sexta-feira, 24 de julho de 2009

É possível perder a salvação, se ela nos foi concedida pela graça de Deus? (4)


Danilo Neves disse:

Sugiro, pastor Ciro, analisando a maneira argumentativa do irmão com Leonardo Galdino, que trabalhe mais o texto de Romanos 8.26-39 de maneira EXPOSITIVA em seu blog. O desafio está lançado para os dois. Se alguém quer saber se crente perde ou não a salvação, deve passar por esse texto, com muito temor, sem preconceitos, filosofias ou lógicas. Gostaria também que os irmãos fizessem mais o uso dos autores que cada um gosta de ler e que são influenciados.

Por curiosidade, pastor Ciro, quais são os teólogos que o influenciaram para ter essa visão sobre a salvação? Que livros estão na sua estante ou apostilas que o irmão gosta de consultar? Por favor, não venham com a resposta: “Vou na fonte, que é a Palavra de Deus”. Digo isso porque essa resposta tem se tornado um chavão quando questiono um pastor ou um teólogo quanto às influências que ele recebeu na teologia. Graça e paz, a todos, em Jesus, o Filho de Deus. Amém!

Minha resposta:


Prezado desafiador Danilo Neves,

A sugestão seria muito boa, ótima, se a sua motivação e a do seu companheiro Leonardo Galdino fosse mesmo conhecer melhor a Palavra de Deus! Mas, pelos comentários que acabei de ler nos blogs de vocês,
o pastor Ciro Sanches Zibordi é apenas mais um pentecostal/arminiano, semi-pelagiano, que tem muitos textos bons, mas quando o assunto é Soteriologia há controvérsias, e do qual só podemos esperar obstinação”. Ou seja, para que desafiar um pobre pentecostal, ignorante, que sequer cita, em suas argumentações, os teólogos que o influenciaram?

Vi que vocês dois estão juntos num “combate”, a fim de “me responder satisfatoriamente”. Muito “nobre” o objetivo de vocês! Querem ver mais um pobre pentecostal — que deve ter em sua estante como fonte de pesquisas apenas uma Bíblia surrada na versão Corrigida de Almeida (como se isso fosse pouco nas mãos do Todo-poderoso!) — sem respostas ante as “irrefutáveis verdades” do calvinismo!?

Oh, que grande e estimulante desafio, jovens eruditos! Respondo a vocês como Jó respondeu aos seus “amigos”: “Na verdade, que só vós sois o povo, e convosco [ó, predestinalistas] morrerá a sabedoria” (Jó 12.2).

Sinceramente, jamais aceitaria um desafio inglório como esse, pois não usarei o meu precioso tempo em debates inúteis, com pessoas que se consideram superiores aos seus irmãos na fé, em razão de estes não serem predestinalistas ou seguidores de todas as “verdades” do “infalível” Calvino! Mas continuarei expondo o assunto em apreço de maneira biblicocêntrica, respondendo a pessoas maduras, que verdadeiramente desejam conhecer melhor a gloriosa doutrina da salvação. Não tenho tempo para desafiadores, cuja “nobre” motivação é ver mais um ignorante pentecostal derrotado.

Que Deus verdadeiramente os ilumine!

Ciro Sanches Zibordi

10 comentários:

Victor Leonardo Barbosa disse...

Olá pastor Ciro, a Paz do Senhor! esse é um dos debates sem sobra de dúvida mais disputados da cristandade evangélica.

Em breve estarei escrevendo, se Deus assim permitir, uma série de artigos sobre esta questão.

Um forte abraço e Paz do Senhor!

Maxmiler Freitas disse...

Pastor Ciro meus parabéns pela postagem!

A sua posição foi muito boa. Eu lamento profundamente o fato de ter essa disputa entre irmãos em Cristo.

Se eu estiver errado por favor me corrija, mas ao meu ver todo crente tem um pouco da visão calvinista e um pouco da visão arminiana e o que "quebra" são os exageros. Temos que buscar o equilibrio e deixar a disputa para os jogadores.

Deus abençoe!

http://milerfreitas.blogspot.com

Landelino disse...

Pr. Ciro Graça e Paz!
Concordo com o Sr. em evitar debates desta natureza, pois sabemos que não leva a lugar algum. Até porque não é de hoje esta discussão; há séculos no Cristianismo persiste este embate (se não me engano deste de Agostinho e pelágio passando por Calvino e Armínio chegando aos dias atuais). Disputas como estas são tolas! Evitemos o "evangelho teologicocêntrico" e optamos pelo o que é salutar: O "Evangelho Cristocêntrico"!
Deus continue lhe encorajando a fim de que possas defender o Evangenho genuíno e nos presenteando com artigos e mensagens inspiradoras.
Yahweh te Abençõe!

Anônimo disse...

A paz do Senhor Pastor Ciro.
Estava olhando rapidamente o blog e gostei muito de sua atitude.
Está de parabéns.
Tem certas coisas que não valem a pena fazer.
Eu gostaria de aprender um pouco mais sobre o evangelho. É possível o senhor me passar algo?
Um abraço e que Deus continue o iluminando e lhe dando muita unção.
Máximo Loui.
Meu email é maximo.loui@yahoo.com.br

Ciro Sanches Zibordi disse...

Amados irmãos,

A paz do Senhor!

Como disse o irmão Landelino, disputas dessa natureza são tolas. Mas eu continuarei tratando do assunto em apreço, priorizando pessoas maduras, dispostas a ensinar e aprender, sem essa postura infantil de "mostrar-se superior".

É difícil manter diálogo com pessoas que, de tão mergulhadas em suas teorias, sequer conseguem entender a diferença entre possibilidade e realidade. Um dos imaturos jovens (citados no texto), por exemplo, me mandou um comentário (não publicado) dizendo que eu afirmei que Judas Isacariotes se salvou está no céu. Ora, quem sou eu para opinar sobre salvação ou perdição de alguém? Esse assunto é com Deus!

