sábado, 2 de outubro de 2010

Campanha evangélica para difamar Dilma e o PT? Não! Apenas a verdade (1)


A ala evangélica do PT está indignada com os ataques de boa parte dos evangélicos às posições pró-aborto da candidata à Presidência da República Dilma Rousseff. Mas não podemos ignorar os posionamentos contrários à vida dessa senhora que se diz cristã e, ao mesmo tempo, valoriza apenas a vida da mulher, em caso de aborto, ignorando que a criança, no ventre materno, é uma vida humana e uma pessoa!

Não quero, com isso, incentivar os internautas a não votarem neste ou naquele candidato. Estou apenas manifestando a minha indignação quanto a posicionamentos tanto insensíveis quanto antibíblicos; tanto desumanos quanto anticristãos; enfim, posicionamentos que, à luz da Bíblia, a Palavra de Deus, equivalem a defender o assassinato de vidas inocentes.

Assista ao vídeo abaixo e depois leia, em seguida, o artigo pelo qual apresento embasamento bíblico contrário aos argumentos pró-aborto, que já vêm sendo defendidos até por expoentes pretensamente evangélicos.




Leia: abordagem bíblica contrária aos falaciosos argumentos pró-aborto >>

Em defesa da vida,

Ciro Sanches Zibordi

9 comentários:

Tamar disse...

Moro na periferia da maior cidade de América Latina e estudei em escola pública. Nunca ouvi falar de nenhuma mulher que morresse em consequência de aborto clandestino. Quando as meninas começaram a engravidar em massa graças a esse feminismo idiota patrocinado por ricassas como Marta Suplicy tomaram muita bronca dos pais que não podiam criar os netos, mas continuaram levando a vida.

Não houve apedrejamentos.

Essa estatística de que morrem milhões de mulheres no Brasil é falsa.
Você aí viu alguma colega de escola tua morrer por causa de aborto?

Mescoso disse...

A realidade é que nós não temos muitas opções para a melhor escolha de um candidato.

É como se dois individuos tivessem acesso distinto a programação de televisão, por exemplo. Enquanto um tem acesso "exclusivo" a Band, SBT, Record e Globo, o outro, por sua vez, possui TV a cado, consequentemente tem a "vantagem" de poder escolher outras centenas de canais de sua preferência.

Como podemos votar com consciência se não temos opções conscientes? Infelizmente somos obrigados a eleger o candidato menos "perverso".

Que Deus nos ajude a enfrentar essa tão terrível luta até o dia em que Ele nos levará daqui.

Apaz do Senhor querido pastor Ciro e demais internaltas.

Jose Nilton disse...

Voto nulo já!

A Igreja está sendo usada por José Serra e pastores estão dizendo amém.

José Serra acusou Marina de corrupção no debate da Globo: José Serra Acusando Marina de Receber Mensalão

E José Serra também é maçon e recomendou a maçonaria para mudar a sociedade: José Serra Recomenda a Maçonaria Para Mudar a Sociedade

Acordem e saiam fora dessa enganação que é a política!

George Arrais disse...

Caro Pr. Ciro,

DILMA quer ampliar o que SERRA começou em 1998 com a legalização do aborto.

SERRA é o único que já assinou medidas administrativas legalizando o aborto e expedindo Norma Técnica do Ministério da Saúde para a execução do mesmo pelo SUS.

Um é o PAI e a outra é a MADRASTA.

Não existe voto consciente neste segundo turno. Só voto "útil" (...ou seria inútil)

Serra não é nem de longe a melhor opção.

"Só Deus segura esse país!"

A paz do Senhor a todos!

claudio disse...

Pastor Ciro,

Esse Geoerge Arrais é petista inrustido... Olha o que o pastor Elinaldo Renovato disse:

"Prezados irmãos em Cristo, e amigos de outras denominações
A Paz do Senhor

A CNBB mantém sua posição contraária à candidata do PT. E nós, evangélicos, também precisamos nos posicionar, como fizemos no primeiro turno das eleições de 2010. Graças a Deus, o Exmo. Sr. Presidente da República, a senhora Dilma, sua candidata, e o Partido dos Trabalhadores (O Partido do Aborto), reconheceram a força do segmento evangélico, e dos católicos verdadeiros, que têm líderes autênticos, em sua religião.

