. Em primeiro lugar, peço-lhe que reflita sobre este versículo: “Se te mostrares frouxo no dia da angústia, a tua força será pequena” (Pv 24.10). Há três lições nessa passagem bíblica. Primeira: convença-se de que o crente fiel passa pelo dia da angústia. Ser cristão de verdade não significa viver em um mar de rosas. Deus nos livra da angústia, muitas vezes. Mas Ele também nos livra na angústia (Sl 18.6; 20.1; 46.1; 91.15).


A Bíblia não diz que o crente vive longe das dificuldades e do sofrimento. Pelo contrário, a Palavra de Deus mostra que no mundo temos aflições (Jo 16.33) e tribulações (At 14.22). Mas estas, além de nos serem benéficas, ainda nesta vida, posto que produzem paciência e experiência (Rm 5.1-5), não são para se comparar com a glória que em nós há de ser revelada (Rm 8.18). Ou seja, o melhor para nós não está nesta vida, e sim na eternidade (1 Co 15.19).


Sei que é difícil aceitarmos que a nossa salvação eterna é mais importante do que tudo o que temos, perdemos ou nunca tivemos nesta vida. Mas essa é a verdade. Aqui, embora tenhamos momentos de alegria, estamos seguindo os passos de Jesus (Lc 9.23; Sl 85.13). Para isso fomos chamados! Em 1 Pedro 2.20-22 está escrito: “Porque que glória é essa, se, pecando, sois esbofeteados e sofreis? Mas, se fazendo o bem, sois afligidos e o sofreis, isso é agradável a Deus. Porque para isto sois chamados, pois também Cristo padeceu por nós, deixando-nos o exemplo, para que sigais as suas pisadas, o qual não cometeu pecado, nem na sua boca se achou engano”.


Estamos em uma guerra (2 Tm 2.3-5; 4.7,8). Não se iluda. Não dê ouvidos aos falsos profetas, que só falam de prosperidade material. Isso é efêmero e passageiro. Enquanto o seu ex-marido está desfrutando dessa falsa felicidade, a irmã está chorando, decepcionada com a aparente vitória da injustiça. Entretanto, o Senhor Jesus afirmou: bem-aventurados os que choram, porque eles serão consolados. [...] bem-aventurados os que têm fome e sede de justiça, porque eles serão fartos” (Mt 5.4-6). O crente fiel, a despeito de ser provado e perseguido (Sl 11.5; 2 Tm 3.12), é bem-aventurado (Mt 5.11).


Mas a segunda lição de Provérbios 24.10 é esta: não seja frouxa no dia da angústia. Não há como escapar desse dia. Todos nós passamos por ele. Aqueles que, hoje, aparentam ser intocáveis e estar em uma posição superior terão de enfrentar esse dia, mais cedo ou mais tarde. Quanto aos que zombam da Palavra de Deus e desfrutam de prosperidade material, não tenha inveja deles, mesmo, pois estão em lugares escorregadios (Sl 73).


Não seja frouxa, amada irmã. Em outras palavras, não permita que o pessimismo domine o seu coração (2 Co 6.10). Nada pode separá-la do amor de Deus (Rm 8.35-39). Não desanime (Sl 27.14). Seja firme e constante (1 Co 15.58). Jamais perca a sua fé no Senhor Jesus (Mq 7.1-7). Não se esqueça de que o Senhor é o seu Ajudador (Hb 13.5,6).


A terceira lição de Provérbios 24.10 é esta: você precisa de uma grande força para passar pelo dia da angústia. Força pequena não é suficiente. A irmã precisa de uma grande força. E nenhum de nós tem essa força, visto que somos fracos, em nós mesmos (1 Co 1.27-29). De nada adianta olharmos para o espelho e dizermos: “Eu sou vencedor”. É preciso mais que isso.


