terça-feira, 20 de novembro de 2007

Resposta a um ameaçador de plantão


Caros irmãos, como eu disse na postagem anterior, recebo diariamente algumas ameaças dos fãs de super-pregadores e cantores-ídolos. Publicarei abaixo — acompanhado de minha resposta — o comentário do internauta Alan, fã confesso da “bênção de Toronto”. Ah, fiz algumas revisões no texto, sem mudar a sua essência, haja vista o original estar impublicável. Caro Alan, não me tenha mal, mas o irmão precisa caprichar mais ao escrever...

Disse o ameaçador de plantão:

"Tome cuidado ao falar dos ungidos de Deus.
Não julgue.
Eu consegui ser impactado porque estive vivendo em obediência à Palavra de Deus; pode me mostrar qualquer video; nada vai fazer mudar a presença de Deus que estou vivendo graças a esses santos homems de Deus do ministério de Toronto.
Jesus disse que esses fariam obras maiores, e eles estão conseguindo derramar um novo coração graças ao Senhor Jesus Cristo.
Aqueles dois homens a caminho de emaús sentiram seus coroções queimarem; é exatamente isso que estou sentindo depois da ministração; afinal, a sombra de Pedro curava.
Mas, querido pastor crítico, para que isso seja derramado na sua vida, você precisa pagar o preço de ser um verdadeiro adorador de coração puro; faz o seu ministério e deixa os servos de Deus, para que nada aconteça com a sua familia; e não se esqueça de que Judas ao andar com jesus o entregou...
Espero que reflita...
Abração".

Vamos à resposta:

O internauta maldizente e ameaçador diz que eu devo tomar cuidado ao falar dos ungidos de Deus... Bem, esse cuidado eu tenho. Nunca falei mal do apóstolo Paulo, de Billy Graham, de Gunnar Vingren, etc. Estes verdadeiramente são ungidos de Deus! Ademais, não estou falando mal de pessoas, meu caro. Um dos objetivos deste blog é combater a heresias e modismos.
Mas o fã da “bênção de Toronto” também diz: “Não julgue”. Leia, por gentileza, caro internauta, se não lhe for penoso, o artigo anterior. Se você estiver disposto a aceitar o que dizem as Escrituras, aprenderá que uma coisa é julgar no sentido de caluniar, e outra, bem diferente, é examinar, provar, discernir. Leia, por gentileza: Atos 17.11; 1 João 4.1; Mateus 7.15-23; 1 Tessalonicenses 5.21; 1 Pedro 4.17; 1 Coríntios 14.29.
Você conseguiu ser impactado porque esteve vivendo em obediência à Palavra de Deus? Não me diga! Você sabia que a Bíblia é a nossa regra de fé, de prática e de viver? Então leia 1 Coríntios 14 com calma, meditação... Respire fuuuundo... Ore. Medite. E depois, se você realmente ama a Deus e respeita a sua Palavra, veja se a “bênção de Toronto” é um culto baseado na Palavra de Deus.
O crente verdadeiro não vive de emoção ou experiências exóticas. O apóstolo Paulo foi ao terceiro céu, ao Paraíso de Deus (2 Co 12.1-4), mas não baseava a sua fé em suas experiências. Ele tinha como fonte de autoridade as Santas Escrituras (1 Co 4.6; 15.1-4).
De fato, em João 14.12, Jesus disse que os seus servos fariam “obras maiores”, mas você sabe o que isso significa? Estude a passagem à luz da Palavra de Deus. Não se precipite. O texto sagrado fala de “quantidade” de obras, e não da “qualidade” delas. Estude. Faça uma exegese, isto é, uma interpretação do texto à luz de seus contextos imediato e remoto, além de consultar obras de fontes fidedignas. Quem somos nós para fazer obras que nem Jesus fez? Acorde! As obras que a igreja faz hoje são as mesmas mencionadas em Marcos 16.15-20, em quantidade maior, é claro, até porque o Senhor Jesus ficou pouco tempo na Terra.
Você cita os dois discípulos do Senhor a caminho de Emaús. Mas, meu caro: Por que o coração deles ardeu? Porque ouviram a exposição da Palavra de Deus! É isso que faz o coração de fato ferver, e não essas experiências que geram confusão. Ah, e quanto à sua afirmação de que a sombra de Pedro curava, ela só demonstra a sua falta de cuidado com o que dizem as Escrituras. Leia o texto sagrado com meditação. A sombra de Pedro apenas “cobria” os enfermos. Quem os curava era o Senhor! Acorde! Ainda há tempo!
Agradeço-lhe pelos “elogios”, como o adjetivo “pastor crítico”. Mas, por favor, não me ofereça a aberrante “bênção de Toronto”...
Temos, sim, de pagar um preço para receber o verdadeiro avivamento, haja vista o que está escrito em Joel 2 (todo o capítulo), mas o resultado desse avivamento não é cair ao chão, engatinhar, rosnar, latir, piar, cantar cantigas de ninar, uivar, rir como um débil mental, levantar uma das pernas como cães, bater os braços... Não! O resultado é: “Os vossos filhos e as vossas filhas PROFETIZARÃO; os vossos velhos terão SONHOS [sonhos, mesmo!]; os vossos jovens terão VISÕES” (v.28).
Você realmente aprendeu direitinho com o show-man palestino naturalizado norte-americano, que aparece na foto acima, cujas iniciais do nome são B.H. Mais alguma dica? Ele também gosta de ameaçar os seus críticos e dizer: “As suas famílias estão em perigo”. Isso é uma maldição, uma ameaça?! Eu pensei que você estava vivendo o avivamento! Onde está o seu amor, a sua humildade, o seu temor?! Que avivamento falso é esse?! Acorde! Ainda há tempo! Ame a Jesus! Siga a Palavra de Deus!
Depois de dizer para eu ter cuidado quanto à minha família, o “irmão” termina dizendo “Abração”. Que abraço é esse? De tamanduá?
Espero, sinceramente, que você reflita e abandone o que, em psicologia, é chamado de excentricismo, isto é, afastar-se do centro. Seja equilibrado, mas saiba que, para isso, é preciso crescer na graça e conhecimento de nosso Senhor Jesus Cristo (2 Pe 3.18).

