sábado, 7 de julho de 2012

Quer saber o que penso sobre o MMA? (2)


Escrevi um artigo sobre o MMA, pelo qual expus a minha opinião com base em princípios bíblicos. Nesta segunda postagem sobre o assunto, gostaria apenas de compartilhar dois vídeos do YouTube.

No primeiro vídeo, a plateia vibra enquanto um lutador de vale-tudo — covardemente — esmurra, sem dó nem piedade, a cabeça de seu oponente, completamente dominado e sem poder de reação. Sabe o que aconteceu com ele? No segundo, há uma seleção de imagens que expõem toda a violência, a sanguinolência, a crueldade, a falta de misericórdia, prevalecentes no MMA, as quais falam melhor que milhões de palavras.






Ciro Sanches Zibordi

32 comentários:

Francielly Vianna disse...

Que horrível!

Esse "joguinho" é muito pior do que briga de amimais (irracionais).

João Paulo disse...

Caro pastor, a paz do Senhor!

Fiquei pasmo em saber que existe pastor brasileiro (no seu blog ironizou dos irmãos discordantes do MMA) que apoia esse tipo de brutalidade! Lembremo-nos de que não podemos ser cúmplices de práticas condenáveis (Rm 1.32).

Esses lutadores estão cometendo um "crime" legalizado, pois as consequências pós-luta são, em alguns casos, fatais.

Aqueles que se dizem cristãos e apoiam esse NÃO esporte devem rever seus princípios e voltarem-se para Cristo!

Em Cristo,

www.joaopaulomsouza.blogspot.com

Jesriel Matias disse...

É lamentável que o ser humano quer aparentar-se com seres irracionais, a ponto de praticar tal brutalidade.Ao ver isso que o humano vhama de jogo, penso na passagem de João 5.19, "...o mundo jáz no maligno"
Fica na paz pastor Ciro.

Leo disse...

Bah, pastor, prefiro nem olhar... Acabei de almoçar e só de ver as fotos já me embrulha o estômago...

Ortodoxia disse...

O nosso Irmão em Cristo Vitor Belfort conta seu testemunho de conversão e o milagre que Deus fez em sua vida. Nunca parou de lutar MMA e, quando questionado, menciona sempre o poder da salvação que ele experimentou e continua experimentando ao longo de sua vida. A Bíblia menciona sobre a importância de discernir as coisas pela sabedoria de Deus. Esporte é esporte, nada mais que isso. Davi, homem segundo o coração de Deus, não deixou de ser espiritual ao degolar golias. Nem também quando desejou nos Salmos que os filhos de seus inimigos fossem lançados nas paredes de pedra para terem seus dentes quebrados. Deixemos a ignorância teológica de lado, sejamos mais sábios.

Ciro Sanches Zibordi disse...

Prezada(o) irmã(ão) Ortodoxia,

O fato de um lutador ser ou dizer-se cristão não atenua a VIOLÊNCIA OBJETIVA praticada no MMA. Aliás, um cristão que se preza há de refletir sobre as filmagens contidas nesta postagem. E há de concluir que bater sem dó na cabeça de uma pessoa não é nada esportivo.

Portanto, seja respeitosa(o) com os que pensam diferente da(o) irmã(o), pois sugerir que os tais são ignorantes teologicamente por considerarem o MMA violento, sanguinolento, etc. não é demonstração de ignorância, e sim de lucidez.

Em Cristo,

CSZ

Ciro Sanches Zibordi disse...

Amados,

Quanto aos exemplos completamente fora de contexto da irmã(o) Ortodoxia(o), não vou comentar. Mas peço à(ao) prezada(o) irmã(o) que se identifique, pois, ao entrar no blog, verifiquei que ainda não há qualquer identificação pessoal. Quem é o autor do blog Ortodoxia, por gentileza?

CSZ

Ciro Sanches Zibordi disse...

Bah, Leo, fizeste bem, tchê!

Daniel Freire disse...

Jesus Amado!!!

Fiquei travado na frente do pc... Nada mais do que violência e crueldade, se inventarem um esporte em que faz parte da regra cortar os dedos do outro tem crente que vai apoiar porque é esporte? Será que crente apoiaria "jogos" ou "esportes" eróticos porque é esporte?

