quinta-feira, 18 de setembro de 2008

Os fundamentos se transtornam. Que pode fazer o justo?


Amados irmãos, todos que acompanham os artigos e mensagens que insiro neste blog, bem como lêem os meus livros e artigos, publicados pela CPAD, sabem da minha preocupação quanto aos desvios do verdadeiro evangelho. Não escrevo sobre determinados modismos e heresias verificados “entre nós” (At 20.30; 2 Pe 2.1) por prazer. O problema é que, nesses últimos dias, muitos crentes desavisados estão seguindo a enganadores. E cabe a mim defender a verdade e alertar o povo de Deus (Mt 7.15-23; Ez 33.8; Jo 7.24; 1 Pe 4.17).

Um versículo que tem me levado a refletir muito é Salmos 11.3: “Na verdade, que já os fundamentos se transtornam; que pode fazer o justo?” O que representam os fundamentos? As inegociáveis doutrinas e verdades da Palavra de Deus. E hoje muitos estão abrindo mão delas ou pregando-as de maneira diferente. Mas observe a pergunta do salmista: “... que pode fazer o justo?”

Como justos — não de nascimento, mas justificados pelo Senhor (Rm 5.1) —, não devemos ficar “olhando a banda passar”. O justo pode fazer muita coisa! Pode orar, pois a oração feita por um justo pode muito em seus efeitos (Tg 5.16). Oremos pela igreja brasileira.

Oremos pelos líderes, pregadores, ensinadores e cantores, a fim de que não mercadejem o evangelho (2 Co 2.17). Infelizmente, vemos na mídia homens que já foram considerados expoentes da sã doutrina mercadejando a Palavra. Antes, opunham-se à falaciosa teologia da prosperidade e aos desvios na área da batalha espiritual, mas agora tornaram-se os principais defensores dessas e de outras doutrinas falsificadas. Os fundamentos se transtornam. Que pode fazer o justo? Orar (At 4.29-31; Ef 6.18,19).

Mas não apenas oremos. Preguemos a verdade, ainda que os enganadores — que querem permanecer no erro — fiquem furiosos. Graças a Deus, há ensinadores, pregadores e líderes que, ao serem alertados sobre seus desvios, à luz da Palavra de Deus, refletem e tomam uma posição ao lado da Bíblia. Por outro lado, há os que se enfurecem, ameaçam, dizem que vão processar, desafiam, chamam para a briga... São esses homens de Deus? Os fundamentos se transtornam. Que podemos fazer? Pregar a verdade, assim como fizeram Ezequiel e Estêvão, não temendo nada (Ez 2; At 7).

A Palavra de Deus diz: “Conjuro-te... que pregues a palavra, instes a tempo e fora de tempo, redarguas, repreendas, exortes, com toda a longanimidade e doutrina. Porque virá tempo em que não sofrerão a sã doutrina; mas, tendo comichão nos ouvidos, amontoarão para si doutores conforme as suas próprias concupiscências; e desviarão os ouvidos da verdade, voltando às fábulas. Mas tu sê sóbrio em tudo...” (2 Tm 4.1-5). Que pode fazer o justo ante o abalo dos fundamentos? Ser sóbrio em tudo e pregar a verdade, sempre.

Vemos na mídia homens que já defenderam a verdade com intrepidez, verdadeiros profetas do Altíssimo, os quais outrora se levantavam contra movimentos que torcem o evangelho, como o falacioso movimento G-12 — que envolve práticas antibíblicas como regressão psicológica, “liberação de perdão”, inclusive a Deus, maldição hereditária, teologia da prosperidade, hipnose disfarçada, etc. —, agora defendendo-os e associando-se a eles por puro interesse comercial (2 Pe 2.3; 1 Tm 6.9,10; Ef 5.5). Não bastasse isso, usam o tom ameaçador como arma. Se esses não se arrependerem, de nada adiantarão as suas evasivas naquele grande Dia, ante o Justo Juiz (Mt 7.21-23; 2 Pe 2.1-3,20-22)!

Que podemos fazer como justos? Orar e falar a verdade, sempre!

Ciro Sanches Zibordi

20 comentários:

Pr. Newton disse...

Prezamado pr. Ciro,

A sua intrepidez, não é comum, aos covardes, mentirosos e interessados em resultados financeiros.

A sua intrepidez, repito, é comum aos verdadeiros servos de Deus, somente encontrados no púlpito de algumas poucas igrejas, e não em verdadeiros palcos de adoração ao ser humano, com suas eloquentes palavras de sabedoria humana, e títulos que substituem o título pastor.

