quinta-feira, 2 de julho de 2009

Resposta a um verdadeiro assembleiano que está inconformado com o pseudo-assembleianismo


Recebi uma carta de um cristão assembleiano, de algum lugar do Brasil, que não se conforma com o que está acontecendo em sua igreja. E, como as minhas considerações quanto às suas indagações podem também ajudar a outros assembleianos, resolvi publicar as minhas respostas logo após às aludidas perguntas, como se fosse uma entrevista.

EOS disse: Amado pastor, em primeiro lugar, o seu livro Mais Erros que os Pregadores Devem Evitar é um referencial para a minha vida. Sou membro da Assembleia de Deus, mas prefiro não declarar de onde, por respeito aos irmãos que fazem parte dela. Peço-lhe que dê uma atenção especial a esta carta, pois as suas respostas podem me dar algumas direções para a minha vida espiritual. Qual a sua opinião quanto a pastores que mantêm rádios piratas no ar? O que posso fazer para, pelo menos, não colaborar com o erro?
CSZ responde: Caro irmão, a paz do Senhor. Agradeço-lhe pelas considerações acerca de minha obra e espero ajudá-lo com as minhas respostas. É um grande erro pensar que uma rádio pirata é um meio de evangelização. Paulo usou vários meios para ganhar almas (1 Co 9.22). Mas, seriam lícitos a prostituição e o tráfico de drogas como meios de evangelizar? Imagine um traficante vendendo cocaína ou uma meretriz se prostituindo, e, ao mesmo tempo, distribuindo folhetos evangelísticos aos usuários! Portanto, não ouça programas “evangélicos” mantidos por rádios piratas nem participe deles (Fp 4.8; 1 Co 6.12; 10.23,31; Hb 12.1; 1 Ts 5.22). Aliás, essas rádios também interferem no controle de voos e podem causar acidentes aéreos.

EOS disse: O que o senhor acha de declarações do tipo: “Moça, se quiser casar, case com quem tenha algo que ‘ronque’”?
CSZ responde: O meu conselho para as moças cristãs é outro. Ainda que a parte mencionada pelo tal pastor — se é que eu entendi o que ele quis dizer — tenha a sua importância, no casamento, uma jovem cristã deve casar com um um servo do Senhor, trabalhador, honesto, carinhoso, gentil, etc. Quanto ao “pregador”, pelos termos chulos que empregou, não merece crédito.

EOS disse: Biblicamente, só duas coisas podem me impedir de dar oferta: ir ao altar tendo ofendido ao próximo e a oferta sem gratidão, fé, quer dizer, sem voluntariedade. Como não me sentir mal quando o pastor fala mal de quem não oferta? Devo dar oferta se me sentir humilhado ou obrigado a fazê-lo?
CSZ responde: O termo “oferta”, por si mesmo, responde à sua pergunta. Ele traz em si a ideia de voluntariedade, liberalidade. A Palavra de Deus, em 2 Coríntios 9, nos ensina a contribuir com alegria, espontaneidade, sem segundas intenções. É verdade, também, à luz da aludida passagem, que Deus abençoa a quem contribui, posto que o compara ao semeador que colhe o resultado de sua semeadura. Mas jamais devemos ofertar esperando recompensa — isso é barganha.

EOS disse: Qual é o padrão do jovem cristão?
CSZ responde: O padrão para o jovem cristão está na Bíblia, a nossa regra de fé, de prática e de viver. O cristão que se preza não se conforma com o mundo (Rm 12.1,2), não o ama (1 Jo 2.15-17), tampouco é seu amigo (Tg 4.4). Mas eu me refiro ao mundo que tem o Diabo como deus (2 Co 4.4), isto é, o modo de viver e de pensar das pessoas ímpias. Não serve, pois, para o jovem salvo a linguagem e a música do mundo, o namoro segundo o mundo, o comportamento mundano, etc. Infelizmente, “pastores” estão oferecendo o mundanismo aos jovens dentro de um contexto “cristão” ou “gospel”. É o evangelho-show, o evangelho do entretenimento, hedonista, que satisfaz os desejos da carne, em oposição à natureza espiritual (Gl 5.16-22).