Respeitosamente,

Ciro Sanches Zibordi

16 comentários:

Luciano disse...

Pastor Ciro,

Se o deus deste seculo cegou o entendimento dos incrêndulos, como devemos nos refirir a estes maldizentes,
pois julgam estarem desenvolvendo uma vida cheia do Espirito Santo. Será que a expressão popular
"pior cego é o que não quer ver",seria o caso destes?,suas idolatrias em torno dos astros gospels tem deixando estes,
como esta descrito em Salmo 115.

Luciano-Lupajov

Anônimo disse...

Chegou e o tempo é agora de adorarmos em espirito e verdade, e Jesus perguntou: Haverá fé quando eu voltar?
Fé para mim é algo bem maior do que simplesmente crer...é ser Fiel e fiel a palavra, que é o verbo que é Jesus!
Fica com Deus pastor, vou continuar orando pelo senhor.
Anderson Rodrigues

Anônimo disse...

Liga não pastor Ciro, esse pessoal não tem é o que fazer, e por isso fica escrevendo um monte de ....(calma, calma, eu ia dizer: besteiras) rs

Anônimo disse...

Caro Pastor Ciro, gostaria apenas de um esclarecimento seu...não sei se isto cabe aqui neste espaço, concordo com tudo que o senhor disse, mas não é um pouco errôneo ou um pouco equivocado, dizer que "precisamos pagar o preço..." haja vista que Jesus na cruz pagou o preço para que eu não o fizesse? seria isso de "pagar o preço" um modismo que de uns tempos pra cá tem sido muito citado nas igrejas? gostaria da sua resposta...

Deus o abençoe!

Jadson Maués - Belém/PA

Ciro Sanches Zibordi disse...

Caro Jadson,

Sua pergunta é pertinente.

Com certeza, o Senhor Jesus pagou o prego da nossa redenção (1 Pe 1.18,19), mas o preço que Ele pagou não contempla o preço que temos de pagar para o avivamento (2 Cr 7.14,15; Jl 2). Nesse sentido, não há problemas dizer que avivamento custa preço. É outra maneira de dizer que precisamos fazer a nossa parte, para que o Senhor faça a dEle.

