sexta-feira, 13 de fevereiro de 2009

Você é adepto do ismismo?


Há uma tendência de identificar tudo com o sufixo “ismo”. Tenho visto, na grande rede, muitos acadêmicos (e academicistas) inventando “ismos” para descrever certos comportamentos, sem observar que já existem vocábulos relacionados aos tais comportamentos. Fiquei pensando se essa tendência de se criar novos “ismos” não poderia fazer surgir um outro “ismo”: o ismismo (termo que ainda não consta dos dicionários).

O sufixo “ismo” (gr. -ismós,oû) designa: doutrina, sistema, teoria, tendência, corrente, etc. Ele identifica movimentos sociais, ideológicos, políticos, opinativos, religiosos e personativos, através dos nomes próprios representativos, ou de nomes locativos de origem, etc. Citarei abaixo alguns “ismos” e grifarei aqueles que todo estudioso da Bíblia e da teologia deveria conhecer (se bem que é importante conhecer a todos, ainda que de modo nocional).

Você sabe o que é ablativismo? E absintismo, absolutismo, abstracionismo, academicismo, actinomorfismo, adventismo, aeromodelismo, aforismo, africanismo, alarmismo, alcoolismo, alpinismo, altruísmo, amadorismo, anabatismo, analfabetismo, anarquismo, anglicismo, antagonismo, antipapismo, antropocentrismo, apriorismo, arabismo, aristofanismo, aristotelismo, arminianismo, artificialismo, aspermatismo, astigmatismo, ativismo, atletismo, atomismo, autodidatismo, autometamorfismo, automobilismo, automorfismo, autoritarismo, etc.? Ufa!

Sabe o que representam os “ismos” da letra b, como banditismo, behaviorismo, biotropismo, bipartidarismo, bolchevismo, botulismo, brasileirismo, budismo, etc.? E os da letra c, como cacografismo, calvinismo, canibalismo, capitalismo, casuísmo, catolicismo, caudilhismo, cavalheirismo, charadismo, charlatanismo, chauvinismo, ciclismo, cinismo, classicismo, coletivismo, colonialismo, comensalismo, companheirismo, comunismo, conceitualismo, concretismo, conformismo, congruísmo, construtivismo, corporativismo, criacionismo, cristianismo, cromatismo, cubismo, curandeirismo e outros?

Haja “ismo”! Sabe o que representam estes “ismos”, iniciados com as letras d e e: dadaísmo, deísmo, derrotismo, despotismo, diletantismo, dimorfismo, egocentrismo, egoísmo, egotismo, electrogalvanismo, eletromagnetismo, empirismo, empreguismo, enciclopedismo, epicurismo, equilibrismo, erotismo, escapismo, escravismo, esnobismo, esoterismo, espiritismo, estrabismo, estrangeirismo, estrelismo, eufemismo, evangelicalismo, evangelismo, evolucionismo, existencialismo, expansionismo, expressionismo, extremismo, etc.?

Que tal verificar a definição de cada um dos “ismos” das letras f, g, h, i, j, l e m, como fanatismo, fascismo, fatalismo, favoritismo, feminismo, fetichismo, feudalismo, formalismo, franquismo, funcionalismo, futurismo, galicismo, germanismo, getulismo, gongorismo, grecismo, gregarismo, halterofilismo, hebetismo, hedonismo, helenismo, heroísmo, hibridismo, homossexualismo, humanismo, iatismo, igualitarismo, iluminismo, ilusionismo, imediatismo, imperialismo, inatismo, indianismo, individualismo, islamismo, isomorfismo, italianismo, jornalismo, judaísmo, latinismo, liberalismo, lusismo, lusitanismo, machismo, magnetismo, malabarismo, maneirismo, marxismo, masoquismo, materialismo, mecanicismo, mecanismo, mercantilismo, metamagnetismo, microssismo, militarismo, misticismo, modismo, monoteísmo, montanhismo, montanismo, mundanismo, mutismo, etc.?

E os “ismos” das letras n, p e q, como nacionalismo, nanismo, narcisismo, nazismo, neocolonialismo, neologismo, neopentecostalismo, nepotismo, nervosismo, nomadismo, nudismo, ocultismo, onanismo, oportunismo, otimismo, paganismo, paisagismo, paludismo, panteísmo, papismo, paralelismo, pára-quedismo, parasitismo, parlamentarismo, patriotismo, pedagogismo, pentecostalismo, peristaltismo, peronismo, pessimismo, platonismo, pluralismo, populismo, positivismo, pós-modernismo, preciosismo, presidencialismo, profissionalismo, protecionismo, protestantismo, psicologismo, psiquismo, puritanismo, puxa-saquismo, quixotismo e outros?

Bem, a lista de “ismos” é muita longa... Mas ainda gostaria de citar alguns “ismos” das letras r, s, t, u, v, x, e z: racionalismo, raquitismo, realismo, reformismo, regionalismo, relativismo, reumatismo, rotacismo, sadismo, satanismo, saudosismo, sectarismo, secularismo, sentimentalismo, silabismo, silogismo, simbolismo, sincretismo, sionismo, socialismo, sonambulismo, tabagismo, tecnicismo, teísmo, totalitarismo, traumatismo, triunfalismo, tropicalismo, truísmo, ufanismo, umbandismo, unicismo, vandalismo, virtuosismo, vocalismo, xenofobismo, zen-budismo...

Bem, é claro que há outros
“ismos”, não mencionados neste artigo. Mas, se o leitor não quiser ser mais um ismista — pessoa que tem a tendência de inventar “ismos” —, confira antes os dicionários e enciclopédias. Afinal, são tantos e tantos “ismos”...

Ciro Sanches Zibordi

2 comentários:

Matias Borba disse...

Nossa, quanto "ismos", to até znzo, rsrs...

Mas sua postagem fica clara, o homem sempre cria algo novo para divulgar suas ideologias.
São como certos pregadores invencionistas que não desejam usar a Bíblia como sua fonte de subsídios.
Parabens!

Pastor Mozart Paulino disse...

È pastor Ciro,

São tantos invencionismos que dói nossos ouvidos e olhos.

Ops, quero dizer, são tantas invenções.

Um grande abraço no seu coração,

MSP