domingo, 5 de outubro de 2008

Resolvi “liberar perdão” aos maldizentes de plantão


Tomando emprestada a linguagem gedozista ou emedozista (dos irmãos que seguem aos movimentos G-12 ou M-12), gostaria de “liberar perdão” aos “amáveis” irmãos que vêm me “elogiando” com palavras “abençoadoras”.

Alguns desses irmãos (irmãos?) têm feito isso escondendo-se atrás do anonimato, enquanto outros se valem de blogues com perfis anônimos e certas comunidades do Orkut, como constatei, ao velejar pela grande rede.


Só para citar um exemplo, um desses
“amáveis” desocupados e maldizentes de plantão criou recentemente um blog anônimo, mas ele próprio (como já aconteceu algumas vezes em meu blog) não consegue esconder-se atrás do anonimato, em razão de empregar o mesmo estilo que usa em seu blog não-anônimo e nas diversas comunidades do Orkut em que atua como moderador. Além de maldizente, desocupado, etc., é ingênuo...

Mas gostaria de “liberar perdão” a todos vocês, irmãos (irmãos?) maldizentes, pelas seguintes razões:

1) Por eu não poder responder a cada um de vocês, individualmente. Isso ocorre em razão de escreverem verdadeiros “jornais” para dizer o que poderia ser dito em um único e pequeno parágrafo. Procurem ser mais sucintos, por gentileza.

2) Por eu não ter tempo de participar dos “edificantes” debates que vocês promovem. Para quem não sabe, eu tenho família; escrevo livros, artigos e apostilas para seminários; viajo muito para pregar a Palavra de Deus; e tenho de me preparar muito para isso. Eu sei que para quem não tem nada para fazer durante o dia, a não ser ficar entrando e saindo do Orkut, a fim de ver se alguém respondeu ao seu novo tópico ou comentário, escrever longos textos não lhe traz prejuízo... Mas me compreendam, por favor.

3) Por eu ler e reler o texto de vocês e continuar achando que não disseram nada proveitoso. Que maldade! Sei que o meu pensamento de que a Palavra de Deus é infalível e inerrante não agrada vocês. E, neste espaço, tenho mencionado muitos versículos bíblicos, não é mesmo? Desculpem-me de eu irritá-los com tantas citações das Escrituras. Reconheço que considero os argumentos de vocês ocos e sem real fundamentação bíblica. Tenho sido mesmo muito mau...

4) Por eu ter a convicção de que vocês querem fazer valer as suas preferências pessoais. E, por não obterem da minha parte uma resposta, resolvem, de maneira “digna”, usar “lindos” adjetivos a meu respeito. Mas, pensando bem, se vocês consideram que podem ignorar as verdades da Palavra de Deus, a fim de andarem como bem entendem, eu “libero perdão” a vocês por isso.

5) Por eu fazer com que alguns de vocês (que ainda continuam com essa atitude “admirável” de fãs, e não de servos de Deus) concluam que este blog não lhes serve para a edificação. Por que sou tão cabeça-dura, a ponto de não reconhecer que canções (em estilos musicais pra lá de dançantes) e falações de auto-ajuda são mesmo a solução para todos os problemas da humanidade? Como tenho sido inflexível... Por que tenho de considerar sempre a Bíblia a minha regra de fé, de prática e de vida? Por quê? Por quê? Por quê?

6) Por não escrever para agradar as pessoas, massageando os seus egos, em razão de eu ter um compromisso com o Deus da Palavra e com a Palavra de Deus. Sei que, se alguém não gostar, não precisa ler os meus artigos, pois há tantos e tantos blogues na grande rede... Mas não vão pensar que os considero pessoas indesejáveis por aqui, hein! Todos vocês são bem-vindos! Por isso,
lhes “libero perdão”.

7) Por eu desejar que deixem essas efemeridades que vêm seguindo. Espero que vocês entendam que o meu desejo, ao dizer as contundentes palavras contidas neste blog, é motivá-los a receber o Senhor Jesus Cristo, não como astro, não como revolucionário, não como Papai Noel... Afinal, caros maldizentes de plantão, a despeito de se considerarem donos da razão, vocês ainda não entenderam o que significa receber a Cristo como Senhor e Salvador...

