quarta-feira, 16 de dezembro de 2009

Expiação ilimitada (2)


Leonardo Bruno Galdino disse:

Pr. Ciro, uma perguntinha: Cristo veio para salvar ou para criar uma possibilidade de salvação? Nós, os reformados, ficamos com a primeira proposição. Cristo veio para salvar efetivamente. E, visto que a expiação de Cristo foi eficaz, logo conclui-se que Ele não pode ter derramado o seu precioso sangue em favor daqueles que nunca crerão, ou seja, dos réprobos.

Mateus 1.21 é claro: “porque ele salvará o seu povo dos pecados deles”. João 10.11 também: “o bom pastor dá a vida pelas ovelhas”. Jesus não veio criar possibilidades, mas salvar, de fato! E textos como os tais são mais do que claros quanto à verdade de que o sangue do Cordeiro foi oferecido para expiar o pecado do seu povo, e deste somente.

Crer em uma expiação ilimitada, no sentido de que ela foi feita em prol de todos os seres humanos indistintamente, não apenas diminui a eficácia da expiação de Cristo, mas também a anula por completo, visto que nem todos serão salvos. O que teríamos, nesse caso, seria um Deus frustrado e um Cristo impotente. Absurdo!
Sinceramente, pastor, continuo preferindo acreditar nas Antigas Doutrinas da Graça a crer numa expiação tão “ilimitada” (e ineficaz, por conseguinte) como essa que estás a pregar.

Soli Deo Gloria!

Ciro Sanches Zibordi responde:


Querido irmão Leonardo Bruno Galdino, apesar de eu já ter lido por aí — em algum lugar na Internet — comentários desdenhosos a meu respeito, resolvi publicar o seu comentário (e com destaque), acompanhado de minha resposta, apenas para: dizer-lhe que respeito a sua opinião; e demonstrar que a sua argumentação não resiste a uma análise bíblica mais aprofundada.

Primeiro, quando o irmão diz “Sinceramente, pastor, continuo preferindo acreditar nas Antigas Doutrinas da Graça a crer numa expiação tão ‘ilimitada’ (e ineficaz, por conseguinte) como essa que estás a pregar”, deixa transparecer que um dos seus objetivos (talvez, o principal) é continuar vencendo uma disputa, um debate, bem como provar que o calvinismo é a melhor alternativa quanto ao entendimento das doutrinas da salvação. Mas a pergunta é: Com quem o irmão está disputando? Tenha cuidado para não estar se opondo à própria Palavra de Deus!

Segundo, respeito — repito — a sua opinião e de todos os calvinistas (até mesmo daqueles que não mais publico os comentários aqui, por motivos que eles mesmos já conhecem), porém tenho algumas considerações a fazer a respeito da sua “perguntinha”.
Cristo veio buscar e salvar o que se havia perdido (Lc 19.10), isto é, toda a humanidade (Rm 3.23). Veio para morrer por todos os homens perdidos (Hb 2.9; 1 Tm 2.4-6; 2 Co 5.14,15).

Aliás, o Senhor se manifestou para: cumprir as profecias veterotestamentárias a seu respeito (i.e. Is 7.14; 9.6; 53); revelar-nos a glória do Pai (Jo 1.14; 2 Co 8.9); dar o exemplo de uma vida santa (Mt 11.29; Jo 13.15); morrer pelos pecados da humanidade e, consequentemente, salvar os que “por ele se chegam a Deus” (Hb 7.25; Jo 14.6; 1 Jo 3.5; Tt 2.11; Jo 1.29,36; 2 Co 5.21); vencer Satanás, desfazendo as suas obras (1 Jo 3.8; Hb 2.14; Cl 2.14,15); vencer a morte (Jo 10.17,18; Ap 1.17,18); anunciar a sua volta (Hb 9.27,28).

Terceiro, Cristo Jesus veio para entregar efetivamente a sua vida por toda a humanidade (1 Jo 2.2; 1 Tm 4.10) e, com isso, salvar efetivamente “todo aquele que nele crê” (Jo 3.16). Sim, Ele derramou o seu precioso sangue pelos pecadores, e não pelos eleitos: “Cristo morreu por nós, sendo nós ainda pecadores” (Rm 5.8). Ele morreu pelos pecadores, mas nem todos os pecadores creem nEle para a vida eterna (Jo 3.15-17,36; 5.24; Mc 16.15-17).

