quinta-feira, 12 de agosto de 2010

“Erros que os Pregadores Devem Evitar” está de volta!

Erros que os Pregadores Devem Evitar — o livro mais vendido da CPAD em 2005 e a obra mais famosa e procurada deste escritor — ficou algum tempo fora do mercado. Mas acabei de receber a informação de que ele está de volta! Acabou de entrar no estoque da editora! Glória a Deus! Leia abaixo uma pequena descrição dessa obra.

Com uma abordagem franca, contundente e, em alguns momentos, divertida, mas sobretudo bíblica, o autor critica e analisa doutrinas falsas, chavões e versículos “novos” que os pregadores devem evitar.

- Quando Jesus morreu, houve festa no inferno.
- Não cai uma folha de uma árvore, se não for da vontade Deus.
- Até 1000 irá. De 2000 não passará.
- Profetizo sobre a sua vida.
- Quem com ferro fere, com ferro será ferido.
- Jesus tomou as chaves do Diabo.
- Quem não vem pelo amor, vem pela dor.
- Fazei o bem sem olhar a quem.
- A Palavra de Deus se renova a cada manhã.
- O cair é do homem, e o levantar é de Deus.
- Eu te abençoo.

O livro é um clamor pela pregação cristocêntrica, que, a cada dia, vem desaparecendo de nossos púlpitos.

Compre aqui >>

Ciro Sanches Zibordi

3 comentários:

Pedro Henrique disse...

A Paz do Senhor Jesus, Pr. Ciro!

Tenho o privilégio de possuir um exemplar deste tesouro em casa. Lembro-me que, quando entrei na livraria para comprá-lo, acabei levando o seu sucessor (Mais Erros que os Pregadores Devem Evitar), mas logo tratei de obter o primeiro, pois ambas as obras se completam. Considero a trilogia de Erros mais o explêndido Evangelhos que Paulo Jamais Pregaria uma das maiores e mais profundas coletâneas apologéticas da atualidade.

Sei que Deus tem feito maravilhas através desses livros, pois são biblicamente embasados e "cheiram" cristocentrismo de longe. Que o Senhor continue abençoando o teu ministério e te dando graça e ousadia para pregar e defender a Sua Palavra; para que, por meios destas obras, o Seu Santo Nome seja glorificado.

Um abraço,

P.H.

Jonnys Sales disse...

Na Convenção Geral das Assembleias de Deus no Espírito Santo eu estava no estande da CPAD para comprar alguns livros e no momento em que estava olhando o livro "Evangelhos que Paulo Jamais Pregaria" chegou um pastor com um colega e apontou para o livro "Erros que os Pregadores Devem Evitar", começou a falar em um tom meio exaltado "Eu odiei esse livro!", "Esse escritor é uma metralhadora!" e saiu logo do recinto demonstrando muita raiva. Com o espisódio ocorrido pude perceber que muitos não aceitam ser confrontados e preferem permanecer no evangelho farisaico dos animadores de auditório ao invés de se arrepender e voltar para a simplicidade da Palavra de Deus. Depois que li esse livro deixei de lado os modismos e verifiquei em minhas pregações coisas que já estava imitando dos "Super Pastors" e procurei erradicar isso das mensagens que preparo, não quero ser o centro! pois importa que eu diminua e Ele cresça.
Que este livro continue disponível e alcance o maior número de pessoas possíveis pois não precisamos de bajuladores mas de pessoas que confrontem o pecado e nos faça querer o arrependimento. Deus abençoe!

Nerly Nunes disse...

Graça e paz ao irmão Ciro! Esse é um livro que deve continuar se espalhando pelo Brasil...Eu adquiri um em 2005 e me trouxe uma nova forma de pensar. Me chamam de chato,de herege, mas sei que esse livro é aprovado por Deus...Grande abraço pastor!