Irmãos, não tem outra palavra que não CRUELDADE para descrever esses vídeos, assisti no blog, as espero nem voltar a ver vídeos como esse.

Quem é esse "ortodoxia", pelo amor de Deus, voltemos ao Evangelho... Não sabe o que significa a palavra "ortodoxia"?

Que haja em nós o mesmo sentimento que havia em Cristo Jesus.

Nossa guerra não é contra os lutadores de MMA, mas contra as potestades e principados, contra o maior interessado em que os homens se mutilem, se denigram, se corrompam, se matem!

Espero não ver mais um vídeo desse!

Irmãos, quero aconselhar uma coisa, fazer uma confissão (na confissão há perdão e cura) e aconselhar.

Antes eu não queria nem ver um vídeo desses, para mim estava claro que não agradava ao Senhor um esporte (esporte?) como esse.

Mas um dia eu resolvi ver uma luta e ela não foi tão violenta, graças a Deus nunca cheguei a me tornar um fã de MMA, mas assisti mais umas 5 vezes, discordando mas assistindo.

Depois da última luta, não sei se a última, a do Anderson Silva com um japonês (acho), assisti após ter pregado em um Congresso de Mocidade no tema "A ALEGRIA DO SENHOR É A VOSSA FORÇA!"... Preguei que, ao alegramos o coração de Deus, Ele nos fortalece...

Senti que aquilo não alegrava em nada o coração de Deus, não só seti como comprovei na Palavra. (Vide diversos versículos que citei em comentário da outra postagem do Pr. Ciro sobre o assunto)...

VINDE A MIM, TODOS OS QUE ESTAIS CANSADOS E OPRIMIDOS E EU VOS ALIVIAREI... Tomai sobre vós o meu jugo, e APRENDEI DE MIM, que sou MANSO E HUMILDE de coração; e encontrareis descanso para as vossas almas.

Tiago Rosas disse...

Ilustre Pr. Ciro,

Como o Sr. sabe eu já tinha uma opinião muito firme sobre isso. Mas depois de ver essas imagens, meu coração pesou, minha alma estremeceu e fico-me a perguntar: como pode um cristão, lavado e remido no sangue de Jesus, chamado das trevas para a maravilhosa luz, cheio do Espírito Santo, tendo recebido de Deus a maior de todas as virtudes que é o amor, que prega contra as obras infrutíferas da carne, que afirma categoricamente que vai morar no céu, e que entende que o respeito pela integridade do próximo é lei divina... como pode um cristão nestas qualidades em sã consciência ainda folhear a Bíblia em busca de respaldo para essa coisa esdrúxula que jamais poderia meritosamente receber o nome de esporte???

Meu Deus! Alguns ainda afirmam: nos tempos de Jesus e de Paulo havia lutas esportivas... Mas onde, onde, filho de Deus, onde está escrito que Jesus ou Paulo aprovaram essas lutas??? Onde está escrito que Jesus e os apóstolos apreciavam uma luta de UFC greco-romana??? Ondeeee???

Com todo respeito aos teólogos, seminaristas, pastores, apologetas e tantos outros que defendem a prática e a apreciação dessa coisa inominável, mas eu afirmo com convicção plena e inalterável: não importa teus títulos e teu conhecimento das Escrituras, e sua capacidade de virar a Bíblia ao avesso para encontrar autorização para esse tipo de violência legalizada, se em você não existir o sentimento que houve em Cristo Jesus, jamais, jamais, jamais poderás ver a Deus!

Não quero julgar a fé do Vitor Belfort, mas hoje vejo a Lanna Holder (que antes também testemunhava sua libertação do lesbianismo) pregando homossexualismo em nome de Deus, vejo algumas celebridades do mundo pornô que dizem ter se convertido e até testemunham na TV mas ainda continuam fazendo seu "trabalho" erótico, vejo algumas atrizes que dizem ser evangélicas fazendo papéis repudiáveis nas novelas brasileiras, então, amigo, esse tipo de conversão não me comove. A verdadeira conversão implica em mudança de vida, de conduta, de hábitos, é sair definitivamente das trevas para a Luz. Pregar em nome de Jesus não é sinal de mudança de vida, nem transformação de caráter, pois "muitos naquele dia me dirão: Senhor, não profetizamos nós em teu nome?" (Mt 7.22)

O sangue que precisamos é o sangue remidor do Cordeiro de Deus! Nenhum outro! BASTA!