EOS disse: Por que a maioria das Assembleias de Deus está aceitando receber palestrantes motivacionais e pregadores do reteté?
CSZ responde: Há muitos líderes que não têm chamada de Deus e outros que, a despeito de terem sido chamados por Ele, não aprenderam a andar segundo a Palavra. Agindo como Arão, entregam ao povo o que ele deseja. Reúnem multidões de interesseiros e incautos para ouvirem “pregadores” de autoajuda, malabaristas e milagreiros, em vez valorizar os pregadores que apresentam a Ajuda do Alto mediante a exposição da Palavra de Deus. Por quê? Porque tais líderes valorizam mais os efeitos do evangelho do que o evangelho (Mc 16.15-20). E, por causa disso, enganam (ainda que não admitam isso) e são enganados (2 Tm 3.13-15; 4.1-5).

EOS disse: Uma coisa sempre me incomodou: “Fale em línguas, irmão! Você está em pecado, para não falar em línguas?” Quem fala em línguas não é pecador, por acaso?
CSZ responde: Há realmente muito mecanicismo no meio pseudo-assembleiano. Alguém pode vir a falar em línguas quando um pregador manda? Sim, mas não da parte do Espírito! As línguas estranhas — como evidência do batismo com o Espírito ou como dom espiritual — são geradas sobrenaturalmente pelo Espírito, e não quando um pregador manda alguém “dar uma rajada” para mostrar que é pentecostal. Isso é uma prática aberrante, à luz da Bíblia. Quanto à outra pergunta, a despeito de o cristão fiel não estar mais sob o domínio do pecado, ele é pecador, sim (Rm 7.18-25; 8.1-3).

EOS disse: Por que as igrejas de hoje, nas suas convenções, mesmo as pequenas, se preocupam mais com a área financeira do que com as almas que perecem? Falo com conhecimento de causa, pois, apesar de não ser obreiro, tenho parentes pastores e já participei muitas vezes de convenções e reuniões de obreiros. Não sei se isso é de hoje, mas não foram poucas as vezes que ouvi comentários de pastores dizendo: “Tal dirigente não está dando certo. O caixa não está rendendo”. Quais são paradigmas bíblicos para asseverar que um obreiro não é qualificado? É só o financeiro? E aquele herói da fé que nunca pediu nada para ninguém e manteve um orfanato durante muitos anos?
CSZ responde: Tudo isso ocorre por causa do mercantilismo prevalecente nesses últimos dias. A teologia da prosperidade é sedutora e altamente rentável. E os que prosperam financeiramente pensam que isso significa aprovação divina. Tiago trata dessa postura enganosa em sua carta (5.1-6). Infelizmente, tem se multiplicado em nosso meio o número desses falsos obreiros, que só falam em dinheiro ou em desafios para ganhar dinheiro, mercadejando a Palavra (2 Co 2.17). Eles torcem as Escrituras (2 Co 4.2) e estão trazendo sobre si mesmos repentina perdição (2 Pe 2.3; 1 Tm 6.5-10). Um líder chamado por Deus, amante da Palavra, não permanece na falaciosa teologia da prosperidade, a menos que tenha se tornado um falso obreiro (2 Pe 2.1,2; 1 Tm 4.1).

EOS disse: Não sou um crente rebelde ou que está querendo abrir igreja. Sou um crente descontente comigo mesmo e que deseja crescer na fé, conhecimento e graça. A paz do Senhor.
CSZ responde: Entendi perfeitamente as suas motivações ao escrever-me. E louvo a Deus por saber que o irmão tem tido discernimento, demonstrando ser uma pessoa espiritual (1 Co 2.15) e amante da Palavra de Deus (Hb 5.12-14).

Em Cristo,

Ciro Sanches Zibordi

24 comentários:

Alexsander piau alves disse...

