sexta-feira, 15 de janeiro de 2010

A última pregação de um homem de Deus


O experiente homem de Deus que aparece no vídeo abaixo entregou a sua última mensagem momentos antes de partir para a eternidade. Há outros vídeos transitando na Internet — hospedados no site YouTube — que mostram o momento exato em que ele morreu, sentado em uma das cadeiras do púlpito.

Depois de o idoso pregador ter apresentado o seu último sermão (vídeo abaixo), uma jovem entoou um hino que, dentro do contexto do culto, tornou-se uma verdadeira convocação ao Céu. E, antes que ela terminasse de cantar, o mensageiro de Deus, que estava com a cabeça reclinada, ergueu-a, como se estivesse olhando para o Céu, e entregou a Deus o seu espírito.

Muitos irmãos estão surpresos com a maneira com que esse homem de Deus partiu para a glória. Mas eu fiquei pensando: O que pregaríamos se soubéssemos que seria a nossa última vez diante do povo de Deus? Pregaríamos uma mensagem para massagear egos? Animaríamos o auditório? Levaríamos o povo a dar gargalhadas fazendo gracejos ou contando fatos anedóticos? Ou teríamos coragem de dizer toda a verdade, assim como fez Estêvão ante os seus algozes?

Não sei se o simples homem de Deus do vídeo abaixo sabia que ele partiria para a eternidade após a sua prédica... Sinceramente, depois de ter assistido à sua curta mensagem, pela qual demonstrou não ter grandes conhecimentos bíblicos e teológicos, mas uma profunda comunhão com o Senhor, eu fiz uma oração: Senhor, ajuda-me a pregar sempre como se fosse pela última vez.



Em Cristo,

Ciro Sanches Zibordi

16 comentários:

Marcello de Oliveira disse...

Shalom!

Pr Ciro, que exemplo este ancião nos deixou. O exemplo de uma vida de comunhão com Deus. Em sua simplicidade, falava com liberdade.

Seu pensamento final, que também é o meu, se alinha a célebre frase de Richard Baxter:

"Prego como se estivesse certo de jamais poder pregar outra vez, como um moribundo a moribundos".

Um abraço, Pr. Marcelo

Márcio Cruz disse...

Paz do Senhor Ir. Ciro.

Eu baixei esse vídeo, assistí-o com minha esposa, mostrei a alguns irmãos. Não para divulgar o fato em si, mas para nos trazer reflexão.
Ele era um ancião de 87 anos. Isso pode ser um fator de peso, mas não pode ser absoluto.
Com certeza, seu lastro ficará para quem o conhecia e para quem ouviu sua última pregação, que guarde as palavras, pois breve o Salvador virá para nos chamar pelo nome.

Faço minha sua oração. Posso?

Em Cristo,

Ir. Márcio Cruz

Newton Carpintero, pr. e servo disse...

Nosso prezamado pr. Ciro Zibordi,

A paz do Senhor!

Assistir a este vídeo, e a esta pregação, fica evidênciado em suas poucas palavras a sua sintonia com o desejo em agradar a Deus.

Após tomarmos conhecimento da sua morte(?). E, morte no púlpito, sentimos a responsabilidade maior na pregação do evangelho da verdade.

Sê fiel até a morte, nos garante o melhor. A Vida Eterna.

Este irmão chegou à nossa frente ao Paraíso, de fato, assim, podemos entender que "uma vez salvo, salvo para sempre".

Ele foi fiel até a morte, o que significa assumir a responsabilidade em ser fiel, diante de Deus, mesmo vivendo na terra, e não desviar os olhos do nosso objetivo.

Não haverá desculpas para os que se sentem salvos, antes da sua morte. A salvação é confirmada quando se é fiel até a morte.

Fiel até a morte. Até o último suspiro de vida. Muita honra!

Louvado seja Deus!

O Senhor seja contigo, nobre pastor!

O menor de todos.

Fabio disse...

Sorocaba, SP

..., ora vem Senhor Jesus!

Clóvis disse...

Pr. Ciro,

Obrigado pela postagem. Realmente, o que nos motiva a pregar e qual o conteúdo de nossa pregação? Precisamos pensar nisso.