Ciro Sanches Zibordi disse...

Amigo Tiago Rosas,

Eu coloquei os vídeos para ver se comovia alguém, pois os apreciadores do MMA costumam chamar as pessoas que têm argumentação similar à sua de religiosas e legalistas.

Ao assistir aos vídeos acima e ver como os lutadores "despejam" a sua fúria sobre seus oponentes, estou cada vez mais convicto de que esse "esporte" é uma aberração. Respeito quem pensa diferente, mas não sou obrigado a guardar para mim os meus pensamentos (como já me "aconselharam"), pois é livre a manifestação do pensamento.

Definitivamente, um cristão que se preza jamais continuará apreciando o que acontece nos vídeos acima, que apresentam pura selvageria, crueldade, covardia, etc.

Ademais, além das referências bíblicas que o irmão tem citado, corroborando as que eu citei no artigo anterior, pesa contra o MMA os estudos neurológicos, que eu ainda não citei. Creio que, se eu escrever mais um artigo sobre o assunto, mencionarei o que dizem os neurologistas a respeito das "inofensivas" pancadas na cabeça...

Um abraço.

CSZ

Aelson Júnior disse...

A paz do Senhor!

Fiquei muito chocado com o segundo vídeo. E de pensar que essa luta já está em algumas "igrejas" aqui no Brasil...

Não há como chamar isso de esporte, visto que a brutalidade e a violência estão presentes... É uma espécie de briga de rua profissional.

Misericórdia, Senhor!

Aelson Junior

silvania disse...

Este é um verdadeiro brinquedo de satanas e é uma pena que alguns cristao gosta disto!

Cosme Morais Filho disse...

Pr. Ciro gostaria de fazer algumas ponderações sobre outros esportes, mais precisamente sobre o boxe como o senhor usou como exemplo de esporte na postagem (1) para afirmar que hoje o MMA é um esporte seguro:
- No boxe os lutadores sofrem muito mais golpes na cabeça do que no MMA. Na nobre arte não existe a possibilidade de travar a luta na guarda ou no clinch. É pancada o tempo inteiro. Por isso é muito mais comum ver atletas e ex-atletas de boxe sofrerem com contusões cerebrais do que no MMA. Este ano alguns boxeadores já morreram lutando. No boxe, são dez ou doze rounds de três minutos. No MMA só são três rounds de cinco minutos cada.
- Sobre os vídeos, alguns são antigos e editados. Já havia assistido todos eles. Bom o MMA, evoluiu bastante desde quando foi criado. No começo não haviam regras, era realmente um vale-tudo. Devido a tanta violência, chegou a ser proibido em vários Estados americanos. Hoje, MMA nas diferentes organizações introduziram regras de forma a preservar a integridade física dos lutadores.
- Em 1905 morreram 18 pessoas no futebol americano. Depois desse fato, introduziram regras para tornar esse esporte, que é violento, em espote seguro. Da mesma forma o MMA também evoluiu.
É o o que penso.

Ciro Sanches Zibordi disse...

Caro Cosme,

Não aprecio o boxe, mas é "covardia" sugerir que ele é mais violento que o violentíssimo MMA, que envolve golpes de todo tipo: joelhadas na face, "marteladas" na cabeça, cotoveladas, chutes no queixo, etc. Só citei o boxe em termos de comparação. Mas não gosto de nenhum dos dois.

É evidente que os vídeos apresentados são antigos. Entretanto, as brutais e covardes "marteladas" que Shogun deu em Griffin ocorreram no sábado passado, demonstrando que a violência sanguinolenta continua. Segue-se que é possível fazer um video do UFC RIO com cenas violentas similares à do vídeo antigo.

Citar mortes de outros esportes não é um bom argumento, a meu ver, pois é claro que a violência ocorre em qualquer esporte. O que está em análise é o fato de a violência do MMA ser OBJETIVA. Em outros esportes, a violência ocorre por causa da natureza caída, a maldade humana. No MMA, a violência FAZ PARTE do "esporte". Aliás, é o elemento principal do jogo. Bater até que oponente não consiga mais se defender; bater até que o oponente não se levante; bater até que o oponente, humilhado, peça para parar, etc. Bater até deixar o oponente todo quebrado e ensanguentado. Esse é o objetivo do jogo.