O título de Doutor em:

Divindades, Psicologia, Sociologia e outras gias, tomaram de vez o coração dos vaidosos e arrogantes, e muitos possuem a vergonha de ser chamado de pastor. Afinal, é melhor ser bispo ou apóstolo.

Agradeço sempre a Deus por sua vida, e que a semente das suas observações possam ser avaliadas, por muitos, na recuperação de tantos e tantos, desviados da verdade.

Deus seja contigo!

pr. Newton Carpintero
www.pastornewton.com

Silvio Araujo disse...

Prezdo pastor, continue firme em seu propósito. Este é um tempo em que precisamos de verdadeiros profetas que digam o que Deus ordena e não o que o povo quer ouvir.
Citando uma pregação de C.H. Spurgeon, temos hoje muitos pastores apancentando as ovelhas do rebanho do Senhor mas há um crescente número de entretenidores de bodes.

Graça Souza disse...

A paz do Senhor, pr. Ciro.
É com muito pesar que também vejo o declínio do povo na atualidade . Muitos estão cegos e errantes, e outros,estão desviando-se da verdade absoluta de Deus. Entendemos que todas as coisas que estão acontecendo neste momento, terão seu ápice, e como toda fervura alcançará o máximo...mas entendo também que ainda nos resta fôlego, ñ podemos jamais deixar de agir como João Batista. Que o Senhor nos ajude a ficar firmes. Jesus está voltando! Graça e paz! Graça Souza

Victor Leonardo Barbosa disse...

Força pastor Ciro!!

urgente gospel disse...

Olá, reverendo sanches.Gosto de ler seu blog.Tenho uma opinião sobre essa e outra postagem que o senhor colocou. Aquela que se referia ao G12 e o evangelista de tv que se defendeu de acusações posso dizer:ele foi infeliz ao dizer que pode se associar á homens que declaradamente cometem désvios da palavra de Deus.Quanto a essa, posso dizer o seguinte: há sem dúvida uma politica na igreja de favorecimento para determinados grupos. Pois,se não existisse isso, não sairia uma reportagém no menságiro da paz falando de um evento onde está dois grandes expoente da pregação e dão enfâze só pra um(o do grupo favorecido) e deixam o outro de lado,da mesma forma que não dão a mesma enfâze ao aniversário da igreja mãe.Aliás o evento em questão é muitas veses duramente criticado por pessoas desse grupo(favorecido) mas, pelo fato do reverendo Jósé W bezerra ter pregado no vento o mesmo deixou de ser um evento de emocinados e meninos?Espero que entnda! não quero fazer polêmica nem defender pessoas que se desviam do caminho mas é necessário vermos os dois "lados da moeda".Abração e fique na paz de Cristo.

Paulo Cézar de Lima disse...

Pastor Ciro...

poucos dias atras, vi em uma comunidade do orkut, um tópicos sobre o cometário feito por vossa pessoa quanto as palavras de um tele evangelista...

alguns membros da mesma diziam que o senhor gosta de criticar aqueles que estão na mídia evangélica, e que esse é o seu real objetivo...

claro que, esses estão contaminados com as falácias desses que se dizem "pregadores do evangelho", mas que deveriam ser considerados como "deturpadores do evangelho"

a verdade tem que ser falada, a igreja está a cada dia sofrendo com essas falsas teologias...

continue firme, fale a verdade custe o que custar, pois tenho certeza disso, Deus lhe recompensará por tudo...

Paulo Cézar de Lima
Blog Poder e Autoridade

Ciro Sanches Zibordi disse...

Prezado Paulo Cézar,

Não dou atenção a certas comunidades, pois elas deturpam o que as pessoas falam. Eu, por exemplo, não citei o nome de ninguém. Isso faz parte de minha postura; não exponho pessoas, não as chamo para debates; apenas escrevo, no sentido de alertar o povo de Deus.

Se eles dizem que eu gosto de criticar aqueles que estão na mídia evangélica, de certa forma têm alguma razão, pois a maioria dos programas ditos evangélicos não pregam o evangelho. Eu disse: "a maioria". Mas eu não faço referência a pessoas, e sim a heresias, modismos, desvios da Palavra.

Em Cristo,

CSZ

Miguel Neto disse...

Pastor Ciro, vejo neste seu post uma confirmação daquilo que Deus vem falando ao meu coração fortemente nos últimos tempos.

Foi esse sentimento. Foi essa percepção do que está em nossa volta. Foi a convicção de que algo devemos fazer.

E, essencialmente, a fé de que esse "algo a fazer" deve nascer do coração de Deus, que me levou a viabilizar, depois de muito trabalho e pesquisa, a VerdadeTV! Uma webTV, creio em Deus, que vem para fincar uma bandeira do pleno e verdadeiro evangelho na Internet. Que veio para apresentar a voz e a imagem de autênticos pregadores da VERDADE.