A paz do Senhor pastor ciro.É lamentavel pois muitos irmãos assim como este abençoado tem se perguntado a respeito destes assuntos e muitas vezes não encontram respostas.Mais eu agradeço a DEUS por sua vida pastor ciro,por ELE DEUS, ter levantado o senhor e entre poucos como também o nosso pastor e mestre Antonio gilberto para nos ensinar o verdadeiro Evangelho genuino que nos leva para o Eterno DEUS. as vezes pastor ciro quando DEUS me da a opurtunidade de falar a sua Soberana palavra eu choro de tristeza pois eu percebo quem nem todos estão interessados em ouvir a exposicão da mesma e saem do templo para ficar conversando la fora eles não percebem que com esse comportamento disprezam o DEUS da palavra e a palavra de DEUS. E vejo mais e mais em todos os assuntos que o senhor pastor tem abordado tanto nos seus livros publicados e no blog, que eu assim como muitos que amam a palavra de DEUS não estamos sozinhos pois ainda existem sete mil que não se dobram pelos falsos evangelhos da atualidade. mais uma vez agradeço a DEUS pelas respostas a este irmão e a {todos nós assembleianos}.E que possamos refletir neste assunto com carinho...um abraço pastor ciro. e ao DEUS ETERNO seja dada toda honrra glória adoração e poder para todo sempre amém......

Helena disse...

Amado Pr Ciro,
não sei se isso serve como consolo ou como alerta. Mas este problema vem contaminando todas as denominações. As denominações estão perdendo suas identidade Cristãs. Por deixarem a palavra fora dos cultos, e por terem colocado o homem no centro e Cristo fora ou apenas na periferia, algumas igrejas (incluindo muitas da minha denominação), estão completamente fora do foco. Não é um problema da Assembléia não, é um problema da igreja evangélica brasileira. Pr Ciro, nós precisamos de uma reforma urgente na igreja brasileira. Estamos no limite, ou servimos Cristo e passamos a condenar (a palavra é exatamente condenar)todas estas práticas anti-bíblicas ou faremos parte desta igreja corrompida e apóstata.

Felipe Wandork disse...

A Paz do Senhor pr. Ciro,

Sou acompanhante diário deste bloco e acho muito triste ler tudo isto e observar que algumas dessas coisas as vezes acontecem muito perto de nós também. Sou Assembleiano e esse tipo de coisa mancha a seriedade da denominação. Já não se ganha mais almas, pois as almas chegam na igreja e ouvem mensagens apenas para os crentes. É difícil ir a uma igreja e ouvir uma mensagem salvífica, de arrependimento, de libertação. Ao contrário, o que ouvimos são mensagens cheias de promessas que ao invés de libertar aprisionam os crentes.

Mas só pra lembrar: "e conhecereis a Verdade e a Verdade vos libertará. Jo 8.32"

Fiquem na Paz do Senhor Jesus!

Anônimo disse...

o desabafo do irmão, penso ser um choro velado em muitos corações. Há muita gente machucada, crentes feridos. Decepcionados.
Penso que se não acordarmos logo, Deus irá prover para nós uma reforma, pois nós em alguns casos não estamos diferentes do catolicismo dos tempos de Lutero.
A reforma poderá nos tornar "pequenos" de novo, e trazer de volta a Biblia aos pulpitos Assembleianos.
Que Deus nos ajude!

Dedé disse...

Quase chorei... passo por algo assim também!
Um dia lhe mando um e-mail!
A paz do Senhor!

Debora Zibordi disse...

A paz do Senhor, Pr. Ciro.

Graças a Deus pelo seu posicionamento! Ainda bem que temos pregadores como você que se importam em defender unicamente a verdade das Escrituras!

Precisamos orar para que o Senhor continue sendo o Pastor Supremo em nossas igrejas! A Ele a honra, o domínio e a glória eternamente!

Amei ler este texto! É lindo, comovente e necessário em nossos dias, sejamos nós jovens, crianças ou adultos! Amém, Pr. Ciro!

Deus te abençoe e use com poder para lutar contra o mal e abrir nossos olhos espirituais!