Por conseguinte, Jesus veio ao mundo para cumprir a vontade do Pai, morrendo por toda a humanidade e, consequentemente, salvar os que creem nEle para a salvação (1 Tm 2.5). E isso, na Palavra do Senhor, é mais do que claro! O problema de seu argumento, caro irmão Galdino, é que ele só vê um aspecto; é restritivo, limitador, portanto; não contempla toda a obra redentora realizada pelo Senhor Jesus, como demonstrei acima.

Aconselho, pois, o irmão a considerar a Bíblia, a Palavra de Deus, como a sua fonte primária de autoridade.

Com amor,

Ciro Sanches Zibordi

20 comentários:

Lucas Marin disse...

Por acaso disse Jesus: "Guardo o que tens, porque ninguém tomará a sua coroa!" ???

Não!!!!

Apocalipse 3:11 Eis que venho sem demora; guarda o que tens, para que ninguém tome a tua coroa.

Quem mesmo que tem de guardar? Lembre-se que, mesmo assim, o Senhor não nos deixará órfãos, Ele ainda nos esforça e nos anima! Mas a incumbência de guardar a coroa ainda é nossa!

E ainda sobre a parte A do versículo, vemos que o Senhor vem sem demora. Lembro-me então de outro trecho bíblico:

Apocalipse 16:15 (Eis que venho como ladrão. Bem-aventurado aquele que vigia e guarda as suas vestes, para que não ande nu, e não se vejam as suas vergonhas.)

Lucas 12:39 Sabei, porém, isto: se o pai de família soubesse a que hora havia de vir o ladrão, vigiaria e não deixaria minar a sua casa.

Poderia pensar eu: “Se somos predestinados a salvação, para que vigiar? Ou será que o “Ladrão” nos pegará de surpresa? Não seríamos nós predestinados? Ou seríamos? Ou não seríamos?”

Sim, a doutrina da predestinação é confusa, o Inimigo (sim, o Inimigo, pois nesse caso não vejo outro que seja portador de astucia tão destrutiva) já usou dela pra me entristecer na Igreja, mas graças a Deus, fui novamente fortalecido e encorajado a perseverar nos Caminhos do Senhor!




E mesmo assim, continuamos a ser gratos, pois Jesus é quem nos dá a coroa!

Anônimo disse...

A paz do Senhor, pastor Ciro.

O senhor tem planos de vir à minha cidade (Campos-RJ)? Gostaria de recebê-lo aqui.
Mudando de assunto, enviei um e-mail para o senhor (no ciro.zibordi@uol.com.br) pedindo orientação. A situação melhorou graças a Deus, mas continuo ainda com algumas daquelas dúvidas. Ficarei grata se o senhor puder me responder.
Que Deus nos abençoe.

Raquel.

Lucas Marin disse...

“Cristo veio para salvar ou para criar uma possibilidade de salvação?”

João 3:19 E a condenação é esta: Que a luz veio ao mundo, e os homens amaram mais as trevas do que a luz, porque as suas obras eram más.

Esse versículo tira sua dúvida, os homens não receberam a Luz!

Tanto é, que Israel, povo escolhido por Deus, não recebeu a Jesus.

João 1
11 Veio para o que era seu, e os seus não o receberam.
12 Mas a todos quantos o receberam deu-lhes o poder de serem feitos filhos de Deus: aos que crêem no seu nome,
13 os quais não nasceram do sangue, nem da vontade da carne, nem da vontade do varão, mas de Deus.

Se a expressão utilizada (“Cristo veio para salvar [o mundo]”) fosse conotada da forma como nós homens pensamos, logo entenderíamos que todo o mundo seria salvo, pois Deus em Cristo se entregou por toda a humanidade, logo a humanidade toda deveria ser salva, logo não haveria perdidos, logo, o mundo seria um paraíso de justiça.
Mas a premissa que utilizei, junto a sua conotação comum, não está em conformidade com a Palavra de Deus, pois na prática, Jesus veio, sim para salvar toda a humanidade, mas salvar toda a humanidade que o aceitar e crer nEle, para salvar que O receber!

Rodrigo disse...