Por muito tempo, fomos pisados, rechaçados, vilipendiados, e até ignorados. No primeiro turno das Eleições de 2010, sua excelência ignorou os evangélicos; sua candidata chegou a dizer que nem mesmo Cristo impediria que ela ganhasse as eleições no primeiro turno. Esse "filme" nós ja vimos em outras ocasiões. Mas com Deus não se brinca.

Dona Dilma assinou o seu programa de governo, que é de conhecimento de todos, incluindo as determinações do famigerado Programa Nacional de Direitos Humanos, que prevê a descriminalização do aborto, a ponto de defender que a mantança dos inocentes, dos seres humanos, em formação, seja liberada em qualquer estágio da gestação. Imagine uma mulher, com quase nove meses de gestação, praticar o aborto, no sistema de saúde, com total apoio da lei, e do governo!!

O ABORTO É CRIME HEDIONDO! Na entrevista à revista Marie Claire, dona Dilma afirmou com todas as palavras que é favorável ao infanticídio, usando agurmentos falaciosos, em defesa das mulheres pobres, que abortam em condições precárias. E, seguindo as declarações de seu Totor Maior, presidente Lula, ela diz que aborto não é questão de foro íntimo, e, sim é uma "QUESTÃO DE SAÚDE PÚBLICA". Um absurdo vergonhoso!

continua...

claudio disse...

Nós cremos que a vida é um dom de Deus. Só Ele pode dá-la, através das leis da reprodução humana, e só a Ele cabe tirá-la, direta ou indiretamente. Enquanto os materialistas do Partido do Aborto acham que o feto ou embrião é apenas um amontoado de céululas, sem nenhum direito à vida, lembremos o que diz a Bíblia:

"Pois possuíste o meu interior; entreceste-me no ventre de minha mãe. Eu te louvarei porque de um modo terrível e tão maravilhoso fui formado; maravilhosas são as tuas obras a e minha alma o sabe muito bem.... os teus olhos viram o meu corpo ainda informe" (Sl 139.13-15). Deus vê o embrião, com suas céululas indiferenciadas, "o corpo ainda informe", como um ser humano, uma pessoa, e não um monte de tecidos a serem destruídos por ácido, ou arrancado, pedaço por pedaço, de modo violento, e lançado no lixo hospitalar.

Pois bem. A candidata do governo, atendendo aos anseios das feministas, materialistas, e à ala radical do Partido dos Trabalhadores, expressou que concorda com esse crime hediondo. Mas, agora, quando teve que amargar a ida para o segundo turno, a despeito de ter o apoio do "todo-poderoso" presidente Lula, que debocha de tudo e de todos, por causa de sua imensa popularidade, AGORA, ela vem a público para dizer que não apoia o aborto! Que oportunismo! Que desfaçatez! Que desprezo à inteligência e ao discernimento dos que não votaram nela!

Será que vamos nos deixar enganar por esse "canto de sereia" da candidata petista?

E mais: O PT, agora, temendo a derrota de sua candidata, resolove TIRAR O ABORTO DE SEU PROGRAMA PARA ESTANCAR QUEDA DE DILMA ENTRE RELIGIOSOS!! Só para eleger Dilma? E depois, quando a ONU pressionar; quando a Fundação Rockfeler, a Fundação Mac Arthur e inúmeras ONGS pressionarem, pelo cumprimento das "Metas do Milênio"? Será que, sendo eleita, Dilma vai deixar de atender?

O Presidente Lula disse que não queria as igrejas, tratando do assunto do aborto, pois seria "questão de saúde pública". E agora, é assunto dos evangélicos, dos católicos sérios? O PT já reconhece que o segmento evangélico tem algum valor?