Precisamos nos fortalecer no Senhor (Ef 6.10; 1 Pe 5.10) e dizer: “Posso todas as coisas naquele que me fortalece” (Fp 4.13). A Bíblia diz que os coelhos são débeis, mas fazem a sua casa na rocha (Pv 30.26). Sua casa está na rocha, amada irmã? Seja sincera. Não tenha receio de dizer: “não”. Afinal, quem está firmado na Rocha, que é Cristo (1 Pe 2.4), não perde a alegria de viver, não se mostra frouxo no dia da angústia.


Lembre-se das fontes dessa grande força que lhe fará vencer o dia da angústia. Invoque o nome do Senhor, clame a Ele, pois é uma torre forte para onde o justo corre no dia da angústia (Pv 18.10). Não se esqueça da Palavra de Deus. Talvez a irmã esteja perguntando: “Para que citar tantos versículos? Eu já conheço a Bíblia”. A Palavra de Deus é que nos fortalece.


Não vivemos só de pão. Vivemos da Palavra (Mt 4.4). Medite nela de dia e de noite (Sl 1) e apresente ao Senhor todas as suas necessidades e as ameaças dos que se levantam contra a sua vida (At 4.29-31; Sl 50.15). A graça de Deus é bastante para você (2 Co 12.7-10). Louve ao Senhor. Como foi que Abraão se fortificou na fé? Dando glória a Deus (Rm 4.20). Eu sei que no dia da angústia perdemos as nossas forças, o nosso entusiasmo, para ler a Bíblia, orar e louvar a Deus. Mas lembre-se: “Se te mostrares frouxo no dia da angústia, a tua força será pequena”.


O Senhor pode fazer muitas coisas por você. Ele pode endireitar os seus caminhos tortos (Is 45.2). Mas a irmã precisa se conscientizar de que a vida cristã é uma guerra constante. Em uma guerra, não há tempo para comemorar de modo prolongado uma vitória, nem para lamentar por muito tempo algumas baixas. É preciso continuar lutando. Com qual motivação? A certeza da vitória, em Cristo, haja o que houver (Rm 8.37).


Lembre-se de que “a nossa leve e momentânea tribulação produz para nós um peso eterno de glória mui excelente” (2 Co 4.17). Seja firme. Seja valente. Seja ousada. Fortaleça-se no Senhor. Tranquilize o seu coração. Sinta agora a transcendente paz de Deus, que guarda o seu coração e os seus sentimentos em Cristo Jesus (Fp 4.7).


O dia da angústia vai passar. E você, amada irmã, à semelhança do salmista Asafe, dirá: “Quanto a mim, os pés quase que se desviaram; pouco faltou para que escorregassem os meus passos. [...] Todavia, estou de contínuo contigo; tu me seguraste pela mão direita. Guiar-me-ás com o teu conselho e, depois, me receberás em glória. A quem tenho eu no céu senão a ti? E na terra não há quem eu deseje além de ti. A minha carne e o meu coração desfalecem; mas Deus é a fortaleza do meu coração e a minha porção para sempre” (Sl 73.2-26).


Ciro Sanches Zibordi

30 comentários:

Luciana Gosselen disse...

Caro Pr. Ciro.
Há muito tempo não vinha comentar, apesar de sempre passar por aqui e ler seus posts.
Me identifiquei com a irmã, com relação ao momento de angústia e fraqueza.
É bem complicado. quando pedimos, clamamos, choramos, nos humilhamos na presença de Deus...imploramos por algo que só Ele pode fazer/mudar e nada acontece. Dá aquela sensação de que Ele não está nos ouvindo, ou que ouve e não quer nos atender. Entendo perfeitamente o que a irmã tem enfrentado.
E se ainda estou de pé, é porque a força que vem DELE me tem sustentado...
Parabéns pelo post, pois tenho certeza que tocará em muitas vidas. Um forte abraço!
Luciana Gosselen
@luhgosselen
www.esperandonajanela.zip.net

Júlio César disse...

Amém, Louvado seja o Senhor.
Passei por situação parecida minha irmã, longos anos, mas o Senhor é fiel, Ele sempre está ao nosso lado e nos põe de pé.

Galvão disse...