O Juízo Final exercido pelo Deus Reformado

Morte e inferno entregam seus mortos. Grandes e pequenos são obrigados a comparecer diante do Grande Trono Branco e d’Aquele que está assentado sobre ele. São abertos os livros, e os mortos começarão a ser julgados pelas coisas que estão escritas nesses livros, segundo as suas obras. Começa o julgamento do primeiro homem:
- Sr. Fulano, aparte-se de mim, para o fogo eterno preparado para o diabo e seus anjos, porque tive fome e não me deste de comer; tive sede e não me deste de beber; estive nu e não me vestiste; enfermo e preso e não me visitaste.
- É verdade Senhor, mas o que esperar de mim? Sempre fui um morto espiritualmente, escravo do pecado, e tudo o que sempre desejei foi agradar ao meu pai, o diabo, que foi homicida desde o princípio e não se firmou na verdade. Por acaso colhem-se figos dos abrolhos? Se sou abrolho, como poderia produzir figos?
- Você tem razão, não poderia produzir figos. Mas eu determinei que assim fosse desde antes da fundação do mundo. Te elegi para o inferno, para a glória do meu Nome.
- Mas por quê Senhor?
- Ora homem, quem és tu, que a Deus replicas? Dirá a coisa formada ao que a formou: Por que me fizeste assim? Eu me compadeço de quem quero e endureço a quem quero! Criei vasos para a ira e vasos para misericórdia. Você é um vaso criado para a ira.
- Senhor, mas se fui criado para produzir abrolhos, se fui criado para a ira, por que sou condenado por meus frutos?
- Para mostrar a minha maravilhosa Graça sobre os vasos de misericórdia, que foram eleitos antes de poderem fazer bem ou mal, para que ficasse bem claro que a salvação não é pelas obras. Estes foram chamados e puderam ouvir a minha voz, pois os ressuscitei espiritualmente e abri seus ouvidos, a fim de que ouvissem a mensagem do Evangelho e fossem salvos.
- Nunca ouvi tal mensagem. Que Boa Nova é esta?
- Lógico que não, você já estava destinado ao inferno! Mas vou saciar a sua curiosidade antes de mandá-lo para lá. A Boa Nova é esta: A de que Deus amou os eleitos de tal maneira que deu Seu Filho Unigênito, para que todo eleito que é capacitado a n’Ele crer não pereça, mas tenha a vida eterna.
- Ahh, você está falando de Jesus Cristo. Nunca acreditei em sua mensagem. Mas eu pensei que Ele tivesse morrido por toda a humanidade...
- E você acha que eu iria desperdiçar uma gota de meu precioso sangue com alguém que pudesse me rejeitar? Isso iria me deixar frustrado! E um Deus soberano como eu não pode se frustrar! Aliás, já perdi tempo demais com você, Sr. Fulano. Vá para o inferno.

Em Cristo,

Rodrigo

JORGE MÉLO disse...

A minha sugestão para o Leonardo Bruno Galdino é: aprenda com os capítulos e versículos que o Pastor Ciro citou neste post e procure ler mais e entender melhor a Bíblia, para não mais fazer comentários puramente tolos.
DEUS continue abençoando o Pr. Ciro e sua família.

Recife - Pe

Ivan disse...

cheguei um pouco tarde para ler esse artigo, mais pude acompanhar pelo 1º atravez das postagens que ainda existem Muitos que insistem em crer em um Calvinismo cego, que nao deixa as escamas cairem dos olhos para enchergarem através da biblia uma Salvaçao Ilimitada, glória a Deus e ao nosso Senhor Jesus Cristo por isso!(Pela Salvaçao Ilimitada claro!)

“Cristo morreu por nós, sendo nós ainda pecadores” (Rm 5.8).
nao á como nao se alegrar em ler essa passagem e ver que eu que estava distituido da glória de Deus (Rm 3.23) pudesse ser libertado do imperio das trevas e transportado para o reino do Filho do seu Amor( Cl 1.13-14) Aleluia!

Gostei muito da postagem do irmao Rodrigo acima onde mostra atravez de um "acomtecimento futuro ficticio" de como os Calvinistas podem crer ser o Grande Juizo Final. (embora jamais eles digam isso abertamente, é bem isso que eles querem nos induzir a crer).

mais umas perguntas devem ser feitas a eles, que eles sempre rodeiam com palavras mais em resumo as respostas sao facilmente percebidas Ex:
- Uma vez salvo sempre salvo?
- existem predestinados para o inferno?
- Por que pregarmos o evangelho a alguem que já está condenado?
- POr que a biblia está repleta de "VIGIAI"???????
E por ai vai, agora perder tempo , repito perder tempo em estudar a biblia e sair dizendo o que ela nao diz, é de se pensar!

fiquem na paz.
otimo Artigo Pastor.