Não há, pois, problema em citar que o Senhor Jesus pagou o preço de nossa redenção nem que devemos pagar o preço para um avivamento. Mas o que é uma aberração é dizer que Jesus pagou o preço da redenção ao Diabo, como muitos animadores de auditório dizem, até citando uma ilustração de um passarinho que foi comprado pelo próprio dono... Jesus pagou o preço ao próprio Pai (2 Co 5).

Em Cristo,

CSZ

Anônimo disse...

Graça e Paz Ciro!

Há muito tenho acompanhado seus "post's" e os comentários que os seguem.
Comungando do mesmo sentimento seu, em relação as heresias e aos modismos. Por isso, decidi escrever a um grupo de irmãos e faço isso periodicamente.

Duas semanas atrás, estiveram aqui em minha cidade "pastores" da Igreja de Toronto, ministrando um seminário intitulado; Initmidade com o Pai.
Escrevi aos meus irmãos, levando-os a analisarem pela PALAVRA se tais manifestações (Dente de ouro, urros, cair, imitar voôs...) precedem do SENHOR.

Ciro, fui fuzilado. E a resposta mais comum é essa; "Quem somos nós para julgar?!?"
Pude perceber nisso como a VERDADE não é vista por muitos, como boa parte da Igreja não conhece o seu SENHOR e por isso vive a mercê de enganos e desvios.

Que o SENHOR restaure as verdades no meio do seu povo.

Com temor

Luis Carlos
Joinville/SC

Natanael Santos disse...

Paz!
Pastor Ciro, o que acontece é que de alguma forma nos ensinaram errado, e muitas vezes nos falta humildade em aceitar que temos que rever nossos conceitos, mas a palavra de Deus ela Prevalece então temos que admitir e mudar, em um primeiro momento nos sentimos agredidos, mas se estamos dispostos a apreender, vamos sim nos humilhar ante a Palavra do Senhor.
Hoje esta muito facil se prender a modismos e heresias, pois muitos tem trocado a Escola Biblica Dominical por cd's e dvd's e sobem ao pulpito cheio de bordões dos famosos pregadores, que só pregam em determinadas igrejas por uma boa quantia de R$, Mas no arrebatamento da Igreja teremos uma grande Surpresa.
Tenho entrado em seu blog, para apreender e até rever alguns conceitos, e tenho sim aprendido.

Um Abraço

Victor Leonardo Barbosa disse...

com relação a sua pergunta janisson, dvemos lembrar que o pagar o preço também é para nós na vida cristã. Seguir a Cisto é diícil, não por ele mesmo, uma vez que seu julgo é suave e seu fardo é leve, todavia, temos inimigos, o mundo, a carne e o diabo fanzedo de tudo para que abandonemos o caminho do alto. Recomendo que leia a 1 epístola de pedro, que fala profundamente sobre isso.
Abraços e Paz do Senhor!!!

jailson trajano disse...

A Paz do senhor amado pr.
faço parte da comadalpe, qual nosso pr. altair e o nosso sup. da ebd, gostaria de pedir sua ajuda.com relação a o texto 1 pedro 3.18,19,20.principalmente ao vers 19. desde já agardeço e estoun orando pelo senhor.
fique na Paz do Senhor Jesus.
sem mais jailson trajano

Gutierres Siqueira, 18 anos disse...

É preocupante como as pessoas tratam os seus pregadores-cantores-ídolos. Ninguém pode fazer uma análise crítica que logo eles vêm com o chavão: “Não toqueis os ungidos de Deus”! Como lembra a velha frase dos hermeneutas: “Texto fora do contexto, gera pretexto", pois os ungidos no AT somente eram os reis e profetas, hoje são todos os crentes em Jesus, portanto não existe uma classe especial de crentes. Quando o salmista fala em tocar, ele refere-se à violência física e não o combate de idéias.

Gutierres Siqueira
www.teologiapentecostal.blogspot.com

Anônimo disse...