GRAÇAS A DEUS TEMOS PASTORES EM QUE HÁ O ESPIRITO DE DEUS PARA ACONSELHAR , ORIENTAR E COM CRISTO DAR FORÇAS PARA AS PESSOAS POIS COMO DISSE SABIAMENTE O DIA DA AUGÚSTIA VEM , MAIS TEMOS UM DEUS TREMENDO QUE SEMPRE NOS LIVRA OU NOS TIRA DELA OU NOS LIVRA DELA E DIZ ASSIM CHEGA EU ESTOU NO CONTROLE .

DEUS É FIEL

Renan disse...

Realmente.. que situação difícil...
Só a maravilhosa graça de Deus pra nos mostrar que o simples fato de estarmos vivos já é uma favor de Deus e não uma obrigação. Quando Cristo está em primeiro lugar, tudo que está à nossa volta é secundário e não influencia nossa comunhão com Ele.

Aclim disse...

Exatamente assim. Perfeito Pastor.

Mas só quem está no olho do furacão sabe o que está passando. Mas Jesus ajuda, cuida e salva.

Abraço

Thiago e Teresa disse...

Paz do Senhor Pastor Ciro!!


Que o Senhor Deus conforte nossa irmã. Suas palavras sábias não só confortam-na, mas todos que precisam saber que o dia da angustia existe em nossas vidas e precisa ser encarada de frente na confiança de que Deus está conosco.

Gostaria de Dizer para ela que tudo passa e que ela não perca as oportunidades que possam surgir. Muitas vezes ficamos amarrados em situações com medo de nos libertamos, esperando..esperando..Querida se esforce pelos seus filhos, eles precisam de você, não tome nenhuma atitude que venha prejudicá-los ainda mais, não queira desistir de viver por causa de outra pessoa. Seu marido escolheu largar tudo por uma vida de pecado e fornicação. Mas você não precisa fazer como ele, largar tudo e viver separada da glória de Deus. Seja forte por você e pelos seus filhos. Se ame, se valorize como mulher. E jamais perca a confiança em Deus, se apegue mais ainda a ele e seu deserto passará.

Deus abre janelas onde menos esperamos..Creia tão somente!!

Abraço forte!!

sonia gomes carvalho disse...

A paz do Senhor pastor. Louvo a Deus pela sua vida, belos e sábios conselhos. Quanto a você querida irmã, não deixe de congregar por um problema como esse, infelizmente seu marido foi fraco, mas reflita em tudo que o pastor Ciro escreveu, erga sua cabeça e pense que Deus trabalha no silêncio, e ore pelo seu marido com sinceridade de alma,pois tudo que desejares para ele Deus dará em dobro a você. Um forte abrao!

Tiago Rosas disse...

Ilustre Pr. Ciro,

Sensibilizo-me com a situação vivida por esta amada irmã. De fato, o ser humano é frágil, e não é possível estamos sempre alegres. As situações da vida às vezes parecem nos mostrar o oposto do que cremos e pregamos. Situações conflituosas, agonizantes, dor, percas, desilusões, traições. A dor da traição, do amor não correspondido... só Deus e a pessoa que sofre a conhece. Mas certamente o desespero nunca é bom. Confiar no SENHOR no dia da angústia é a única saída.

Lembro-me agora de um belíssimo hino da nossa Harpa Cristã (126):

"Quem quiser de Deus ter a coroa
passará por mais tribulação
Às alturas santas ninguém voa
sem as asas da humilhação
O SENHOR tem dado aos seus queridos
parte do seu glorioso ser
Quem no coração for mais ferido,
mais daquela glória há de ter"

Peço a todos que meditem. Meditem também no que disse um sincero profeta de Deus, quando recebeu do SENHOR a promessa de que sua terra seria punida e devastada por inimigos. Que frustração, não? Habacuque não esperava que Deus fosse usar um povo ímpio para castigar e destruir Judá. Mas assim o foi. Mas veja o que respondeu o humilde profeta:

"Ainda que a figueira não floresça, nem haja fruto na vide; ainda que o produto da oliveira decepcione, e os campos não produzam mantimento; ainda que as ovelhas da malhada sejam arrebatadas, e nos currais não haja gado; todavia eu me alegrarei no SENHOR; e exultarei no Deus da minha salvação" (Hb 3.17,18)

Fiel é a Palavra disse...