No boxe, existe a contagem. No MMA, mesmo que a pessoa caia e fique grogue, permite-se que o lutador monte em cima e bata, bata, bata... Isso é horrendo, grotesco demais, aberrante.

Grato pela participação.

CSZ

Themístocles Sabino disse...

Pastor na "versão 1" do seu blog não postei nenhum comentário aqui, mas expressei minha opinião via Twitter! Mas dessa vez não pude deixar passar... hehe
Então... os vídeos aqui postados são muito antigos! O 1º vídeo é do tempo do Vale Tudo, onde não haviam regras e que realmente valia TUDO! Porém a causa da morte do competidor foi uma parada cardio respiratória (eu vi uma reportagem sobre esse vídeo mas não encontrei pra postar aqui =[)! Prova? No vídeo mostram os médicos e paramédicos fazendo massagem cardíaca e usando o desfibrilador!
No 2º vídeo são trechos de lutas, em sua grande maioria, de Vale Tudo e os poucos trechos que tem de MMA são as de logo no início desse Esporte, que foi uma época que ainda não haviam muitas regras! Exemplo... Antes podia dar pisadas no oponente caído, golpear as partes íntimas, etc!
Atualmente o "Vale Tudo", propriamente dito, não existe mais! O MMA é um misto de vários tipos de lutas (como o próprio nome diz)... como o muay thai, o Jiu-Jitsu, entre outros...
Na questão do sangue, machucados,... até no futebol pode acontecer (lógico que com uma probabilidade bem menor), assim como no MMA os lutadores podem sair ilesos (quando um dos ganhadores aplica uma imobilização e/ou estrangulamento)... assim como pode ocorrer uma morte dentro de campo Como no caso do jogador Serginho do São caetano que morreu dentro de campo em 2004 - http://www1.folha.uol.com.br/folha/esporte/ult92u82516.shtml e outros, mas é lógico que é muito raro isso em ambos os esportes!
Bom pra concluir deixo minha opinião: Eu acho que o MMA é SIM UM ESPORTE, mas nem por isso vou deixar de ser mais cristão ou menos cristão daqueles que discordam da minha opinião! Assim como creio também que cristãos podem praticá-los... como o Vitor Belfort que é lutador de MMA e é Evangélico!
Por isso, mais uma vez, respeito sua opinião e digo não vou deixar de ler seu blog, pois ele é ótimo!!
Deus continue te abençoando!
PAZ em Cristo!

Ciro Sanches Zibordi disse...

Caro Themístocles Sabino,

Em primeiro lugar, grato pelos elogios.

Os vídeos são antigos? Sim. Mas, e as "marteladas" sem dó nem piedade desferidas por Shogun contra Griffin? Aconteceram no sábado passado!

Só incluí os vídeos porque eles reúnem aberrações do MMA e afins, cometidas por grandes nomes dessas modalidades que chamam de esporte. A morte do lutador israelense ocorreu logo depois da luta. Não há como negar, diante das imagens, que os golpes recebidos contribuíram para a sua morte.

Modéstia à parte, conheço a história do MMA e sei das mudanças das regras, ao longo dos anos. Mesmo assim, a violência brutal continua sendo a sua característica principal, o seu protagonista.

A prática do MMA não combina com a vida cristã, sobretudo à luz de Gálatas 5.22. Quanto a Vítor Belfort, o fato de haver cristãos ou pessoas que se dizem cristãs em algum segmento esportivo ou dito esportivo não minimiza ou anula o fato de que tal modalidade dita esportiva é objetivamente violenta.

Tenho visto muitos defensores do MMA citando outros esportes e dizendo que em todos eles existe violência. Eu não nego isso. Mas há uma diferença muito grande entre a violência direta (objetiva) e a indireta (subjetiva).

Qual é o alvo do futebol? Fazer gol. Qual é o alvo do basquete? Fazer cesta. Qual é o objetivo do judô, do tênis, do salto com vara? Todo tipo de esporte tem um objetivo. Qual é o objetivo do MMA, que chamam de esporte? Não apenas derrubar o adversário, como ocorre no boxe (que eu também não aprecio), mas DESTRUÍ-LO, HUMILHÁ-LO. É como se a ordem do Mortal Combat estivesse na mente do lutador: FINISH HIM (ACABE COM ELE). É nesse sentido que eu digo que a violência no MMA é OBJETIVA. Em outros esportes, a violência é coadjuvante. No MMA, que chamam de esporte, a violência é o protagonista, o ator principal.