Por questões éticas, não me sinto à vontade de usar este espaço para divulgar o endereço da VerdadeTV! Afinal, sou um defensor da VERDADE e não mais um marketeiro interessado em NETWORK.

Fique à vontade quanto a isso.

P.S. Ainda aguardo seu retorno sobre nosso último contato.

Fique com Deus.

E que a PAZ e a VERDADE de Cristo permaneça no coração de todos que lêem seu blog.

Verdadeiramente,

Miguel Neto

Marcelo Oliveira disse...

A Paz do SENHOR! Pr. Ciro!

É realmente preocupante vermos homens que outrora eram comprometidos com a sã doutrina estão deixando o genuíno evangelho por amar ao dinheiro (I tm 6.10) e introduzindo heresias em nossos arrais ... oremos ao SENHOR que o venha levantar mais cristãos com os irmãos em Beréia que analisavam as escrituras porque de bom grado receberam a palavra, examinando cada dia nas Escrituras se estas coisas eram assim (At 17.11). Que o SENHOR continue te abençoando com discernimento para alertar os crentes incautos para não cair nestes desvios de perdição.

http://blogdomarcelooliveira.blogspot.com/

Joabe disse...

A Paz do Senhor.
Pastor Ciro, concordo com o que foi dito para orarmos “pelos líderes, pregadores, ensinadores e cantores, a fim de que não mercadejem o evangelho” e pregarmos “a verdade, ainda que os enganadores — que querem permanecer no erro — fiquem furiosos.” E também concordo com sua posição de não citar nomes. Entretanto, foram feitas duras criticas a CPAD e a CGADB, por um pastor da mesa diretora da Convenção geral que fazem sentindo, e que a meu ver deveriam ser esclarecidas. Quanto a usar da justiça comum , eu não encarei como intimidação. Pois quem não deve não teme. E apesar de discordar em alguns pontos doutrinários como esse pastor, acho que os internautas estão abusando e deturpando o que ele diz.

Um Abraço ,

Joabe Ferreira

Ciro Sanches Zibordi disse...

Prezado Marcelo Oliveira,

A paz do Senhor!

Graças a Deus, o irmão entendeu qual é a minha motivação ao escrever este artigo. Estou preocupado em ver homens que outrora eram compromissados com a sã doutrina, mas agora deixaram o genuíno evangelho, em razão de amarem o dinheiro (1 Tm 6.10). É isso mesmo, infelizmente.

Vemos em 2 Pedro 2.1-3 como o amor ao dinheiro é perigoso e leva até mesmo pessoas resgatadas a negarem a Palavra de Deus, desviando-se do caminho da verdade (2 Pe 2.20-22). Que Deus tenha misericórdia de nós, a fim de que nunca coloquemos o nosso coração nas riquizas (Mt 6.19-21).

Em Cristo,

CSZ

Ciro Sanches Zibordi disse...

Prezado Miguel Neto,

Fiquei muito feliz com a sua iniciativa e já lhe respondi por e-mail. Conte comigo nesse maravilhoso projeto. Precisamos mesmo levar a verdade através dos meios de comunicação.

Em Cristo,

CSZ

Ciro Sanches Zibordi disse...

Caro Antoniel Gomes da Silva, que assina como URGENTE GOSPEL:

Agradeço-lhe pelo "reverendo", mas não precisa exagerar... Risos.

Vejo claramente que o irmão leu e interpretou muito além do que eu realmente escrevi. Não falei nada de política eclesiástica.

Na verdade, eu citei exemplos genéricos sobre homens que estão na mídia, mas a cada dia desviam-se mais e mais da Palavra de Deus, em razão de terem outros interesses. É isso.

Não faço juízo de valor sobre pessoas, a não ser que haja necessidade de se fazer isso, por exceção à regra. Sigo aos exemplos do Senhor Jesus e de Paulo, que, na medida do possível, evitavam citar nomes (Mt 7-15-23; 23.23-28; 2 Co 11; Tt 1; Fp 3.18).

Como o irmão está se referindo a outro assunto, não vou sequer comentá-lo, posto que desvia do objetivo do meu artigo, além de fomentar discórdia gratuita, o que não é (e nunca foi) o meu interesse, neste blog.

O meu desejo é que o povo de Deus saiba discernir, à luz da Palavra de Deus, entre a verdade e a mentira. O que é necessário, mas muito mais necessário, do que ver os "dois lados da moeda" é valorizarmos os fundamentos da Palavra de Deus, que a cada dia são deixados de lado. E é isso que eu abordo neste artigo, e não disputas políticas.

