terça-feira, 6 de novembro de 2007

Células-tronco. O que são elas? Quando começa a vida humana, afinal?


Amados irmãos, a paz do Senhor!
Li ontem, em minha viagem de retorno ao Rio de Janeiro (estive na Assembléia de Deus em Jundiaí-SP), uma matéria no jornal O Estado de São Paulo relativa à aprovação de um projeto de lei sobre a utilização de células-tronco. A matéria gira em torno da pergunta: “Quando começa a vida?”, a qual me levou a escrever este sucinto artigo.
Eis um trecho da matéria, de 5/11/2007:
"No cerne do debate, os ministros terão uma questão complicada pela frente: definir em quem momento começa a vida. Se entenderem que os embriões, mesmo nos primeiros dias, têm status de 'pessoa', a pesquisa pode ser considerada inconstitucional. Caso contrário, a lei será válida e a pesquisa continuará liberada".
O que são células tronco? As células, de maneira geral, são as unidades estruturais e funcionais dos organismos vivos. Uma célula representa a menor porção de matéria viva dotada da capacidade de auto-duplicação independente. Depois da fecundação, o ovo se divide em duas partes, de duas em quatro, de quatro em oito e assim sucessivamente até atingir a fase de algumas centenas de células com o poder de se diferenciarem em qualquer tecido.
No entanto, em determinado momento, “elas recebem uma ordem”, e umas se diferenciam em fígado, outras em ossos, sangue ou músculo, etc. Daí em diante, todas as suas descendentes, de acordo com essa mesma ordem, continuarão diferenciadas: a célula do fígado só vai dar origem a células do fígado; a do sangue, só a células do sangue...
As células-tronco são células mestras, capazes de se multiplicarem e se diferenciarem nos mais variados tecidos do corpo humano (sangue, ossos, nervos, músculos, etc.). No momento da fecundação, como já vimos, começam as primeiras divisões celulares e surgem as células-tronco, que dão origem a todos os tecidos do corpo. Estas células existem até quando o embrião atinge 32 a 64 células.
Células-tronco adultas são encontradas em vários tecidos humanos, em pequenas quantidades, no cordão umbilical, na placenta e na medula óssea. As células-tronco embrionárias — cobiçadas por terem múltipla capacidade de diferenciação — são obtidas a partir de um óvulo fecundado (geralmente, descartado em uma clínica de fertilidade), e precisam ser colhidas até a divisão em 64 células, o que leva no máximo cinco dias.
O que a ciência diz sobre as células-tronco embrionárias? Os cientistas, em sua maioria, dizem que, se for constatada a morte cerebral de alguém, pode-se — se a família estiver de acordo — retirar dele o coração e outros órgãos para transplantá-los numa pessoa que precise. A sociedade não só aceita esse ato da medicina como o considera louvável. Qual é o princípio que orienta tal procedimento? A ausência de funcionamento do sistema nervoso. Esse princípio, segundo a ciência, deveria se aplicar à manipulação de embriões, uma vez que não existe neles o menor esboço de sistema nervoso central.
Os pesquisadores também afirmam que não tem lógica considerar que um óvulo fecundado por um espermatozóide num tubo de ensaio, depois de três ou quatro divisões, é uma vida com o mesmo direito de uma criança na cadeira de rodas, sentindo-se cada vez mais incapacitada.
Na matéria publicada ontem (5/11/2007), em O Estado de São Paulo, há a seguinte declaração da diretora do Centro de Estudos do Genoma Humano da Universidade de São Paulo (USP), Mayana Zatz:
"Há uma diferença muito grande entre uma célula viva e um ser humano. Cada célula do corpo está viva. Um coração a ser transplantado está vivo, mas isso não quer dizer que seja um ser humano. A possibilidade de um embrião gerar células não quer dizer que vá gerar um ser humano".
O que a Palavra de Deus diz sobre isso? De acordo com a Bíblia, que está acima de qualquer ciência, o ser humano não se restringe à matéria. O "homem interior" (espírito+alma) é mais importante do que o homem exterior, isto é o seu corpo (Zc 12.1; 1 Ts 5.23), como lemos em Jeremias 1.5:
"Antes que eu te formasse no ventre, eu te conheci; e, antes que saísses da madre, te santifiquei e às nações te dei por profeta".
O ser humano é criado, formado e feito, nesta ordem; ou seja, antes da sua formação já é conhecido pelo Criador (Is 43.7; Gn 1.27; 2.7,22). Para Deus, o corpo informe, mesmo sem o funcionamento do sistema nervoso, já é considerado um ser humano (Sl 139.13-16).
Por conseguinte, os embriões são pessoas inocentes e indefesas (Êx 23.7). Isso é o que a Bíblia diz. Acatelemo-nos, pois, da falsa ciência (1 Tm 6.20).

Ciro Sanches Zibordi

8 comentários:

Anônimo disse...

GRAÇA E PAZ IRMÃO CIRO!

Parabéns pelo artigo, muito importante sua opinião pautada na PALAVRA. O povo de DEUS precisa se posicionar perante as ardizes de satanás, do coração humano, da ganância, da sede pelo poder.

Pecamos por não conhecer, por ignorarmos, por achar que isso não é assunto de "crente". Pecamos pela omissão.
Assim como muitos serão influenciados pela declaração do Dono dos maiores meios de dominação de massa deste país, Universal e Record, muitos acham que experimentos com células tronco é coisa boa, salva vidas.