Comecei lendo com os olhos em lagrimas pela situação, mas terminei com um sorriso pelas palavras de conforto que só a palavra de Deus possui, e só um pastor sábio e com capacidade e de manejar esta espada pode nos trazer paz e conhecimento, agradeço a Deus pastor Ciro pela sua vida, pelo seu ministério, por tudo que já aprendi em seu blog, muito obrigado.

Thalita disse...

Se vc irmã pudesse reclamar sua angúntia nos dias que Jesus viveu aqui na terra. Tenho certeza que Ele lhe diria exatamente as mesmas coisas escritas nesse texto ,afinal a Palavra é Dele. Nosso Deus é Grande e nos manda lançar sobre Ele todas as nossas ansiedades porque Ele tem cuidado de nós!

Anônimo disse...

Peço a Deus que apresse em responder as orações dessa filha tão triste e desesperançada.

Breno Mac Ryan disse...

Boa tarde,

Pastor Ciro, seus comentários foram 100% bíblicos porém, com humildade gostaria de acrescentar algo a mais perante o desafio desta mulher.

Talvez a irmã precise se socializar com alguém, uma pessoa que possa ouvi-la (Pr 25.12), e entende-la (Pr 27.17), ama-la (Pr 17.17) um amigo mais chegado que um irmão (Pr 18.24), até mesmo conversar com alguém que já passou pelo mesmo problema ou parecido, sabendo que Deus "nos consola em toda a nossa tribulação, para que também possamos consolar os que estiverem em alguma tribulação, com a consolação com que nós mesmos somos consolados por Deus.
2 Coríntios 1:4

Meu respeito e minhas orações por essa irmã.

Paz seja com todos!

Martins disse...

Pr. Ciro, A paz do Senhor

Que resposta abençoada, senti Deus falando comigo! Gostaria de pedir que o irmão esclarecesse uma dúvida se for possível:
A bíblia diz que temos que lançar sobre o Senhor as nossas ansiedades e descansar nele, também fala sobre a oração com insistência. Como devemos agir? Devemos entregar ao Senhor os nossos problemas e descansar nele, sem mais falar sobre isso, ou devemos orar insistentemente pelo mesmo problema até receber a resposta?

Grato
José Martins

Romilce disse...

A paz do SENHOR, Pastor!

Que essa irmã ore a Deus pedindo que Ele faça sua VONTADE , pois diante dessas situações , até nossas orações sofrem a influência de SENTIMENTOS vários que nos leva a questionar se Deus é justo, se Ele está nos ouvindo, embora creiamos nisso.

Que ela aja, faça algo , pois Deus é nosso ajudador!

Marco André Lopes Mendes disse...

Obrigado por compartilhar essa situação e a sua resposta. Acredito que esta resposta poderia ser expandida e gerar um livro. Muita gente precisa ler isso e poderia ser edificada.

Um abraço

Newton Carpintero, pr. e servo disse...

Amigo e nosso pr. Ciro Zibordi,

A paz amado!

É bom saber. É bom reconher que anda existe em nosso meio alguns que se atrevem a orientar, dar as mãos e ser o que se necessita. Muitos fogem da raia e não possuem a dedicação EM ESCOLHER servir no momento certo com as palavras oportunas com a dedicação dos santos.

Que a irmã desta matéria, possa ser após esta situação tão difícil, um instrumento de vitalidade para outras que poderão estar sofrendo o mesmo momento.

O Senhor seja contigo, nobre atalaia,

O menor de todos os menores. Um Tradicional Pentecostal.

Cláudio disse...