Ivan Clayton - Servo de Cristo

Ciro Sanches Zibordi disse...

Querido irmão Jorge Melo,

Agradeço-lhe pela participação. Também acho interessante que todos os leitores confiram as referências bíblicas, pois elas são muito mais importantes do que os escritos deste escritor.

Quanto ao irmão Leonardo Bruno Galdino, ele não fez comentários tolos, não. Foram bastante inteligentes, a despeito de eu discordar deles, à luz da Bíblia. Tenho lido alguns textos do irmão Galdino. Ele escreve bem e sem pedantismo, principalmente a respeito do calvinismo. Nem por isso deixarei de usar de sinceridade para com ele, ao discordar de suas argumentações.

Em Cristo,

CSZ

Anônimo disse...

é isso ai pr ciro!!!!!!

matando a cobra e mostrando o pau!!!!!

kkkkkkkkkkkkkkkkkkkkk

coitadinhos dos calvinistas!!!!!

tem um blog que soh fala no senhor!!!!

kkkkkkkkk!!!

bíblia neles!!!!!

claudio

Ciro Sanches Zibordi disse...

Caro irmão Ivan,

Muito boa a sua participação. Que Deus o abençoe mais e mais!

Em Cristo,

CSZ

Ciro Sanches Zibordi disse...

Caro irmão Rodrigo,

A sua parábola é bastante interessante. Porém, o irmão confundiu o Julgamento das Nações (Mt 25) com o Juízo Final (Ap 20). São dois julgamentos distintos. O primeiro ocorrerá ao final da Grande Tribulação, e o segundo é o último grande julgamento, o do Trono Branco.

Mas a sua parábola é bastante elucidativa e traz à tona uma grande verdade. No Trono Branco, aqueles cujos nomes não estiverem escritos no Livro da Vida do Cordeiro serão lançados no Inferno final, o Lago de Fogo (Ap 20.11-15; 21.8; 22.14,15). Os tais ímpios serão julgados segundo as suas obras. E estas são mencionadas claramente nos textos citados.

Fica claro que os ímpios serão condenados por causa de suas obras más (como incredulidade, mentira, abominação, fornicação, idolatria), e não porque não foram eleitos para a perdição antes da fundação do mundo.

Parabéns pela abordagem! Mas estude melhor a respeito dos julgamentos divinos, a fim de evitar confusão entre eles.

Um grande abraço.

CSZ

Ciro Sanches Zibordi disse...

Prezado "cláudio",

Essa sua abordagem zombeteira e provocativa, do tipo fã (fanático) ou torcedor de futebol, em nada ajuda. Não estou medindo forças com os calvinistas. Eu respeito o ponto de vista deles. Mas estou priorizando a sã doutrina, sem nenhum desdouro aos que pensam de modo diferente.

Penso que o irmão deve amadurecer, pois já vi seus sofríveis comentários em outros blogs. O irmão pode pensar que está me ajudando ou me defedendo dos ataques dos calvinistas, se bem que, às vezes, me critica também. Mas está atrapalhando, não a mim, e sim a propagação da mensagem.

Outrossim, procure melhorar um pouco no vernáculo. Aprenda a começar um parágrafo, uma oração uma frase ou um nome com letra maiúscula. Use uma conta para assinar os seus comentários, se possível, etc. Já rejeitei vários comentários seus (na verdade, não tenho certeza se eram seus mesmo) por causa do seu desleixo.

Um abraço.

CSZ

Cicero Leandro Junior disse...

Pr. Ciro, a paz do Senhor Jesus. Antes de ontem, tive acesso, graças a Deus, ao dicionário de hebraico, aramaico e grego de Strong, e rapidamente procurei o significado de "Kosmos" e entre as várias traduções possíveis, o autor afirma que pode ser relacionado a Igreja e justamente em Jo. 3:16 e 3:17. Sei que tal homem, mesmo tendo sido um homem de Deus, é falho, e acredito ser apenas uma interpretação enraizada na doutrina que ele cria. Mas tal interpretação não parece estar fora do contexto de todo o capítulo 3, visto que Jesus fala da necessidade da conversão dos homens?

Fico no aguardo da resposta.

Em Cristo.

walmison godoi disse...