Com amor e
“liberando perdão”,

Ciro Sanches Zibordi

29 comentários:

Mozart Paulino disse...

Expetacular. Pastor Ciro, suas palavras foram certeiras e corretas.

O anonimato, para mim, só pertence àqueles que não possuem personalidade ou não tem convicção suficiente para defender seus dogmas.

Quando digo anonimato, me refiro a àqueles que não se identicam em hipótese alguma.

Pode-se até alegar que não possuem blog.
Isso não justifica.

É preferível mostrar o rosto. Não paga nada para construir um blog.

Fica trânqüilo meu amado irmão Clóvis. Nós, que temos uma linha teológica calvinista, e outros irmãos, têm um espaço guardado no coração grande do pastor Ciro.

Um graciosa paz a todos os irmãos que verdadeiramente respeitam a opinião alheia (como sempre tem feito o pastor Ciro), e não tem colocado suas fundamentações teológicas acima da pregação do Evangelho.

MSP

Alex Esteves da Rocha Sousa disse...

Pr. Ciro, essa expressão "liberar perdão" é de fato curiosa. É como se o perdão fosse uma energia emanada do perdoador, o senhor não concorda? O pessoal que "libera perdão", a quem o senhor respondeu de forma espirituosa, usa essa frase como que com o objetivo de dizer que estaria emanando de seu coração um poder perdoador. Pelo menos essa é a impressão que fica.

josiel disse...

Prezado Pastor,

A paz do Senhor!

Observo como o Evangelho Genuíno continua causando transtorno áqueles que insistem em não obedecê-lo (At 17:6).
Alexandre o latoeiro (2Tm 4:14), morreu há muito tempo, mas o seus discípulos continuam por ai embaixo dos palcos batendo suas matracas sem quererem ser incomodados por pregadores e ensinadores que estão lutando como Paulo com o objetivo de salvar alguns, mostrando que para ver o Reino de Deus e entrar no mesmo, só é possível mediante o novo nascimento(Jo 3:3,5).E só é nascido de Deus aquele que assemelha-se a Cristo.
Glória a Jesus pela disposição em ´´liberar perdão´´!

Um pouco mais edificado que ontem,

Josiel

Silvio Araujo disse...

Pr Ciro,
a paz do Senhor!

"Tremendo", isto foi "tremendo".
Esperamos que após esse "Encontro", essas "Células" cegas passem a ter outra "Visão"!

Deus o abençõe

http://vedeoscampos.blogspot.com/

claudio disse...

belas colocaçoes mais uma vez

incrivel que a cada cresce o numero de crentes que nao querem ouvir nem obedecer a verdade

querem ouvir coisas belas e boas

mas exortaçoes de mudança de vida nada

e isso ciro libere perdao para os g dozista,mdozista, e outros zista que aparecem por ai todo dia


A PROPOSITO O QUE HOUVE COM AQUELE SR ELIZEU DOS postes ofenssivos ?

Lucimauro*Assembléia de Deus disse...

A paz do Senhor pastor ciro!
ótimo testo,parabéns.

Ademir foz disse...

Paz do Senhor pastor

bonita foto hein...
o blog continua uma benção parabéns
um abraço!

Ciro Sanches Zibordi disse...

Caro irmão e amigo Ademir,

A foto é realmente bonita! E ilustra bem a "liberação de perdão".

Manda a paz para os irmãos aí de Foz do Iguaçu. Se Deus quiser, nos veremos no ano que vem, pois agendei umas palestras no "Semear".

Um abraço.

CSZ

Ciro Sanches Zibordi disse...

Prezado Claudio,

Não gosto de fazer juízo de valor sobre pessoas, mas tenho visto atitudes deploráveis do aludido blogueiro. Disseram-me, inclusive, que ele criou um blog só para denegrir a imagem de um certo pastor. O blog é oxisdaquesto.blogspot.com.

Eu tentei entrar no mencionado blog para conferir, mas descobri que somente os "encontristas" podem entrar... Imagine quão "tremendas" são as coisas ditas ali... Mas nada fica oculto diante do Senhor.

Deus o abençoe!

CSZ

Ciro Sanches Zibordi disse...

Caro amigo calvinista e pastor Mozart,

Gostei do MSP!