Um grande abraço, tio!

TIAGO VIEIRA disse...

No movimento pseudo-assembleiano há várias aberrações, essa geração que está se agregando a igreja agora, estão aprendendo errado, sendo assim essas doutrinas tendem a se multiplicar. Por outro lado muitas igrejas assembleianas, de fato, não possuem um crescimento expressivo de membros, muito menos financeiro, mas lutam pela Verdade.
A Maioria de nós quando colocamos as duas na balança, "valorizamos" mais a mais "pesada", a mais "gorda", a mais rentável.
Estes tempos em que vivemos muitos estão errando, não por não querer acertar, mas sim por não saber qual caminho é o certo. Muitos que estão dentro destas pseudo-assembleia são pessoas sinceras na fé, porém como ainda não conhecem a Verdade, acham que já estão na verdade. Muitos são enganados.
Existe várias Assembleias de Deus, identificar a verdadeira, para quem ainda nunca viu a verdadeira é muito díficil.

Leonardo Macambira disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
Ranieri disse...

A Paz do Senhor varão.

Mais um ótimo texto,mata as dúvidas de muitos irmãos.Já me fizeram muitas perguntas semelhantes,e ainda bem que Deus me deu graça.Só não sabia que as rádios piratas poderiam causar acidentes aéreos.

Já fui convidado pra pregar numa rádio pirata no fundo de um ferro velho,em Inajá,no interior do Paraná e se eu falasse que não pregaria numa rádio pirata talves magoaria a irmã que me convidou,gente simples do interior,o amado entende.Eu também não dava importância pra isso.Mas se é ilegal,não façamos.

Quanto ao pseudo-assembleanismo é bem verdade que ele continuará crescendo e se fortalecendo em nossas igrejas.Um dos motivos são os obreiros que evitam falar a verdade com pretexto de evitar falatórios,contenda e murmuração no meio do povo.

Tenho pra mim que ensinar a verdade é uma coisa e semear contenda entre os irmãos é outra bem diferente.Essa desculpa é muito desfarrapada,se quiserem me enganar que inventem outra.

Gostei doque o irmão falou sobre o pecado de Arão:o que faz a vontade do povão.

Tem um que eu gostaria de comentar,o pecado de Jeroboão:que mata os sacerdotes de Deus e consagra a qualquer um,e cerca o seu povo com a idolatria.

As coisas ficam cada dia mais difíceis mas gosto de um versículo que o Pr.Paulo Romeiro sempre faz uso:

Sl119:63 ...Companheiro sou de todos os que te temem e dos que guardam os teus preceitos...

Um forte abraço.Ranieri.

Presbítero Marcelo Mitrach disse...

A paz do Senhor Pastor Ciro. É impressionante, parece que esta carta foi escrita por mim. Os cristãos tem que tomar um choque de 220 para acordarem e tomarem uma posição perante o que está acontecendo. Amém!

Anônimo disse...

Pastor Ciro,

A Paz do Senhor. Quando comecei a ler o artigo pensei que se referia a uma carta que lhe escrevi a algum tempo devido tamanha semelhança e lembrei-me do que está escrito em:
1 Pedro 5:8 Sede sóbrios, vigiai. O vosso adversário, o Diabo, anda em derredor, rugindo como leão, e procurando a quem possa tragar;
1 Pedro 5:9 ao qual resisti firmes na fé, sabendo que os mesmos sofrimentos estão-se cumprindo entre os vossos irmãos no mundo.
Andei muito decepcionado e inconformado chegando a entrar em depressão achando que estivesse fora da vontade de DEUS por repudiar tamanha bizarrice.
Mas que possamos resistir por o diabo está ai procurando quem possa tragar.

Sds,

Conservo Diác. Francisco Junior

Pr Luis Eduardo disse...

A Paz do Senhor!!!

Glorifico ao nosso Deus pela sua vida Pr Ciro!!!!!

