sexta-feira, 24 de fevereiro de 2012

Dízimos e ofertas

9 comentários:

Aldo Fagundes disse...

É mais fáci para esses pastores solicitar e dar 10% como ensina o V. T. do que solicitar e dar 100% como ensina o N. T.

Marcos Brito Matos disse...

Interessante esse pensamento sobre dízimos e ofertas. Bem "bolado"(risos!).
Deus o abençoe, pastor Ciro!

Matheus Carrel disse...

Na verdade muitas coisas do dizimo nas igrejas é ensinada da maneira errada. Não se pode hoje pegar o texto de Malaquias 3:10 e trazer ele ao pé da letra para os dias de hoje como a maioria dos pastores fazem. Hoje no tempo da graça não existe mais essa história de devorador, de que se você não dar o dizimo você passará o mês apertado, suas coisas vão quebrar. Aquilo foi no Antigo Testamento, onde se você não desse o dizimo, Deus, por exemplo, viria com um enxurrada de gafanhotos para comer a lavoura da pessoa,pois ali era o tempo da lei. É por isso que Deus permite ser provado nos dizimos. É claro que isso hoje não vale, pois não podemos por a Deus a prova nos dizimos como era feito no AT, que era o tempo da lei. Embora o dizimo passe pela graça, esses pormenores que os pastores gostam de falar não existem mais.
Hoje,ninguém rouba a Deus se não dar o dizimo. A pessoa simplesmente deixa de dar, e não vai para o inferno por causa disso como eu já vi muitos dizerem.
.
Fique com Deus
T+++

Anônimo disse...

A PAZ DO SENHOR JESUS , Amado Concordo Plenamente





Claudiano

Jônatas O. D. disse...

A Paz do Senhor! Realmente nosso Deus é dono de tudo aquilo que chamamos de "nossas posses". Um verdadeiro "servo", serve ao Senhor em TUDO!
Fiquemos com o princípio da contribuição espontânea do dízimo como o MÍNIMO aceitável para Deus, sabendo que nossa padrão de contribuição excede completamente os princípios da aliança mosaica.
Somente achei que a lição 9 da Escola Bíblica Dominical ficou um pouco confusa quando enfatizou textos como Ml 3.10,11 e Joel 2.25. Vai ter muito professor de EBD "metendo o pé na jaca" nessa lição e interpretando estes textos forçosamente.

Abraços,

A Paz!

Jônatas O. Duarte

Jônatas O. D. disse...

A Paz do Senhor! Realmente nosso Deus é dono de tudo aquilo que chamamos de "nossas posses". Um verdadeiro "servo", serve ao Senhor em TUDO!
Fiquemos com o princípio da contribuição espontânea do dízimo como o MÍNIMO aceitável para Deus, sabendo que nossa padrão de contribuição excede completamente os princípios da aliança mosaica.
Somente achei que a lição 9 da Escola Bíblica Dominical ficou um pouco confusa quando enfatizou textos como Ml 3.10,11 e Joel 2.25. Vai ter muito professor de EBD "metendo o pé na jaca" nessa lição e interpretando estes textos forçosamente.

Abraços,

A Paz!

Jônatas O. Duarte

Paula Abigail disse...

Pastor Ciro ma aula da EBD deste domingo houve uma polêmica em torno da afirmação: se eu não der o dízimo eu não sou salvo? Gostaria de saber a sua opinião, se podemos afirmar concretamente que não dizimar é impedimento para a salvação e onde está na Bíblia.

João Honorato disse...

Durante toda a minha vida cristã, nunca vi uma lição, digo, a lição 9 deste trimestre, foi a lição mais polêmica das ultimas aulas da EBD, não por causa do assunto financeiro, e sim, por causa exatamente desta frase que ouvi muitas das vezes nos púlpitos, que crente que não dá o dízimo no céu não entra. Será o dízimo um valor cobrado que me dá um direito a uma casinha no céu? Pelo amor de Deus! Ainda bem que Cristo e os apóstolos nunca usaram o termo "dízimo" para arrancar dinheiro das pessoas. A única vez que parece que Jesus parece opinando sobre dízimo é exatamente em repreensão aos maiores dizimistas de sua época, que eram os fariseus, mas, que só foi possível os dizeres de Cristo ali, por causa dos desprezo dos fariseus pelas principais virtudes do Reino de Deus. O amor, a justiça e a fé. Nos demais textos neotestamentários, não se fala mais em dízimo, e sim em contribuição espontânea. Sou dizimista não por imposição. Sou dizimista por gratidão, amor pela obra, e acima de tudo reconhecimento de que dez por cento é o mínimo que eu posso devolver para um Deus que nunca me cobrou nada até pelo ar que tenho respirado... Mas, digo, como um dos hinos do ministério hebrom: O que fazer diante de um Deus tão Glorioso? Adorar, adorar, adorar e orar rendido! Perceberam que a adoração é um bem eterno? Então a única coisa que penso que deva ser feito é Adorar a Deus e a entrega do dízimo deve ser com um coração estreitado nessa compreensão...! A PAZ DO SENHOR...!

Radio Gospel Tempo de Fé disse...

Graça e Paz
Eu concordo plenamente , nós não damos o Dizimo e sim devolvemos aquilo que Deus o dono de tudo nos da . Sou grato a Deus por tudo o que tem feito em minha vida e desejo ao Pastor Ciro toda sorte de benção sobre sua vida e seu ministério. Um abraço deste que o admira e espero revelo novamente aqui em Portugal pois o tempo que estivemos juntos foi pouco mas muito proveitoso . Deus o abençoe.
Pr. Joelcio funcionario da CAPU CPAD Portugal