Que DEUS o abençoe mais uma vez pela revelação que te dá!

Está acontecendo aqui em minha cidade, Joinville/SC, um Seminário chamado Intimidade com o Pai, com um dos líderes da Igreja de Toronto. Quem promoveu este evento foi a Quadrangular. Dentes de ouro, unção do "tchê" (Deve ser uma unção gaúcha "rs"), quedas coletivas, urros, vôos, enfim o que parecia ter passado, ter perdido a força está na ativa.

O que há por trás disso tudo Ir Ciro? Grandes ministérios como Diante do Trono e outros adeptos desse modismo. Denominações inteiras nesta onda.

O que mais me impressiona, é que você acaba se tornando um herege, um rebelde para os adeptos de tal movimento. Eles passam a te ver de cima para baixo. "Eu tenho a unção!"

Esse movimento tem como objetivo unificar a "igreja" através do batismo no amor do Pai. Dizem eles que estão debaixo de uma nuvem de avivamento e que são responsáveis pelo maior avivamento do século.

Desculpe o longo "post" mas sei que suas palavras trazem a revelação de cima.

Graça e Paz!

Luis Carlos
Joinville/SC

Pablo Ramada disse...

tão importante quanto quando começa a vida é a pergunta: quem é o dono da vida?

Quem pode decidir quem nasce e quem morre?

Tem muito cientista brincando de ser deus e esquecendo que Deus não divide a sua glória.

Deus o abençoe!

Karin Peixoto disse...

O esclarecimento do pastor diante da palavra de Deus foi simples e direto, parabéns pelo artigo.
Particularmente sempre fui da opinião que o homem não deve mexer naquilo que somente Deus tem o poder de dar e tirar, ou seja a vida. Cabe somente ao Senhor decidir o que será de nós, a propia palavra de Deus fala que Ele o Senhor sabe o total dos nossos dias. Não adianta o homem querer driblar com pesquisas aquilo que ele mesmo cometeu o pecado que nos trouxe a morte. A graça e a paz do Nosso Senhor Jesus Cristo!

Biluala Lopes disse...

A paz do Senhor Pastor Ciro.

É com muita alegria que lhe escrevo de Angola,sou Angolana,nasci e vivo aqui.nao sei se conhece.Sou pentecostal e minha igreja aqui se chama Assembleia de Deus Pentecostal do Maculusso.
www.maculussoministry.com

Para dizer Pastor que o admiro muito,ainda mais como defensor do evangelho verdadeiro.tenho lido todas as suas postagens e so posso dizer obrigado Jesus.muito obrigado mesmo.espero que essa mensagem chegue,porque tenho algumas duvidas e gostaria que me ajudasse Pastor.
um abraço,beijinhos a Ju &Lu
Sinceramente,
Biluala

teo jornalista disse...

As discussões sobre aborto e células-tronco me lembram - e muito - Hitler e seu discurso de superioridade da raça européia. Novamente, os ideais de Charles Darwin e Friedrich Nietzsche ressurgem com força total sobre questões cruciais enfrentadas pela humanidade, e eles enganarão os desavisados.

Pesquisas com células-tronco, legalização do aborto e a campanha pró-sodomia que varrem o mundo têm um objetivo em comum: a extinção ou declínio da raça humana. Ou seja, é preciso anular vidas 'insignificantes' (possíveis bebês que sofrerão em um mundo cruel e desumano e células cujo destino é incerto) em favor de outras.

A Palavra de Deus nos ensina que não há alguém que tenha amor maior do que aquele que dá a vida pelo seu semelhante. No entanto, assim como o aborto visa a livrar a cara de mulheres (e homens) que querem corrigir um erro com outro maior ainda e a apologia pró-sodomia tende a enfraquecer ou anular a raça humana (já que por meio dela a reprodução é humana é impossível, e nem todo mundo tem condições de recorrer a métodos artificiais, criados pela ciência), as pesquisas com células-tronco é na verdade um atentado contra a vida humana em sua gênese, [i]ab ovo[/i].

Assim sendo, uma vida humana sequer teria a possibilidade de vir a existir sob a desculpa de ajudar uns poucos doentes.

E viva a "ciência"...

Ciro Sanches Zibordi disse...

Minha amada irmã Biluala,

A paz do Senhor Jesus Cristo!

Que alegria em receber o seu comentário!!! Glória a Jesus! Entrei no site e fiquei maravilhado com a obra que o Senhor Jesus está realizando em Angola!

Louvo a Deus porque vejo que a Assembléia de Deus do Maculusso é verdadeiramente pentecostal! Aleluia!

Mande-me seu endereço, para que eu lhe envie um exemplar de cada um de meus livros. Que Deus abençoe a irmã e sua família!

Em Cristo,

CSZ

marcio leal disse...

___pr.ciro!
___irmãos(âs)!!
-A PAZ DO SENHOR.
-Tenho notado que o blog,e sim uma alternativa agradavel para o"povo de Deus"se interagir e comunicar-se.
_A forma expositiva que o irmão ciro ultiliza em suas postagens tem sido boas!
_saudações a todos_ grato,irm.ciro.

Pb Fernando disse...

Irmão Ciro Deus te abençoe ricamente!
como a igreja de Cristo está carente de homens como o amado irmão.