Lendo os comentários sobre o desabafo de nosso irmão assembléiano, tenho a certeza que estamos vivendo como Paulo disse: dias trabalhosos, apostatas e obreiros sem chamado, ou até com chamado porém sem qualificação...
Ao nosso irmão que escreveu esta carta digo que mudar de deniminação não irá resolver o problema, mas ter maturidade de saber que essas situações estão ocorrendo em quase todas as assembléias, porém que ele seja uns dos 7.000 que não dobraram o joelho para baal, em meio a esta geração e fase tão difícil que estamos vivendo....
Que ele possa dialogar com seu próprio pastor e dizer aquilo que pensa á respeiro disso tudo..

Vamos continuar lutando pela conservação do genuíno evangelho!!!!!!!!

Anônimo disse...

BOM DIA CIRO, BOM DIA IRMÃOS!

Li o artigo em questão, as perguntas e respostas.
Mas o que mais me chamou a atenção, foi o título:Resposta a um verdadeiro assembleiano que está inconformado com o pseudo-assembleianismo.

Mais um vez Ciro, me senti um peixe fora d'água. A forma como se inicia o artigo, "Resposta a um verdadeiro assembleiano", me dá uma sensação de sectarismo, facção.

Isso é uma coisa que me incomoda no meio da igreja. Este pensamento de separação, denominacional.

Me pergunto Ciro, onde foi que a IGREJA se perdeu, se dividiu desta forma.Onde nasceu este pensamento de divisão. Tenho certeza que no coração de DEUS não foi.

"Quero dizer com isto, que cada um de vós diz: Eu sou de Paulo, e eu de Apolo, e eu de Cefas, e eu de Cristo." 1º Co 1:12.

Com este pensamento fazemos do CORPO de CRISTO o que Victor Frankenstein, no romance de Mary Shelley, fez ao criar um ser humano. Retalhos!

Que o SENHOR, através do seu SANTO ESPÍRITO nos conduza à unidade, não ao ecumenismo e hipocresia, mas a situação que nos fará criar o CORPO DE CRISTO nesta TERRA e não apenas "RETALHOS", PEDAÇOS (denominações).

Toda honra, toda glória ao DEUS que procura uma família (rm 8.29), ao FILHO que procura um CORPO (1 cor 12.27), e ao ESPÍRITO que procura um TEMPLO (1 cor 3.16).

Luis Carlos
Joinville/SC

Elaine Cândida disse...

Essas - entre outras - questões, muitas vezes, deram um nó na minha frágil mente cristã: por que pessoas separadas para representar as verdades da Bíblia através do seu testemuho de vida com Jesus estão dando tantos maus exemplos, fazendo tudo (ou quase tudo) o que a Bíblia condena?

Aos poucos entendi que salvação é individual e eu devo cuidar da minha cruz, somente, sem me deixar abater por essa visão mais ampla que Deus me deu da coisa. Em vez de ficar choramingando pelos cantos, melhor será orar, interceder, aconselhar e denunciar esses comportamentos escandalosos, para que o Senhor alcance esses corações e os modifique enquanto há tempo.

Não estou querendo dizer que o irmão que te escreveu ficou choramingando pelos cantos, tampouco que devemos fazer vistas grossas a essa vergonhosa realidade dos nossos dias. Mas sim que eu fiquei assim, no início: choramingando e pedindo ao Senhor para não me mostrar nada disso, afinal, se a multidão era feliz em viver de aparências, por quê eu também não poderia ser?

Ele (o Senhor) foi bem claro em me responder quanto a isso: Nenhum cristão foi chamado para viver de aparências e praticar um evangelho torto, contraditório à Sã Doutrina. Todos foram chamados para seguir os exemplos de Cristo e santificar-se a cada instante (Jo 2.6; Hb 12.14). Muitos têm desvirtuado a pureza dos filhos de Deus, mas os poucos que não desistirem do Caminho Estreito nunca errarão a porta de entrada do Céu (Is 35.8; Jo 10.9; Mt 7.13-14). Certo é que Ele (Deus), sendo o Deus de justiça que é e não tendo jamais o culpado por inocente (Fp 1.9-11; Jó 35.2; Na 1.3) cobrará de cada um a maneira como viveu o Evangelho de Cristo, a forma como usou os dons que recebeu, a má utilização da Bíblia e de cada tesouro dos Céus que foi disponibilizado aos homens para que Jesus fosse glorificado aqui e vidas se achegassem a Ele pelo bom testemunho dos salvos.