Em Cristo,

CSZ

Newton Carpintero, pr. e servo disse...

Prezamigo e nosso pr. Ciro Zibordi,

A paz de Cristo, o nosso Senhor!

Creio que as imagens mostradas em sua matéria, definem exatamente a loucura deste esporte, que não possue de maneira nenhuma, qualquer ligação ao evangelho.

Como podemos pregar a Palavra de Deus e não nos ausentarmos deste esporte, que certamente, destrói vidas que são produzidas para se desestabilizarem em seu viver predatório e que somente alimenta a alma do que necessita ser transfigurado nas imagens de sangue e de momentos de puro ódio e covardia.

Graças a Deus por sua vida que se define na certeza do agradar a Deus e não ao homem.

O menor de todos os menores.

BRUNO disse...

a Paz do Senhor pastor, como diz a palavra:a candeia do corpo são nossos olhos...
penso e entendo desta forma, se vejo uma luta buscando nela a violencia, vou encontrar, mais se vejo como um esporte que vem de caracteristicas de varios outros esportes não vejo problema algum, pq quem vai julgar se estou entusiasmado com a violencia ou não é o Senhor, ele ve nosso coração, se vejo como um esporte onde temos pessoas que adimiramos (não idolos) assim como se adimira o santos, o flamengo ... se torce
não vejo problema.
a biblia fala para tomarmos cuidado para não fazermos nossos irmãos pecarem, então não vejo com bons olhos a pratica deste esporte por servos, não por achalo violento mais pelo testemunho que pode confundir aos que estão em redor, um exemplo particular, não vou ao cinema, particularidade minha , pq não vou, pq se estou na fila do cinema e passa um irmão da igreja ou uma pessoa que me viu pregar sobre salvação, essa pessoa não sabe se estou indo assistir o filme que esta em cartaz moisés o principe do egito ou se estou indo ver Avatar.então vejo desta forma, ai vem a pergunta, praticar não pode, mais assistir pode ? acho que esta pergunta é nova por ser um esporte em ascenssão pelo ufcrio, porem lembremos do famoso futebol e façamos um rapido comentario, mma são 2 lutadores querendo vencer com seus objetivos,se o juiz mandar parar ele para, porem a adrenalina é tamanha no mmomento que não se houve a interrupção. e o futebol ? a violencia é normal, não com as mesmas medidas, será que Deus leva em conta o ato da violencia somente como pancada ? acho que não, no futebol tem violencia numa entrada maldosa, quando um time esta perdendo diversas vezes acontece brigas generalizadas, voadoras, socos, e olha que eles não são pagos para isso como no mma, e os palavrões o tempo todo ... um xingando a mãe do outro, não é violencia moral ? pior que fisica muitas vezes ???? ah sim, mais assistimos a muito tempo... nossos olhos ja estão acostumados com isso... não vejo maldade nenhuma...
entendo a opnião do Senhor(leio sempre seu blog e gosto demais) e confesso que repenssei sobre este assunto. peço tb que pense pra ver se a opnião do senhor ainda será esta, pq sei que o que o senhor (Ciro) pensa tem grande influencia , ainda que não queira influencia, pois se trata de um Servo verdadeira.
so uma observação pastor, tem muito crente que comenta aqui que se diz contrario ao mma, mais engraçado que sabe o nome dos lutadores, viram as lutas, sabem até onde vai ser o proximo rssrsr
um grande abraço espero contribuir em algo, ficaria feliz com um comentario do senhor ainda que oposto, um abraço e a paz do Senhor Jesus

Ciro Sanches Zibordi disse...

Caro irmão Bruno,

A paz do Senhor. Agradeço-lhe pelas respeitosas e incentivadoras palavras. Mas o irmão está equivocado, com todo o respeito.

Na verdade, os olhos bons, mencionados pelo Senhor Jesus (Mt 6.22), são aqueles que se desviam do mal (Jó 1.1; Sl 101), e não os que assistem a qualquer coisa de maneira "pura" ou "inocente".

