terça-feira, 27 de abril de 2010

Teologia das $emente$: agora só falta os telepregadores prometerem depósito em conta



A conversa telefônica acima é ficcional, mas baseada em acontecimentos reais. No ano passado, na Pensilvânia, Estados Unidos, um banco depositou dinheiro por engano na conta de um casal. Sem avisar ao banco, os dois sacaram a quantia e se mudaram para a Flórida. Se isso ocorresse no Brasil, talvez eles tivessem êxito, mesmo sendo desonestos, mas na outra América a impunidade é bem menor. E eles acabaram presos. O curioso é que o casal fez o que fez porque considerou o depósito de mais de US$ 175 mil um “presente divino”!

Randy Pratt, de 50 anos, e Melissa Pratt, de 36, foram ao tribunal em Columbia acusados de crime de furto e conspiração. O problema ocorreu quando um depósito de US$ 1.772,50 apareceu como US$ 177.250 na conta que o casal possui no FNB Bank. Segundo a polícia, em vez de avisar o banco, os dois sacaram o dinheiro, abandonaram seus empregos e mudaram para a Flórida. Eles já estavam comprando uma casa em Orlando quando o erro foi detectado...

Randy Pratt disse à imprensa que tentou perguntar ao banco o que havia acontecido, mas foi ignorado. Ele disse que considerou o dinheiro “um presente de Deus”. Para piorar a sua situação, o casal diz já ter doado milhares de dólares. Será que o montante foi doado a algum telepregador das $emente$? Randy permaneceu na prisão. E um juiz negou o pedido de reduzir sua fiança de US$ 100 mil. Melissa, que disse à corte que estava afastada do marido, foi liberada mediante pagamento de fiança.

Como servos de Deus, devemos ser honestos, haja o que houver. Se aparecer qualquer quantia não esperada em nossa conta, temos de entrar em contato imediatamente com o banco. Se quisermos usar de engodo, prejudicaremos a nós mesmos, pois os enganadores irão de mal a pior, enganando e sendo enganados (2 Tm 3.13).

Mas o episódio em apreço também nos leva a refletir sobre um modismo que tem gerado grande confusão no meio do povo de Deus: a “bênção do depósito celestial”. Certos milagreiros prometem que as pessoas que tiverem fé encontrarão uma grande quantia em sua conta bancária. No entanto, como vimos acima, a suposta bênção divina traz ao “agraciado” um autêntico “presente de grego”!

O nosso Deus é o Senhor do impossível, mas não contraria a sua Palavra. Caso apareçam milhares de reais em nossa conta, como fica a nossa situação em relação à Receita Federal? Como declararemos isso no Imposto de Renda, haja vista não podermos dizer simplesmente: “Foi Deus quem me deu”?

Há muitos crentes que, diante de uma situação como essa, fariam como o casal norte-americano. Diriam: “É uma bênção divina!” Mas, será que o Senhor nos daria uma bênção pela qual Ele nos tornaria sonegadores de impostos, infratores da lei? A resposta a essa pergunta está em Provérbios 10.22: “A bênção do SENHOR é que enriquece, e ele não acrescenta dores”.

Mas, nesse fim de semana, ao assistir aos programas “evangélicos” na TV, cuidado! Os telepregadores das $emente$ poderão prometer a aludida bênção aos que semearem R$ 1.000,00... Por enquanto, o objetivo é aparentemente nobre: ganhar um milhão! De almas...

Fiquemos atentos!

Ciro Sanches Zibordi

9 comentários:

Creuza Moura disse...

Meu caro Ciro,

Isso já está acontecendo. os tele pregadores não fazem mas um "pastor" aqui no suburbio do Rio de Janeiro, esteve prometendo a seus incautos ouvintes que contas com saldos zero seriam supreendidas com um saldo superior ao normal para "aqueles que contrinuirem com a obra" não bastando ser fiel no Dizimo,tem queplantar na obra...

Eu falo com a experiência de quem caiu no conto do vigário, plantei e não só plantei com a oferta, dei um caminhão de tijolos para a construção do templo, acreditando no discruso, mas D-us é bom que me fez enxergar, entender antes de compar as louças para o banheiro, o "ungido" estava construindo o sonho dele com os esforços dos pobres e sem nenhum remorso.
A moda já pegou Ciro , so que ainda não em rede nacional

Mário Celso S Almeida disse...

Não seria a resposta pela teologia da semente?? Se essa onda pegar no Brasil...

Frank Braga Jrna disse...

Realmente Pastor Ciro esse é um problema que está em crescimento em muitas igrejas, inclusive as nossas AD. Aqui mesmo em meu estado (MT) que se diz super convervador quanto a U.C, esses propagadores da teologia do dinheiro fácil tem livre acesso em nossos púlpitos. Infelizmente importam-se mais com questões secundárias do que com as doutrinas da palavra de Deus.
Que posamos ser a cada dia firmes quanto a essas inovações que tem se alastrado contaminando o nosso povo.

francisco disse...