Por isso, devemos mesmo nos levantar e proclamar a Verdade; jamais nos calar diante dessa profanação que anda acontecendo dentro da Casa de Deus, promovida por mãos que deveriam estar abençoando mas, por causa de seus interesses pessoais, da altivez dos seus espíritos ou simplesmente por falta de sabedoria (que deveria ser buscada do Senhor - Tg 1.5) estão espalhando mais que juntando. (Mt 12.30)

Que o Senhor mantenha sempre abertos os nossos olhos espirituais, aguce cada vez mais nosso discernimento e nos firme cada vez mais na Sua Verdade, para que todos possamos nos encontrar com Ele naquele grande Dia, vestidos com vestes brancas, levando uma coroa de honras para celebrarmos Jesus!

Paz de Cristo seja com todos!

Ciro Sanches Zibordi disse...

Caro irmão Luís Carlos,

A paz do Senhor.

Apesar de eu conhecer o seu equilíbrio quanto ao evangelho de Cristo, tenho de lhe dizer, com franqueza, que o irmão se enganou em sua sensação acerca do título do presente artigo.

Não há nada de sectário no aludido título. Eu só quis fazer distinção entre um crente que segue aos princípios bíblicos que a Igreja Assembleia de Deus sempre esposou de outros pseudo-assembleianos que apenas pertencem à denominação, sem nenhum compromisso com os mencionados princípios das Escrituras.

Eu também me incomodo com a separação denominacional, mas ela é necessária. Não existe unidade verdadeira, se esta não for em torno da verdade. É isso que a Palavra de Deus nos ensina em Efésios 4. Amor sem verdade não subsiste. Unidade sem amor e sem verdade também não se sustenta.

Como os crentes da Assembleia de Deus e Igreja Batista, por exemplo, vão viver em comunhão com as igrejas unicistas, se estas negam a fundamental e inegociável doutrina da Trindade? Como viveremos em comunhão com os triunfalistas, com os seus inúmeros desvios da Palavra de Deus?

A doutrina divide, sim, caro Luís Carlos! E essa divisão é necessária! A divisão que Deus não aprova é a que ocorria dentro da igreja de Corinto, como o irmão mencionou, onde verdadeiramente havia partidos, facções, "panelinhas". Mas não pense que todas as igrejas evangélicas e pseudo-evangélicas devem se unir. Isso não é bíblico. Não há verdadeira unidade sem compromisso com a sã doutrina.

Que Deus o abençoe mais e mais.

CSZ

Anônimo disse...

Quero dizer ao irmão EOS, que não se preocupe com isto não, porque é mister acontecer tudo isto no final dos tempos, a Bíblia fala de falsos apóstolos 2 corint. 11.vers.1-15, falsos mestres 2 pedro 2,falsos profetas 1 joão 4. vers.16 falsos doutores Tito 1 vers.10-16, 2 joão.1 vers.4.11 falsos irmãos 2 corint.11 vers. 26, gál. 2 vers. 4 maus obreiros filip. 3. vers.2 e os que promovem escandalos contra a doutrina rom. 16. vers.17.18.
Examine a Bíblia toda de genesis ao apocalipse que vc. vai crescer na graça e no conhecimento do SENHOR JESUS 2 PEDRO 3. VERS.18, que vc. não vai se embaraçar com nada nesta vida 2 timot. 2. vers. 4.
Tão somente vamos ganhar almas para JESUS e ensinar aos novos convertidos a palavra de DEUS e orar pelo pastor Ciro entre outros homens de DEUS que estão sempre de plantões para combater estes modismo e heresias no meio do povo de DEUS.
O meu alvo e o alvo de todo servo fiel a DEUS é o Paraíso Eterno, vamos prá frente sem perder o alvo, porque JESUS está voltando.
DEUS continue abençoando o Pr. Ciro e família.

jorgeferreiramelo@hotmail.com
Dirigente de Escol.Bílica Dominical

RECIFE - PE

Anônimo disse...

