segunda-feira, 14 de março de 2011

Em tempo: parabenizo a CPAD pelos seus 71 anos de fundação


Em meio a tantos compromissos e atividades ministeriais, profissionais e familiares, quase que me esqueci de parabenizar a CPAD (Casa Publicadora das Assembleias de Deus) pelos seus 71 anos de fundação, completados no último dia 13. E, como eu tenho, desde 1993, fortes vínculos com essa instituição — que já publicou inúmeras obras de minha autoria —, não poderia deixar de parabenizá-la.

Organizada em 1937 e fundada em 1940, a CPAD é fruto dos ideais dos pioneiros europeus que fundaram as Assembleias de Deus no Brasil. A partir dos anos de 1990, ela se modernizou e passou a atender não somente as Assembleias de Deus, mas a todas as igrejas, no Brasil e no mundo.

A CPAD sempre se preocupou em lançar obras que despertem o interesse pelo estudo das Escrituras. E continua fazendo isso, com o lançamento de Bíblias de estudo, como: a Bíblia de Estudo Pentecostal, a Bíblia de Aplicação Pessoal e a recém-lançada Bíblia de Estudo Defesa da Fé. Sinto-me privilegiado em ter a maior parte das minhas obras publicadas por essa magna instituição.

Que Deus abençoe mais e mais a CPAD (Casa Publicadora das Assembleias de Deus), a qual precede e transcende pessoas, por mais ilustres que sejam. Que essa Casa permaneça fiel ao Deus da Palavra e à Palavra de Deus! Parabenizo também o pastor José Wellington Costa Júnior, atual presidente do Conselho Administrativo da CPAD, bem como o irmão Ronaldo Rodrigues de Souza, seu diretor-executivo, e o mestre Antonio Gilberto, patrimônio da aludida instituição e das Assembleias de Deus.

Em Cristo,

Ciro Sanches Zibordi

4 comentários:

wvelasco disse...

Parabens CPAD!!! 71 anos de serviços prestados a obra de Deus.

Christofer Freitas disse...

Pr, falando em CPAD, quais livros indispensáveis publicados pela editora o senhor indica (excetuando aqueles escritos pelo senhor)?

Ciro Sanches Zibordi disse...

Prezado Christofer,

A paz do Senhor!

Eu indico sem medo:

- Todos os livros de Stanley M. Horton
- Todos de Hank Hanegraaff
- Todos de Antonio Gilberto.
- Todos de Claudionor de Andrade.
- Todos de Esequias Soares.
- Todos de José Gonçalves.

Bem, são muitos. Mas os livros dos autores acima são excelentes.

A paz do Senhor.

CSZ

Christofer Freitas disse...

Obrigado Pastor!