Se o irmão assistir a um filme pornô, buscando ou não nele a pornografia, encontrará nele a pornografia, pois esta é o protagonista, o elemento principal, dessa modalidade de filme. Se assistir a uma luta MMA, buscando ou não nela a violência, encontrará nela a violência, pois esta é o protagonista, a característica distintiva, dessa modalidade de "esporte".

Não achar o MMA violento é negar o inegável. Afinal, dar várias "marretadas" na cabeça de uma pessoa, como Shogun fez com Griffin, o que é? Não vá me dizer que esmurrar a cabeça de uma pessoa é um ato de carinho!

Sim, eu sei os nomes dos lutadores, pois não sou um irresponsável que fala sem ter conhecimento de causa! Gosto de examinar tudo e me pronunciar à luz da Bíblia e da ciência.

Quanto à comparação do MMA com o futebol, peço-lhe que leia a minha resposta anterior, a outro internauta, pois esse argumento recorrente não é bom. A violência do futebol e de outros esportes não é objetiva, como no MMA, que cultua e prioriza a violência. O alvo do lutar é o "FINISH HIM" do Mortal Combat (Viu como eu também conheço os "games"? Como pesquisador, não posso escrever sobre o que desconheço).

Um grande abraço.

CSZ

Reginaldo disse...

Violência Pura, o pior é que tem crentinho que fica excitado ao ver essas imagens. É a natureza terrível do homem. Ter prazer em ver sangue escorrendo do próximo. Lógico que quem está na chuva tem que se molhar, os caras estão se matando porque querem. Agora comparar o tempo de Davi e Golias com o tempo da graça foi cruel.

Tiago Rosas disse...

Ilustre Pr. Ciro,

Permita-me compartilhar aqui uma notícia veiculada hoje (sexta-feira, 2) num dos maiores jornais da Paraíba, apenas para vermos o cúmulo da incoerência humana. Segue.

| TJ PROÍBE BRIGAS DE GALO NA PARAÍBA
(...)A decisão foi tomada ontem, por unanimidade, pela Câmara Cível do Tribunal de Justiça do Estado. (...) A Corte entendeu que "rinha de galo" é proíbida pela Constituição Federal (artigo 225 e inciso VII), seja pela Lei 9.605/98 (artigo 32). A Câmara Cível classificou a briga de galo como "contecimento de extrema crueldade contra as aves, porque, quando levado à rinha, os galos brigam até que um deles caia prostrado ao chão e mortalmente ferido". Em relação à fiscalização, a Corte entendeu que a competência é do Governo do Estado, assim como a proteção da fauna e flora e o combate às práticas que coloquem em risco a ecologia. |

Incrível não?! Estão mais preocupados com a integridade física dos galos e com a proteção à fauna e a flora do que com a proteção do ser humano! Briga de galo é proíbida, mas briga de homens é legalizada, midiatizada e popularizada! Eita Brasilzão! "Um abismo chama outro abismo..."

Como dizia uma antiga canção do Armando Filho: "Só Deus segura este país em meio as crises e as aflições..."

Ailton Silva disse...

para quem gosta, faça um teste! de uma auto marretada na nuca, na testa. no meio da cabeça, no nariz, e as cotoveladas, os filhos destes caras assistem? as esposas? e olha que tá para passar em tv aberta ou estou enganado? quando uma pessoa cai de moto, facilmente dá traumatismo e como isto não acontece, estou tremendo.

Sydyaraujo disse...

Graça e Paz!
Confesso q minutos antes de ler a postagem (1 e 2) eu era um dos (crentes admiradores) desse "esporte". Sou muito grato à Deus pela vida do Pr. Ciro pois foi através da sua coragem em expor-se com um tema "polêmico" como esse, q pude sentir Deus falar no íntimo do meu ser, arrancando toda e qualquer admiração q existia. Obrigado (mesmo sabendo q o sr. se vangloria com o êxito das sua msgs), Deus em Cristo continue lhe usando para nos edificar e nos ajudar a chegar ao céu.
Sds,
Sidiney Araújo.

José Rezende disse...