Ciro, amado irmão!

Agradeço por suas palavras.
Concordo quanto a separação que devemos fazer, trigo e joio.

Quero afirmar que meu coração exulta pela sua posição irmão, Cristocêntrica.

Escrevi não para atacá-lo, mas para expressar e suplicar; MARANATA! Vem SENHOR nos buscar para nos fazer um.

Ore por mim, oro por ti.

Luis Carlos
Joinville/SC

claudio pimenta disse...

A verdadeira assembleia ! a antiga creio que so existe no interior do brasil , nos lugares remotos onde ainda fazem cultos ao ar livre , as antigas campanhas evangelisticas, pastores que ganham apenas o minimo para sobreviver e nao andam com seguranças secretarios , tesoureiros, agendas marcadas a preço de CARRO importado!

Livre em Jesus disse...

Graça e Paz á todos os sete mil irmãos que não se dobraram diante de Baal, Glórias á Deus por isso!
Infelizmente muitos lideres não tem mais buscado a direção de Deus para nomear ou sequer consagrar obreiros e pastores,até não se ve tanto o nepotismo religioso mas,um certo partidarismo e um tal de mais próximo.
Sou diácono e numa reuni;ão de obreiros em meu distrito o responsável distrital que é evangelista disse assim:
"-Irmãos voces precisam estar mais próximos,quem não é visto não é lembrado,olha,olha o fim do ano taí,e não podemos mentir lá na consagração precisamos estar mais próximos nos ver mais..."
Bem,im aginem cada um por sí,que tipo de obreiros se achegarão...
Só Deus,mas tenho visto muitos frustrados trocarem de ministério,mas isso não adianta,precisamos nos manter firmes,para anunciar a próxima geração que Dehus é o mesmo ontem hoje e será eternamente!Não muda e sim os homens,a Palavra de Deus permanece,não passa e é fiel.Lembremonos da palavra de Pedro:
Cap.3
15 antes santificai em vossos corações a Cristo como Senhor; e estai sempre preparados para responder com mansidão e temor a todo aquele que vos pedir a razão da esperança que há em vós;

André Quirino disse...

Amado pastor Ciro, a paz do Senhor!

Realmente, o pseudo-assembleianismo tem tomado proporções gigantescas, o que tem feito com que pessoas pensem que ele é o verdadeiro assembleianismo. Isto causa uma má fama em toda a denominação Assembleia de Deus (não estou me valendo de nenhuma ufania doentia, ou idolatrando a AD, mas este é o assunto do post).

Inclusive, naquele e-mail ("Evangelhos que eu jamais vou pregar") que enviei ao senhor recentemente, digo que muitos ficam decepcionados ao término de minhas pregações, porque não sigo ao evangelho empirista, nem sou adepto do "reteté". Por que há essa decepção por parte de alguns? Porque eles fazem parte do pseudo-assembleianismo.

Mas dou graças a Deus que ainda há homens como o senhor, compromissados com o Deus da Palavra e a Palavra de Deus, que pregam o genuíno Evangelho de Cristo, sem deturpações. Portanto, continue nessa força.

Um abraço!

Ranieri disse...

A paz do Senhor amado.

Concondo com o que disse o nosso amado irmão Pr Luis Eduardo:..Que ele possa dialogar com seu próprio pastor e dizer aquilo que pensa á respeiro disso tudo...

Mas "em alguns casos" isso é o mesmo que "cavar uma cova e se jogar dentro".O indivíduo saberá quem é por ele e quem não é.Isso é abrir o coração para pessoas erradas.

Lamentável realidade.

Vanzuite disse...