Agradeço-lhe pelas palavras de incentivo. Um pouco de bom humor de vez em quando não faz mal. Afinal, até na Bíblia encontramos linguagem espirituosa e ironias!

Alguns se valem do anominado para se preservarem, ante situações constrangedoras, como o pedido de um conselho acerca de uma questão íntima. Mas outros se valem do anonimado para xingar, menoscabar, ironizar, etc.

CSZ

Mozart Paulino disse...

Amador Pastor Ciro,

Imaginei que o irmão gostaria da minha nova assinatura "MSP".

Na verdade fui inspirado por um grande servo do Senhor que assina dessa forma: "CSZ".

O irmão já sabe quem é? rsrsrs

Um grande abração no seu coração de quem o ama e respeita,

MSP

Elizeu Rodrigues dos Santos disse...

O perdão é representado como uma dívida. Se pagamos, nosso nome sai do SERASA interior. E esta é uma dívida que não devemos ter, em vista do que o mestre ensinou: "perdoa... assim como já perdoei verdadeiramente aqueles..."

cincosolas disse...

Pr. Ciro,

Fico aliviado por não estar "contemplado" no seu post. Pois creio que o que temos em comum sobrepuja aquilo em que pensamos de forma diferente. E acima de tudo, está o nosso Senhor, que é o mesmo.

Espero que quando vier a Foz do Iguaçu tenhamos oportunidade de nos encontrar pessoalmente, pois moro numa cidade vizinha e terei prazer em ir ouvi-lo.

Em Cristo,

Clóvis

Ciro Sanches Zibordi disse...

Caro Clóvis,

Por graça de Deus, estive em Foz do Iguaçu duas vezes neste ano e tive o privilégio de, nas duas ocasiões, visitar as Cataratas. Tenho já um agendamento para 2009. Se Deus quiser, poderemos nos encontrar.

Em Cristo,

CSZ

Lucivaldo de Paula disse...

muito bom o comentário que o senhor fez,e sempre vou lhe admirar;porque eu sei,eo senhor sabe,que a honra, e a glória,é para nosso Senhor e salvador Jesus Cristo. A paz meu querido Pastor. Porto velho-Ro

Ciro Sanches Zibordi disse...

Caro Lucivaldo,

A paz do Senhor!

Agradeço-lhe pelas palavras de incentivo. Mande uma saudação de minha parte ao pastor Joel Holder.

Um grande abraço.

CSZ

Ciro Sanches Zibordi disse...

Caro pastor Mozart,

É bom saber que, no mundo virtual, podemos conhecer amigos reais. Que Deus o abençoe! Agradeço-lhe pelas palavras.

CSZ

Ciro Sanches Zibordi disse...

Caro professor Alex, a aludida expressão e outras fazem parte do vocabulário dos "outros evangelhos". Que Deus nos guarde, a fim de que nos mantenhamos na simplicidade do evangelho (2 Co 11.3,4).

Em Cristo,

CSZ

Ricardo disse...

Por qual motivo você utilizou aspas nas palavras?

Ciro Sanches Zibordi disse...

Ricardo,

O uso das aspas é óbvio.

Mas, por qual motivo o seu nome mudou de Elizeu para Fernando, e de Fernando para Ricardo? Qual será o próximo?!

CSZ

Pr. Newton disse...

Prezamado pr. Ciro,

Sempre fico muito honrado, em poder visitar o seu blog.

É incrível ou extraordinário, que os inventores do "Tremendo", ou heréticas falações, com argumentos deteriorados e sem base bíblica continuam a zombar da vida de muitos incautos em favor da causa tremenda, e outros rabiscos tremendos de mentiras e invencionices do G-12, não podemos -de maneira nenhuma- descansar, mas sim, incomodar aos tantos que promovem estas heresias.

Aproveito também para enfatizar, que é uma vergonha, existir em um blog, usuários que sentem medo de mostrar o seu nome e sobrenome. Imaginem se fosse obrigatória a foto? rsrsrsrs. Afinal, se esconder do quê e por quê?

pr.Newton Carpintero
www.pastornewton.com

Joabe disse...