Cada pessoa funciona de uma forma diferente, e Deus responde diferente também.A tribulação dela é bem complicada,acho que o medo dela é ficar ``encurralada`` até os filhos delas possuírem uma boa condição financeira e tirarem ela dessa situação....e se ela passar 20 anos dessa forma?
O problema que o pecado gera um efeito dominó,eu sei que o Pr. já passou por tribulações ,como aquela dos 12 ovos,mas ninguém sabe se Deus vai responder ela agora.Eu estou passando por uma tribulação nesse momento, efeito de 5 anos atras, e que pode durar 2 ou ainda 3 anos;e Isaias 55:8,9 sempre pode ser lembrado.
Por sentir na pele,acho que o medo dela é passar algumas décadas para sair dessa batalha.
Acho que o Pr. poderia mandar uma mensagem de cunho mais pessoal e enfático(se ainda não ocorreu).Por favor Pr. e todos aqui, orem por ela, passar anos e anos dessa forma.....
Ela esta ``vegetando`` não pode fazer NADA ,ela esta dependendo totalmente da intercessão de Deus para poder prosseguir com a sua vida.
Meu avo fez algo semelhante, e eu hoje sou 3 geração, e ainda sinto o peso que as consequências do pecado gera.
Acho que não foi analisado o dano sistemático de toda a situação,ela esta vivendo como um ``morto-vivo`` funcional.....
Fico muito triste com essa carta, nossa oração é extremamente necessária.
Por favor, vamos orar por ela .

Anônimo disse...

"Não te indignes por causa dos malfeitores, nem tenhas inveja dos que praticam iniquidade. Porque cedo serão ceifados como a erva e murcharão como a verdura. Confia no Senhor e faze o bem;"
Salmos 37. 1-3

Em Cristo,

Marcos Castro

O BLOG DA VERDADE disse...

Eh verdade que DEUS as vezes nos permite passar muita coisa,mas eu creio que tudo eh para o bem,o que importa eh termos certeza DE QUE ESTAMOS EM OBEDIENCIA a sua palavra,ai podemos ter certeza de que tudo "esta no controle e eh para o nosso bem".Tambem ja me senti varias vezes assim como esta irma.Mas DEUS quer sempre o nosso bem,descansemos,nao precisamos nos preocupar sendo que estamos nele.Lembro-me tambem do exemplo de Paulo:
"E, para que não me exaltasse pela excelência das revelações, foi-me dado um espinho na carne, a saber, um mensageiro de Satanás para me esbofetear, a fim de não me exaltar.Acerca do qual três vezes orei ao Senhor para que se desviasse de mim.E disse-me: A minha graça te basta, porque o meu poder se aperfeiçoa na fraqueza."(2Corintios.12)Esta passagem tem algo a nos ensinar.Deus sempre esta certo.

Ciro Sanches Zibordi disse...

Claudio,

Grato pela sugestão. Mas a carta foi publicada aqui, sobretudo, para ajudar outras pessoas que estejam passando pelo dia da angústia.

CSZ

Ciro Sanches Zibordi disse...

Amados irmãos, li atentamente cada resposta, mas não posso fazer comentários agora. Oremos pela nossa irmã e valorizemos a Palavra de Deus. Ela é muito mais poderosa do que as nossas palavras. Tenho certeza absoluta de que é Deus quem vai dar a solução à nossa irmã, a partir do momento em que ela animar-se segundo a Palavra e fortalecer-se no Senhor. Continuemos a interceder por sua vida.

A paz do Senhor.

CSZ

Anônimo disse...

Parabéns pelo post!!! Edificante como sempre pastor!!!

Valdiney disse...

Situação difícil de nossa irmã, mas uma coisa é certa se perseverarmos no Senhor, o milagre com certeza virá da parte do Senhor, Continuemos a orar porque o choro pode durar uma noite mas alegria vem pela manhã, a noite é longa mas a vitória do Senhor chega e vem pra ficar........

Helena disse...

Uma resposta convincente! E os comentarios dos irmãos também, inclusive o do Claudio. Oremos sim por esta irmã e também por sua sogra. Se esta mulher (a sogra)tiver um encontro com o Senhor Jesus, a vida de sua nora e de seus netos será abençoada.

Quanta falta faz Jesus, o Farol, para iluminar a mente de tantas.....e de tantos!

André Gonçalves disse...

Graça e paz!