A paz do Senhor, caro pastor Ciro. Aproveitando esta matéria de grande valia, gostaria de te fazer algumas perguntas, cujas respostas creio que irão me auxiliar:
a) Sou assembleiano e sei que o meu pastor é homem de Deus, realmente chamado para o ministério. Mas, algumas vezes ouço ele e alguns obreiros do ministério ao qual pertenço falarem: "profetiza sobre a vida do teu irmão". Sou apenas um membro, mas haveria alguma maneira de mostrar aos meus irmãos que esta fraseologia está incorreta à luz da Bíblia?

b) Outra pergunta: Ouvi meu pastor falando a respeito das pessoas que falam demais, e aí ele proferiu aquela frase que me arrepia a espinha: "cuidado com o que falas, as palavras têm poder". Acredito que as palavras tenham poder, mas no limite do que está escrito na Bíblia, principalmente na epístola de Tiago; e não conforme alguns ensinam (sobre o poder criativo da palavra). Mas uma vez a minha indagação é: como membro posso auxiliá-lo a ver a maneira errada como tem ensinado?

c) Esta é minha última pergunta/observação: na minha carteira de membro vem escrito no verso: "O Brasil é do Senhor Jesus, povo de Deus declare isto". O que eu faço neste sentido?

Conclusão: Tenho a impressão que falta a estes obreiros conhecimento da origem destes jargões. Creio honestamente que não falam por mal. Porém, há de ter uma maneira de mostrar-lhes que estão errados. Peço que me ajude.

Deus continue te abençoando.

Everton Ferreira disse...

As dúvidas e o inconformismo desse irmão refletem a mesma angústia reprimida de milhares de assembleianos (inclusive a minha). Por trás de uma denominação que se prepara para comemorar seu primeiro centenário, existe uma Igreja ferida, que luta para manter sua fé viva, mas cujos desafios são tão grandes quanto os serviços prestados por ela ao cristianismo nos últimos 100 anos.

A paz de Cristo,
Everton.

André Sto Pedro disse...

a Paz do Senhor Pr. Ciro!!!

Dou graças a DEUS por congregar em uma igreja Assembléia de Deus, onde meu Pr. tem zelado pela palavra de DEUS!!! Sabemos que por muitas vezes dentro do mês "pregadores" ligam se oferecendo para pregar e fazer a tal "campanha do envelope", mas os tais tem sido rejeitados e passado longe do templo aonde congregamos!!! Temos culto de ensinamento todas as terças-feira, e confesso que por muitas vezes saimos com os "lombos" feridos, tamanho o peso da palavra nos ensinada. Mas considero isto importante, pois o povo que quer ir para o céu, tem que comer comida forte, com tempero e deixar de lado palavras de auto-ajuda que em nada edificam. Temos ouvido muito em nossa igreja, palavras de santificação e dou GLÓRIAS A DEUS, por tudo isto, pois isto tem feito nossa igreja abençoada e ungida pela UNÇÃO DO SANTO!!!
Tenho visto por algumas vezes alguns programas de TV, chamados de evangélicos, com ensinamentos de como ficar rico ou de como determinar a benção; Outro dia vi a chamada de um "evento" de um famoso pr assembleiano (aquele do cabelo esticado e com muito gel) dizendo que iria dar um "tapa na cara do inimigo" e consequentemente com tal ato levou o povo ao "delirio". O que quero dizer é que nestes ultimos dias, muitos tem pregado, mas poucos tem falado realmente o que DEUS requer de nós que é a santificação, sem a qual ninguém verá o SENHOR.
Por isto digo mais uma vez, que não me importo em ouvir palavras "duras" mas que edificam a igreja, assim como tem sido aonde eu congrego!!! aos que só querem vitórias, saiba que para conquista-las é necessário primeiramente lutar, e não ficar esperando tudo "cair do céu" como muitos tem pregado por ai!!! DEUS não tem compromisso com quem não quer andar conforme a SUA PALAVRA nos ensina.

Abraços e fiquem na paz do Senhor Jesus Cristo!!!

André Sto Pedro