Pr. Ciro,

E agora além de postar anonimamente, agora esse camarada ta usando pseudonimo ? E fez até outro Blog ? Meu Deus! Esse menino tem algum problema. So liberando perdão para ver se ele aprende. Aqui no Ceará, isso seria chamado de "frescura" da parte dele.rsrsrs

Pastor escrevi um comentário no artigo os frutos do g-12, o senhor viu ?

Ciro Sanches Zibordi disse...

Caro Joabe,

Pois é... O curioso é que "vários" anônimos usam o mesmo computador!

Eu vi sim o seu comentário sobre os frutos do falacioso movimento G-12, o qual é, sem dúvida nenhuma, um "outro evangelho", que confunde os crentes desavisados.

O G-12 enquadra-se no campo das doutrinas falsificadas (o falso bem), diferentes das doutrinas falsas (o mal declarado). Por isso, faz com que muitos não percebam o quão pernicioso é esse movimento, até mais do que as seitas, uma vez que apresenta a mentira misturada com a verdade. Daí ser um "outro evangelho" (cf. 2 Co 11.4; Gl 1.8; 1 Co 15.1,2).

Suas análises são sempre bem-vindas.

Um grande abraço.

CSZ

Raimundo Costa disse...

Caro Pr. Ciro

Ninguem é obrigado concordar com tudo que fazemos ou falamos, mas podemos fazer isto (a critica) de maneira respeitosa e ética.
É assim que os verdadeiros Cristãos devem agir.

Abraços,

RdoCosta

Raimundo Costa disse...

Desculpem a ignorancia... mas podem me dizer o que quer dizer g-12?

RdoCosta

Pr. Cleber Rodrigues disse...

Paz do Senhor amado pastor, tenho por indicação de um amigo visitado o seu blog e observado algumas questões em debates e percebo que são inuteis e vãs. (Tt.3.9)

a Bíblia nos fala na carta de Paulo a Tito "Ao homem herege, depois de uma e outra admoestação, evita-o, sabendo que esse tal está pervertido e peca, estando ja em si mesmo condenado." (Tt.3.10,11)

Paulo disse mais ao Jovem Pastor Timoteo... Porque virá tempo em que não suportarão a sã doutrina; mas, tendo comichão nos ouvidos, amontoarão para si doutores conforme as suas proprias concupiscências; e desviarão os ouvidos da verdade, voltando às fábulas.(2 Tm. 4.3,4)

Vamos sofrer as aflições, sóbrios em tudo, fazendo a obra, cumprindo o nosso ministério e deixando de lado esses pervertidos condenados.

Anônimo disse...

Esse é um erro grave que perverte a maravilhosa doutrina do perdão.
O perdão é um santo remédio mas só para quem perdoa. A pessoa que é perdoada (ou não) vive normalmente.
Na visão gedozista se você não libera perdão você está prendendo outra pessoa. Isso é uma heresia estúpida.
A outra heresia sobre o perdão é o velho sacerdotalismo romanista que os zé-póstolos popularizaram. São eles que liberam perdão para suas ovelhas.
Colocaram novamente um intermediário entre Deus e homem que não o Senhor Jesus Cristo.

Tamar Souza
São Paulo SP

Anônimo disse...

A paz do Senhor!!

O Pastor Ciro é, sem dúvida, um homem levantado por Deus para esta geração, pois atualmente os crentes sinceros e que realmente conhecem a palavra de Deus não sabem mais o que fazer durante alguns cultos diante de tantos modismos e práticas antibíblicas que invadiram a Igreja.

Refiro-me às práticas de mandar todo mundo profetizar bênçãos para o irmão que está ao lado, determinar a vitória, dançar, imitar animais etc e etc...

Aliás, encontrei no site da Assembléia de Deus de Juazeiro - BA um artigo escrito pela missionária Hairan de Souza que exemplifica o que estou falando. Vejam o link:

http://www.assembleiadedeusjuazeiro.com.br/ler.asp?id=515

Um abraço,

ANTONIO.

Rodinei Lucas disse...

o perdão é Graça, a ser dada por Deus, assim como a condenação é a desgraça do ser, que perdoado e limpo, ainda comete o mesmo desatino.
Não se refere ao perdão divino, perdoar por descaso, mas vale o que está em I 1.18.