Caros irmãos, Stálin prometeu liberdade religiosa. E sabemos o que deu. A constituição russa previa liberdade de culto. E vimos o que deu! As pessoas acreditaram. Fidel Castro prometeu liberdade. Vejam o que deu. Chavez prometeu liberdade. Sabemos o que está acontecendo na Venezuela. E nossos governantes, do Plan alto apoiam esses ditadores! Dá para acreditar em Dilma, quando ela diz que não apoia o aborto? Se ela segue piamente a cartilha do Presidente Lula?

Só falta ela dizer, para ganhar o apoio dos evangélicos e dos católicos sérios, que não apoia a "união civil de pessoas do mesmo sexo", que faz parte integrande de seu programa de governo. Só falta ela dizer que vai tirar do programa de governo o apoio aos grupos GLBT, que são considerados, no programa, como beneficiários de todos os órgáos públicos, inclusive para o casamento, para adoção de crianças, e considerados aptos a formarem "famílias".

Será que os homens e mulheres, cristãos, que valorizam a vida, em qualquer dos seus estágios, vão se deixar enganar pelas promessas de campanha da Sra. Dilma? Não podemos acreditar nisso. A não ser que sejamos tão ingênuos e infantis, que não percebemos as armadilhas que estão por trás de tais promessas de última hora. Quando as pesquisas estavam de seu lado, Dilma não deu a mínima para os evangélicos. E deu atenção aos evangélicos, que está interessados em se proteger, por trás do manto do governo. Só Deus sabe porquê.

claudio disse...

E vem o senador Marcelo Crivella, a quem tanto admirei, por suas obras sociais, dizer de público, que vai criar uma "Força-Tarefa" para defender a candidata do PT, pois os evangélicos se equivocaram. Era só o que faltava! O senador tem suas razões e e seus interesses. Nós defendemos os interesses do Reino de Deus!.

Diversos servos de Deus, como Pastor Paschoal Piragine, da igreja Batista de Curitiba, Pr. Silas Malafaia, e outros, levantaram a voz contra o programa iníquo de falsos direitos humanos. De minha pequena trincheira, dei minha modestas colaboração. E espero que Deus faça o que não podemos fazer, não deixando o Brasil cair nas mãos dos que estão ao lado da iniquidade.

Hà evangélicos que criticam nossa posição, afirmando que deveríamos combater as iniquidades dos pastores, dos ministérios oportunistas, que deveríamos combater o capitalismo, etc. Concordo. Mas a hora é de combater o oportunismo político, que quer usar os evangélicos como massa de manobra, em favor de um programa de governo que é institucional, e quer jogar na lata do lixo os princípios cristãos.

Desse modo, de minha pequena posição, como ministro do evangelho, alerto para que não caiamos no conto de ultima hora, da candidata do PT. Se esse programa de governo, que ela assinou e defende, maldições e mais maldições virão sobre nossa nação.

Deus Salve o Brasil!!

Se o presidente da República, "fora do expediente", pode dizer em que vota, eu também, "fora do expediente pastoral", digo que votarei no senhor Serra. Nâo que ele seja perfeito, que aprove todas as suas idéias. Pelo menos, ele tem sido ponderado, com relação aos temas caros para a fé cristã. Votei em Marina e espero que ela apoie o Serra para presidente. Esse é o meu alerta e meu conselho.

Em Cristo,

Elinaldo Renovato de Lima - Pastor

Ciro Sanches Zibordi disse...

Caro George Arrais,

Conheço bem a posição dos candidatos. E, em relação ao aborto, Serra tem sido muito mais claro em sua posição:

http://www.youtube.com/watch?v=Egms2xNNe6s

Dilma nem de longe nem de perto é a melhor opção. E só está onde está por causa de Lula.

CSZ

oseiaspastor03 disse...

Brincadeira! Aonde ela falou a célebre frase. Procurei toda internet por alguma prova que ela tenha dito qualquer coisa do tpo "nem Cristo me tira esta vitória" e até agora, não achei nada. Só especulações.