Pr. Ciro,

Sua posição reflete o verdadeiro chamado ao pastorado. Ser pastor é cuidar do rebanho, independentemente da ovelha pertencer a sua congregação ou não. Há muitos que querem apenas pa$centar o rebanho sem o cuidado/zelo devido. Nobre sua atitude.

Minhas palavras a irmã:
Como cristãos (verdadeiros) temos o privilégio da fé em Jesus, muitos não a conhecem, outros já perderam. Mas a diferença que nos cerca é esta:
O ímpio crê apenas naquilo que seus olhos vêem e suas mãos alcançam. O cristão verdadeiro crê (Hb 11.1/ 12. 1-2) em um Deus que tudo vê, e todas as coisas estão sob seu controle (Sl 11.4).

Não deixe a grande prova sobrepor sua fé. Reflita na Palavra de Deus, o salmista tinha esta fé (Sl 23 - em especial o v.4). Descanse no Senhor.

Em Cristo,
André Gonçalves.

Ângelo dos Santos Monteiro, disse...

Graça e Paz, passei por aqui mais uma vez, como de costume, para fazer uma visita em seu "espaço virtual" e ler suas edificantes postagens. Destarte, aproveito a oportunidade para lhe convidar a visitar o [Blog do Ângelo], um blog que gira em torno da seguinte temática: "Um olhar bíblico teológico sobre temas atuais e polêmicos". Visite e confira algumas das mais acessadas postagens: O QUE A BÍBLIA FALA SOBRE O SEXO?, ESCOLAS DE INTERPRETAÇÃO NOS TEMPOS DE JESUS, O QUE ESTÃO FAZENDO COM ALGUMAS IGREJAS?, FILME PORNÔ GOSPEL: ACREDITE SE QUISER!, Anjo de luz que me conduz?, A segunda vinda de Cristo - Arrebatamento, Os dinossauros existiram?, Sexo antes do casamento?, Incoerências na cação "Sabor de Mel", Escatologia 15: A cidade que desce do céu, Halloween, uma festa feliz?, Escatologia 4: A grande tribulação (1ª Parte), Benny Hinn e Kenneth Haggin, Incoerências religiosas, e aínda você encontrará disponível outras inúmeras postagens organizadas em seções especiais, tais como: APOLOGIA, ATUALIDADES, CANÇÕES INCOERENTES, ESCATOLOGIA, HERMENÊUTICA, entre outras. Faça uma visita e confira: http://pbangelo.blogspot.com.

jorge melo disse...

Eu queria apenas enfatizar para esta irmão que " DEUS está no controle de tudo " ÊLE é imprevisível no seu operar, e quando menos ela esperar, a respostas e a provisão de DEUS chega.

Portanto, não desista mas insista e continue perseverando na oração, porque DEUS sabe até quando vc pode suportar.

É aquele tal negócio, prova só sabe quem passa, mas como já disse acima, " DEUS ainda continua no controle."
Lembremo-nos sempre da palavra do MESTRE " Aquele que vem a mim, não o lancarei fora." João 6.37
Aguarda irmã querida, DEUS vai te dar vitória, creia !

EM CRISTO,

Anônimo disse...

Pr. Ciro
Eu louvo a Deus pela sabedoria que Ele lhe deu para escrevre essa pastagem.
Ao ler eu me senti edificada pois eu creio que através dela a pessoa que está passando pelo problema vai sentir mais confiança e ânimo para passar por esta prova de pé ,crendo nas promessas do Senhor que não falham.

Anônimo disse...

Pr. Ciro
Eu louvo a Deus pela sabedoria que Ele lhe deu para escrevre essa pastagem.
Ao ler eu me senti edificada pois eu creio que através dela a pessoa que está passando pelo problema vai sentir mais confiança e ânimo para passar por esta prova de pé ,crendo nas promessas do Senhor que não falham.

Walter Filho disse...

Ainda ontem falava com um irmão que está passando por uma situação incrivelmente parecida.

Mas aquele que aos ventos diz "cala-te", pode dar a solução e o conforto em meio as crises.

God bless you!

http://blogdowaltim.blogspot.com