A paz de Cristo para Todos, Pastor Ciro que Deus continue derramando a sua graça sobre o Senhor e sua família,por favor não me julguem pelo que vou opinar, mas o verdadeiro seguidor de Jesus não apóia e nem pratica esse tipo de atividade violenta e criminosa, eu pergunto aonde está na Bíblia que o Espírito Santo de Deus é violento? se nós formos ver nos frutos do Espírito, mansidão,amor... me desculpem os que praticam e apóia essa luta. mas vocês não tem o Espírito Santo ainda na vida de vocês, ainda não nasceram de novo. Me perdoem se pareço está julgando vocês.

Érico Chaves - Itz-MA disse...

Paz do Senhor caro Pr. Ciro. Quero em primeiro lugar, lhe agradecer por trazer temas interessantes, para que os irmãos possam opinar e também acrescentarem para si, conteúdo dos mais importantes. Nesse caso específico, não creio que seja violência pura e gratuita, pelo simples fato de que os lutadores têm conhecimento dos riscos que os mesmo podem sofrer, além do mais, os mesmos estão ali para ganharem seu "pão". Outra coisa que tem que ser mencionada, que lutas marciais, sempre existiram na história da humanidade, entre elas a Greco-romana. Não sou conhecedor profundo do assunto de lutas, mas penso que esse esporte seria praticado ainda no tempo do Ap. Paulo e quando ele se refere dos tesouros (prêmios) conquistados pelos atletas daquela ocasião, também se incluía as lutas, já que os gregos praticavam diversas modalidades. Enfim, penso que se algo deve ser considerada violência, é o que o povo passa nas filas de hospitais, bancos, escolas e por aí vai... Não vamos simplesmente criticar os lutadores, que TRABALHAM para isso, vamos abrir nossos olhos para coisas relevantes, como a politicagem que nos rodeia. Abraço Pastor.

Sydyaraujo disse...

A Paz do Senhor Pr. olha só, lembrei do sr, quando vi esse vídeo. aos 13:20.
Bem verdade q as desculpas para "trabalhar" sempre existirão, mas.....
Um forte abraço, Sds em Cristo.
Sidiney
http://www.youtube.com/watch?v=HhadTcVYgb0&list=UUObM_FmuXGMkM-nMR5Yftfw&index=9&feature=plcp

Sonia Aparecida disse...

ABOMINAÇÃO é a palavra ... mas respondendo a um senhor Tiago Rosas:
Os animais tem que ser defendidos sim, porque são levados contra a sua
vontade, galos, cães,touros, são usados pelo homem até a morte enquanto os praticantes de artes marciais o fazem por livre e espontanea vontade, assumindo todos
os riscos !
O justo olha pela vida dos seus animais; porém as entranhas dos ímpios são crueis.Prov.12,10

Maris Alvarez disse...

Meu querido voce primeiro precisa ter conhecimento da Palavra de Deus. Nao misture as coisas. Esse homem que vc falou que continua praticando o MMA e que fala das suas experiencias espirituais, e dai? Gente de outros credos tbm tem experiencias maravilhosas espirituais. O que vc deve ver e observar se tais praticas correspondem a Palavra de Deus. Se vc for sincero com vc mesmo, vai ver que as suas referencias biblicas nao correspondem com o assunto em questao. LEMBRE que esta escrito: "Nem todos que dizem: Senhor, Senhor, entrarao no Reino de Deus. . ."

Cris disse...

Cumulo da ignorância é comparar as brigas entre animais com o MMA, muita gente reclama que a rinha de galo é proíbida, mas o MMA é legalizado, é totalmente diferente, pois na rinha de galo, os animais são forçados a brigar um com o outro, no MMA a escolha é tua, se você quiser, você para antes de começar a luta. Concerteza quem fala que o MMA é pior do que rinha de galo deve rever sua integridade, pois eu particularmente não consigo olhar uma rinha de galo ou briga de qualquer outro animal, acho isso totalmente desumano, e sou lutador a favor do MMA, a desisão de lutar é da pessoa...

wilton johnson disse...

Apaz do senhor pastor,eu acredito q aquilo q não nostras edificaçao não serve para nos,não porei coisas ma diante dos meus olhos.

wilton johnson disse...

Apaz do senhor pastor,eu respeito quem gosta mas não concordo com este tipo de "esport" muito violento,no mundo de hoje a midia e so o q fala,violencia,violencia,violencia,devemos pregar a palavra de Deus pois so ela pode mudar este mundo e acabar com essa violencia.