Graça e Paz Pr. Ciro,

li seus livros e gostei muito, continue escrevendo muito mais e combatendo as heresias que tanto permeiam as igrejas.
Pr. uma dica pra um tema de um livro "Erros que os cantores/compositores devem evitar", porque a situação musical no meio evangélico tambem está bem "esquisita".
Fica com Deus Pr. Ciro, que Deus abençoe você e sua família.

Abraços.

Henry Lucas

wanderson disse...

Querido pastor, regozijo-me em comentar pela primeria vez, contudo, gostaria de fazer uma pergunta: Por que alguns apologistas dizer ser Billy Graham um hereje e papista, haja vista, ter ele dito algumas frases com relação a alguns assuntos que o senhor já deve saber (publicado em jornal Desafio das seitas, conhece?); O senhor poderia esclarecer melhor essa posição?

Ciro Sanches Zibordi disse...

Wanderson,

Billy Graham, sem dúvidas, foi o maior evangelista do século passado e ainda não foi substituído neste século. Todavia, é um homem sujeito às mesmas paixões que nós.

Graham não é perfeito, mas as acusações que pesam contra ele dão-se pelo fato de ele ser uma pessoa amigável, sociável, que aconselha presidentes, que visitou o papa, etc. Entretanto, a sua biografia é muito bonita. Apesar de eu não concordar com todas suas afirmações, em seus livros, o admiro como pregador do verdadeiro evangelho.

Eu também admiro Dave Hunt, que é um crítico de Graham que merece crético. Contudo, não vejo Graham como um enganador, pregador de falso evangelho, amante do dinheiro, disposto a fazer tudo por ele, como é o caso, lamentavelmente, do show-man B.H. (não estou nem citando o nome para não despertar a ira dos ameaçadores de plantão).

Graham nunca pregou contra Cristo e sua obra, ao contrário de B.H.

Em Cristo,

CSZ

wanderson disse...

Muito obrigado pastor! Que a paz do Senhor continue contigo.

sidival donizete disse...

Que a Graça e a Paz do Nosso Senhor e Salvador Jesus Cristo continue sendo derramadas em ambundância na sua vida.

Meu Pastor, certa dia em uma das muitas reuniões para os obreiros em que estive presente, ouvi do meu amado Pastor Presidente (J.W.B.C),a seguinte colocação:

Os Pastores fazem o que querem nas congregações, porque não veêm aprender aqui na forma.

Concordo em gênero e grau quanto a esta colocação, pois muito do pouco que eu sei, com toda firmeza digo:

Aprendi nas primeiras segundas-feiras do mês.

Ja cheguei a ouvir,(congregação):
" Embora eu não concorde com isso, e norma do ministério " , e por ai a diante.

Estou me sentindo muito mau, e confesso ao senhor que até o desejo de ir à igreja perdi. Mas alcançei graça aos olhos do Senhor, pois "Tem" cuidado de mim, e me sustentado com a sua destra.

Tudo isso porque, sou zelôso pela Palavra de Iahweh, e não aceito acréscimo a "Ela".

Estou esquecido pelo homem, pois não aceito ser guiado pelos que pensam que as ovelhas são suas, que agem como dominadores.

Para se ter uma idéia ao discordar do termo diaconiza para cargo eclesiástico, haja vista a queda, a separação e até mesmo a tradução do Grego para a linguagem latina, fui afrontado por uma mulher, que se ao menos conhecesse algumas linhas escritas pelo apóstolo Paulo se derramaria diante do Senhor e para alcançar misericórdia.
Pois com essa atitude pude também analizar alguns novos obreiros que são levantados para o ministério, com o perdão da palavra não são varões, e sim varuncas, dado ao fato de terem em seu leito a maria que quer ser chamada de joão.

Estou pregando nos ônibus, nas ruas, praças, etc, e não é que eu vou, mas sim que apareço na igreja nos domingos, pois eu tenho convicção do meu chamado, eu bem sei que me chamou para o diaconato.

Ore por mim Pastor, e também por aqueles que perdem a visão.

Que Deus te abençoe.

Pr.Mgomes disse...

De Gunnar Vingren nao tem como,pois o mesmo faleceu em 1933,e minha vo estava com 7 anos.
Agora sobre o Billy e outra coisa pois o mesmo apoia batismo de criança.
E creio que Pr Gunnar esta com Jesus.