O exemplo do ancião deve servir para nós.

Em Cristo,

Clóvis

PS.: Não consegui assistir a sequencia.

Antonio disse...

shalon!
Preciosa é à vista do Senhor a morte dos seu santos.
Pr.ciro o negocio é pregar em tempo e fora de tempo.

Fábio Levino disse...

Uma morte tranquila e a certeza da vida eterna com Deus, maravilhoso.

Só fiquei preoucupado em saber se chamaram socorro para o irmão pois o vídeo não mostra isso, na verdade não vemos sequer preoucupação em chamar ajuda. Isso pode caracterizar o crime de omissão de socorro e trazer dificuldades para os envolvidos.

E ainda tem o estatuto do idoso a ser considerado. Sejamos prudentes.

Um abraço.

Ciro Sanches Zibordi disse...

Caro Fábio Levino,

O assunto em pauta nada tem que ver com omissão de socorro. O que eu quis destacar é o fato de ter sido a última mensagem do pregador que aparece no vídeo. Mas, para informação, no terceiro vídeo, os paramédicos chegam ao local, e me parece que chegaram rápido, o que não caracterizaria omissão de socorro.

Sinceramente, prefiro, nesse caso, ver o ocorrido pelo lado positivo.

Em Cristo,

CSZ

Fábio Levino disse...

Agradeço pelos esclarecimentos Pr. Ciro e gostaria de afirmar que desde o início entendi a sua motivação, mas achei pertinente fazer aquele comentário porque até então não sabia do registro da chegada dos socorristas.

Fiz isso por sentir que do jeito que as coisas estão indo no meio de muitas igrejas, é bem provável que uns agonizem enquanto alguns bradam aleluia.

Um abraço.

Jean Patrik disse...

Paz do Senhor!!!

Que lição esse homem de Deus deixou para nós.

Esse video, relmente, faz-nos refletir.

Vejo em sua mensagem veracidade, algo que me faz refletir sobre as minhas mensagens e as suas motivações.
Que Deus nos ajude a sermos verdadeiros mensageiros, e que preguemos a palavra, motivados pelo nosso Senhor e Salvador Jesus.

Deus nos ajude!!!

AMÉM!

Ciro Sanches Zibordi disse...

Caro irmão Fábio Levino,

Eu tive o cuidado de verificar essa questão do socorro, pois o fato de o pastor ter continuado o culto certamente levaria alguns irmãos à conclusão de que houve omissão. Mas, a meu ver, o procedimento foi correto.

O pastor tinha certeza de que o homem de Deus fora "recolhido" pelo Senhor. Por isso, tranquilizou a igreja e cantou um hino. Ao mesmo tempo, alguém pediu socorro, posto que os paramédicos chegaram.

Em Cristo,

CSZ

sylasneves disse...

Prezado pr. Ciro,

Graça e Paz!

Nas minhas últimas mensagens, tenho falado sobre a morte (separação), e em tom de ironia, tenho proferido que a única fila em que nínguem quer "furar" é a fila da morte; todavia, como disse um certo pensador: "cada dia nos afastamos mais do berço e aproximamo-nos da sepultura.

Oxalá que a minha vez fosse semelhante a do pb. Anízio.

edlley ramos disse...

"como tantos outros venceram pela fe, CHEGOU A SUA HORA... a lagrima vi rolar, sentindo o SABOR DA VITORIA" - trecho do hino cantado no momento da partida.
Louvado seja Deus para todo sempre!!!

Jefferson Fulvio disse...

Paz do Senhor Jesus,o irmão presb.Anizio congregava comigo aqui em Botucatu-SP no dia em que o Senhor o levou, eu estava na igreja foi a coisa mais linda que eu ja vi em toda a minha vida !

Jefferson Fulvio disse...

Quanto ao socorro so agora vim ver os comentarios a respeito,ele foi sim chamado assim que foi percebido que o irmão estava desacordado,o corpo de bombeiros chegou uns 6 minutos depois...

jesriel Matias disse...

muito comovente! isso é um exemplo para todos nós, a termos certeza da salvação e a comunhão com Deus. que Deus nos abençoe.