Pastor o senhor viu o debate galileo ? com a presença do pastor carlos roberto entre outros

http://www.youtube.com/watch?v=tgW4iiA-y9Y&feature=player_embedded

Anônimo disse...

PR. CIRO
PAZ DO SENHOR.
EIS QUE OS $EMEADORE$ MIKE MURDOK,SM,BENIN HIN ENTREOUTROS SAIRAM A $EMEAR.
E ALGUMAS DAS $EMENTE$ CAIRAM EM TERRENO FÉRTIL E PRODUZIRAM FRUTOS DE 100,500,1000 E 10.000.
E AS $EMENTE$ DESSES FRUTOS FORAM COLOCADOS NAS CONTAS BANCÁRIAS DOS TAIS SEMEADORES.
APÓS FAZEREM AS CONTAS DE TUDO QUE FORAM GASTOS NA ÁRDUA $EMEADURA, FIZERAM A GRANDE COLHEITA E COM O POUCO QUE RESTOU PASSARAM A VIVER UMA VIDA ABASTADA E MUITO ABUNDANTE,COMPRANDO CARROS DE LUXO, AVIÕES, CASAS, APARTAMENTOS E VIAJANDO A ESMO, APROVEITANDO ASSIM O ESFORÇO DA ÁRDUA TAREFA DE $EMEAR.
MAS O QUE JESUS ENSINOU MESMO NA PARÁBOLA DO SEMEADOR EM LC 8 VERS.4 A 15 ?
QUE GRANDE DIFERENÇA !

ZEZINHO SP CAPITAL

René disse...

Amado Pastor Ciro,

O assunto que o irmão levanta aqui é realmente de suma importância: integridade!

Há cerca de dez anos, tive o privilégio de ouvir uma série de pregações, a esse respeito, do Pastor Paulo Solonca (um dos ícones da evangelização por trás da antiga "cortina de ferro", há algumas décadas, que, atualmente, é Pastor-presidente da PIB Florianópolis), onde ele chamava a atenção para a integridade dos cristãos no cotidiano, como uma das formas de sermos o sal da terra.

Charles Finney (pregador norte-americano do séc. XIX) também pregou a esse respeito, salientando que uma pessoa pode ser íntegra em grandes negócios, aqueles que estão muito expostos e visíveis, enquanto que, nas pequenas coisas, aquelas que não chamam atenção, são verdadeiros criminosos. Isto ele falava para que as pessoas aprendessem a serem fiéis, tanto no muito, quanto no pouco.

Onde estiver o nosso tesouro, ali estará também o nosso coração.

Continue na Paz do Senhor Jesus!

figueror disse...

Caro Pastor, gostaria de saber do senhor,que tem mais fácil acesso do que nós à presidência da CGADB . O que J.W fala a respeito desses acontecimentos ? Nem uma atitude será tomada? Essas pessoas continuarão a manchar o nome da AD NO BRASIL ? Porque eles num se desligam jogo e fundão o ministério "VITÓRIA financeira"?

Ricardo Coriolano - A Unção Atrai! disse...

Paz do Senhor, Amado pastor.
Em 2004, dois meses após me converter, estive na cidade do maior templo evangelistico da AD no Brasil (alguém sabe onde? rsrs) e me deparei com uma situação onde, pra mim, que era novo convertido, "manto puro", porém após algum tempo e; Discipulado, leitura Bíblica, EBD, Culto de Ensino, EBO, Seminários...ufa!!!
Meus olhos se abriram e vi que aquele metodo de "incentivar a fé" dos irmãos estava um tanto quanto fora dos padrões e ensinamentos bíblicos. Sempre ouvia seu programa pela net, mas comecei a deixar de lado por ver que aquilo era somente manipulação e invencionice humana. Ainda mais quando ele "xingou" o sr. em cima de um pulpipo! mas péssimo ainda é o pastor daquela igreja deixar ele falar um monte de asneira e ficar quieto, sem dizer que estava naquele dia um outro "pastor" de Foz do Iguaçu, que dava Glória porisso.
Que Deus levante alguns Martinhos Lutero, João Batista em nosso meio.
Graça e Paz.
RAC

Ana Silva disse...

Prezado Pr. Ciro.

Com relação à honestidade, se o caso fosse achar dinheiro na rua, independente do valor, ou uma maleta com alguns milhares. E nesse caso devolver à polícia ou o que?
Por favor me responda para que saiba o que fazer, caso isso aconteça comigo (rsrsrsr)
Obrigada
Ana Silva.