Mas a série continua.

A paz do Senhor!

CSZ

Pastor Mozart Paulino disse...

Pr Ciro, a Paz do Senhor.

I Co 6:3-4

"3 - Se alguém ensina falsas doutrinas e não concorda com a sã doutrina de nosso Senhor Jesus Cristo e com o ensino que é segundo a piedade,
4 - é orgulhoso e nada entende. Esse tal mostra um interesse doentio por controvérsias e contendas acerca de palavras, que resultam em inveja, brigas, difamações, suspeitas malignas."

Vivemos dias trabalhosos em várias âmbitos da vida.

Essa questão "doutrinária predestinalista", entre outros, para mim em particular, se enquandra no texto bíblico acima.

Excetuando sua intenção nesse blog, que é orientar aqueles que de fato são humildes e verdadeiros (I Pe 3:15b), mesmo que não haja concordância, tenho visto um espírito de arrogância e soberba da parte de alguns irmãos e "irmãos" (não errei em colocar um entre aspas e outro não) em seus comentários, e até mesmo artigos em seus respectivos blogs.

Ninguém é obrigado a concordar com os outros, mesmo que se utilize as Escrituras Sagradas.

Temos o livre-arbítrio em assim fazê-lo. Até porque cada um prestará conta de si mesmo a Deus, e não ao fulano de tal ou cicrano (o próprio teólogo "predestinalista" afirma isso no grande livro "calvinista" de Romanos capítulo 14:12).

Quem não gostar das palavras do pastor Ciro, que é até mais paciente que eu em tratar com os contradizentes, basta não acessar mais o blog.

Agora, se não consegue deixar de ler os artigos, suspeito que os tais são predestinados a serem como os fariseus da época de Jesus e de Paulo, que sempre ouvem e nunca aprendem.

Lembre-se, essas minhas palavras não são para os verdadeiros servos que querem aprender, mesmo que continuem calvinistas.

Tenho inúmeros amigos calvinistas que são mais humildes que alguns "teólogos" de plantão.

Um verdadeiro calvinista que conheço, e até mantenho contato, é mais humilde que muitos que tenho visto: Reverendo Hernandes Dias Lopes.

Inclusive o Reverendo Hernandes tem mantido nessas semanas, em seu programa Verdade e Vida, uma exposição sobre os cinco pontos do calvinismo.

Que diferença da humildade desse homem com os faladores.

Ele pregou na Assembleia de Deus em Pernambuco. E a mensagem dele não foi sobre predestinação.

Que incrível.

Após meu último comentário no blog do pastor Ciro, dois irmãos deixaram de acompanhar meu blog. Quem será o próximo?

Que o Senhor continue te abençoando meu amigo Ciro, como também aos verdadeiros servos do Senhor que acompanham esse blog, sendo ou não calvinistas.

A Paz do Senhor.

MSP

JP Mayer disse...

Isso mostra o quanto alguns se agarram mais em idéias decoradas de outros do que na própria Bíblia. Estudemos, mas não debatamos a Bíblia. Ela não precisa da ajuda de ninguém para explicar-se.

Continue com os estudos, Pr. Ciro!

Elaine Cândida disse...

É exatamente por haver tantos crentes deixando de ser influenciar por Jesus Cristo e Sua Palavra, e dando maior ênfase aos "influentes teólogos dos séculos" que a igreja virou esse esbandalho dos últimos dias.

Em vez de crescerem na graça e no conhecimento de Deus, estão se aprofundando na letra pura e simplesmente, numa disputa - no mínimo tola - sobre quem sabe mais.

E em vez de estarem evangelizando e fazendo discípulos, cumprindo o que Jesus mandou a igreja fazer (Mt 28.19-20; Mc 16.15-16), estão se envolvendo (ou, antes, propondo) questões loucas e até conflitantes.

Continue pregando a verdade pastor Ciro, com essa sabedoria que Deus te deu para não se desviar do propósito de Cristo para Sua igreja, se deixando participar dessas discursões sem fundamento.

O Senhor é contigo.

Shalom.

JOSUÉ MIGUEL disse...

Meu querido irmão em Cristo, a paz do nosso Senhor e Salvador Jesus Cristo. Concordo plenamente contigo meu querido a respeito da sua resposta para essas duas pessoas. Porque eles não lançam um desafio para eles mesmo e saiam para evangelizar. Enquanto tem almas sendo ceifadas por satanás, essas pessoas ficam procurando "coisinhas" para afrontar verdadeiros homens de Deus? MIsericórdia...fica em paz meu querido, pois Deus é contigo.

Luciano Lourenço disse...

O pr. Mozart falou sobre o rev Hernandes Dias Lopes. Realmente, concordo com ele. É um fantástico homem de Deus. Pregou aqui em minha Igreja(Assembléia de Deus em Fortaleza-Ce). Foi uma mensagem que mexeu com os corações, inclusive com o meu. Já li vários livros dele, inclusive estou lendo, atualmente, o De: Pastor, A: Pastor. É um livro fantástico que recomendo a todos os pastores. Ele é calvinista? Talvez! Mas, é um homem de Deus, e seguidor de Cristo. Um detalhe: muito humilde. Diferente dos seguidores de Calvino.
Pr. Ciro, acho que o Leonardo está aprendendo muito com você. Ele vai escrever um livro? Aproveitou-se dos seus ensinos, pr. Ciro! Acho que agora vai deixar de ser seguidor de Calvino, para ser seguidor de Cristo, e ter a Palavra de Deus como regra de fé e prática.
Deus o abençoe sempre!