A paz do Senhor Jesus Cristo pastor!

bem, eu precisaria de muiiiintas páginas para discorrer sobre o tal da salvação, predestinado ou não?

Mas quando eu penso que se fôssemos predestinados Jesus era ruim de bíblia (leis e os profetas)!

Imagina:? Nicodemos! Para ser salvo tem que nascer de novo!

ora se ele nasceu predestinado a salvação, nascer de novo para que?

Se ele nasceu destinado ao inferno nascer de novo para que? não entendí Jesus! Era ruim mesmo seus argumentos!

Deus deseja que todos os homens venham ao conhecimento de todo o mistério da piedade para que TODOS sejam salvos! Aliás Paulo diz que é do desejo de Deus a salvação de todos os homens! Não ENTENDÍ DE NOVO! DEUS COM CONFLITO DE PERSONALIDADE! ORA AO MESMO TEMPO ELE DESEJA A SALVAÇÃO A TODOS E PREDESTINA UM MOOOOOOONNNNTE PARA O INFERNO! É, fiquei frustrado só de pensar em tentar entender a tal predestinação! Deus é confuso, não é claro e acabamos de serem fantochinhos!

Graças a Deus que dizem bem!
Sou calvinista! Ainda bem não é? Jesus trouxe salvação a todos antes deste, inventar tal doutrina!
Nosso fundamento é simplesmente de dentro do coração de Deus cujo plano foi antes da fundação do mundo!

Glória a Deus eternamente!

Ciro Sanches Zibordi disse...

Walmison Godoi,

Faltou clareza em sua exposição. O irmão parece ser contrário ao calvinismo, mas depois declara-se calnista. Seja mais claro, por gentileza. Se o irmão tentou ser irônico, no bom sentido, os recursos de linguagem não foram usados adequadamente.

Mas agradeço-lhe pela participação.

Em Cristo,

CSZ

Rodrigo disse...

Querido Pastor Ciro,

Obrigado por seus elogios e por sua exortação. Gostaria de esclarecer, porém, que utilizei a fala de Jesus em Mat.25 apenas como uma forma de ilustrar o Juízo Final. Estou a par de que o Juízo das Nações será um evento distinto, inclusive estive lecionando este trimestre na Escola Dominical sobre este tema, utilizando a revista da CPAD da qual o irmão é um brilhante comentarista.
Um forte abraço,
Rodrigo

Ciro Sanches Zibordi disse...

Querido professor Rodrigo,

Seu esclarecimento é muito importante. E, considerando que o irmão fez menção de detalhes do Julgamento das Nações de modo intencional, a sua parábola torna-se ainda mais interessante! Isso porque muitos predestinalistas confundem Mateus 7.21-23 com Mateus 25.31-46, como se essas duas passagens tratassem de um mesmo julgamento.

Na verdade, Mateus 7.21-23 diz respeito ao Trono Branco (Ap 20.11-15), enquanto Mateus 25.31-36, pelos pormenores ali apresentados, relaciona-se com o Julgamento das Nações.

Em tempo, sou-lhe grato pelas palavras de estímulo.

Um grande abraço.

CSZ

Walmison Godoi. disse...

Sim, Pastor, sou contrário ao calvinismo e tentei ironizar mesmo.

Serei mais claro em futuros comentários, obrigado pela ajuda!

Ciro Sanches Zibordi disse...

Ah, agora eu entendi, irmão Walmison Godoi! Risos...

Que Deus o abençoe!

CSZ

Caio Augusto disse...

Graça e Paz Pr. Ciro

Eu estava a caminho do meu serviço meditando sobre o artigo anterior sobre a salvação, e fiquei muito incomodado á respeito da predestinação.

Graças a Deus ele tem dado discernimentoe entendimento a servos dEle, e não é a primeira vez que um dos seus artigos ampliam meu entendimento e sarão minhas dúvidas.

Que Deus continue sendo glorificado através da sua vida, e que te use para salvar outras vidas.

Paz

Ciro Sanches Zibordi disse...

Caro Heitor Alves,

Sei o quanto o senhor ama o calvinismo e talvez esteja disposto a dar vida para defendê-lo. De nada adiantará, nesse caso, eu responder às suas indagações. Até porque o tom usado pelo senhor deixou a impressão de que está lidando com mais um arminiano equivocado ou preconceituoso.

Que Deus o abençoe.

CSZ