Deus o abençoe, meu caro. Um grande abraço.

Respeitosamente,

CSZ

Ciro Sanches Zibordi disse...

Caro Joabe,

O irmão comete o mesmo engano (por falta de observação) do internauta Antoniel, "personalizando" um texto impessoal.

Observe, por gentileza, que o meu texto é generalista; não há nele especificidades, como o irmão sugere.

Se alguém fez crítica a A, B ou C (em termos de instituições), não foi esse o meu foco, neste texto. Estou falando de algo muito mais relevante, que é a negociação do inegociável, a inversão de valores, a negação da verdade, a falsificação da doutrina, e tudo isso por puro interesse comercial (2 Co 2.17; 2 Pe 2.1-3).

Por outro lado, se eu fosse mesmo opinar sobre o assunto que o irmão e o colega acima mencionaram, mostraria um lado que vocês certamente desconhecem. Caso contrário, saberiam porque alguém é capaz de usar uma hora de um programa caro somente para atacar instituições, deixando de usar o tempo para a pregação do evangelho de Cristo.

Mas, como eu já disse, não é o foco desse artigo.

Deus o abençoe.

CSZ

Anônimo disse...

Fabio (Sorocaba, SP)

Pastor Ciro, paz do Senhor.

Não precisa publicar, mas quero deixar aqui o meu paracer:
A COISA, TÁ FEEEEEIA!!!! risos

EDILSON VALDECI disse...

Pr. zibordi,

A paz do Senhor.

Fico feliz por estar participando do seu blog. Vejo que este assunto é muito propício para os dias atuais,pois está relatando fatos que ocorrem dentro de nossas Igreja. Tem acontecido também em Pernambuco,essa situação tem se tornado intolerável. Homens e mulheres desvirtuando a santa palavra de Deus. Contudo tenho dado graças ao Senhor Jesus,por ter levantado servos comprometidos com a santa escritura.Continue nessa caminhada e que não se aparte da tua boca o livro desta lei. Deus continue lhe abençoando.

urgente gospel disse...

Agradeço pela explicaçâo!Nâo tive a intençâo de fomentar nem um tipo de contenda,apenas dà uma opiniâo.Gosto de ler o seu blog em parte, por isso: o senhor responde sem fazer polêmica e nem postagens apelativas.No entanto,reitero não foi intencional, pode ser que eu tenha interpretado mau sua postagem.Quanto ao: "reverendo"rsrsrs è sò uma questão de respeito, por o senhor ser um pastor, pregador do santo evangèlho.QUE Deus continui abençoando sua vida e nâo se irrete rsrsrsrs vou continuar visitando o blog e dando a minha pequena contribuição.Abração

josiel disse...

Apesar de tudo a Bíblia é a Palavra de Deus(Charles Finney).

Josiel.

tiago pekly disse...

pastor me ajude! Em uma certa igreja no DF um pastor aceita homosexuais na igreja claro que eles tem direito a salvação, mas a questão e que eles estão a anos na igreja e continuam usando roupas de mulher e indo ate com os namorados de mesmo sexo aos cultos.Eu tenho condenado isso mas as pessoas da minha igreja e ate minha familia dissem que eu não posso falar nada pq o pastor e o anjo da igreja e não posso ir contra o pastor.
Essas pessoas são ricas, por isso ele tolera que eles vão a igreja com os namorados do mesmo sexo,ainda usam roupas femininas, um tem ate seios e disse que não vai tirar pq não se sente bem sem eles, e isso eles estão a mais de 1 ano na igreja e o pastor ja deu ate cargos para eles um deles e professor de jovens na escola dominical. Eu sou contra essas coisas e sempre que o assunto e invocado eu condeno e digo que vai tudo pro inferno pois não houve transformação e os lideres da igreja devido a oferta deles aceita tudo isso e apoia eles. Pastor eu estou realmente pecando? sera que tudo que eu aprendi com o pastor tulio barros no rio de janeiro estva errado? Não creio que como obreiro da casa de Deus , sou diacono, deva aceitar esse tipo de pratica somente pq essas pessoas tem um nivel financeiro elevado.Por favor pastor me ajude.
meu email e alphas.21@hotmail.com

Cristo a única Esperança disse...

A paz do Senhor

Devemos orar, e seguir Rmomanos 16v17 e paralelos;
Estamos vivendo tempos de crise e o evangelho virou um grande comércio, onde se prega tanto o amor tirando o pão de cada dia dos lares de pessoas fracas;
Existem muitas lenhas (Pv26v20) porém a maioria ainda não passol pelo processo necessário para serem incendiados pelo fogo espiritual que queima de dentro para fora;