quinta-feira, 23 de agosto de 2007

Carta aos maldizentes de plantão (3)


Sabem qual é o debate do momento, em uma comunidade do Orkut? Quem é maior, ou quem argumenta melhor, Ciro ou um certo telepregador parecido com o apresentador Ratinho (sem bigode)?
Caros internautas, permitam-me, antes de qualquer consideração, um sonoro há, há, há...
É isso mesmo: depois de promoverem um “relevante” debate sobre quem é maior entre este pobre articulista e o pioneiro Gunnar Vingren, os maldizentes de plantão continuam usando toda a sua “criatividade” para se insurgirem contra a infalível Palavra de Deus.
Discípulos de carteirinha de Kenneth Hagin, Benny Hinn, Kenneth Copeland e de todos os “teólogos” triunfalistas, eles são capazes até de dar a vida por esses “heróis da fé”, negociando com facilidade as inegociáveis verdades bíblicas.
Caros maldizentes de plantão, peço-lhes mais uma vez que valorizem a Palavra de Deus! Não procurem pêlo em ovo, ao tentar gerar divergências entre dois expoentes acerca de assuntos narrados com clareza nas páginas do Novo Testamento.
De onde vocês tiraram essa idéia falaciosa de que o Todo-Poderoso é um Deus de fé, e que precisou desta virtude para criar o mundo? Com quem aprenderam que Jesus foi torturado por demônios no Inferno? Será que os escritos do “papai” Hagin os impedem de raciocionar normalmente?
Vocês, com outras palavras, dizem: “O telepregador tal escreveu que Deus tem fé e que Jesus sofreu em nosso lugar no Inferno, e o Ciro diz que não. Quem está com a razão, o grande telepregador ou o pobre Ciro?” No entanto, lhes pergunto, inquiridores deste século: “E a Bíblia, não tem nenhum valor? Por que não aceitam o que está escrito nas páginas sagradas?”
Ó, nobres maldizentes, que afirmam que Deus tem fé, porventura vocês sabem pelo menos o que fé? Ou esta virtude para vocês é a fé na fé pregada pelos triunfalistas mencionados e seus discípulos brasileiros?
Vejo que vocês sequer sabem do que estão falando, pois o texto de Hebreus 11.3 alude à fé do crente: “Pela fé, entendemos”. Somos nós que, pela fé, entendemos que os mundos pela Palavra de Deus foram criados! Às vezes tenho a impressão de que vocês sequer se dão ao trabalho de ler a Bíblia...
Aos que ainda insistem em dizer que Jesus foi ao Inferno padecer em nosso lugar, sendo ali torturado por demônios — pois, segundo pensam, o sacrifício vicário na cruz foi insuficiente —, convido-os mais uma vez a lerem as Escrituras. É claro que isso não é nada fácil para vocês, pois já abraçaram o “delírio exegético” dos “papais” Hagin e Hinn, não é mesmo?
Reitero, à luz da Bíblia, que Jesus deu o brado da vitória na cruz (Jo 19.30) e venceu ali mesmo os principados e as potestades (Cl 2.14,15 ARA; Hb 2.14). Ele levou os nossos pecados sobre o madeiro, e não no Inferno (1 Pe 2.24).
Ao morrer, o Senhor foi, em espírito, às partes mais baixas da Terra — ao Hades e possivelmente ao Tártaro —, a fim de proclamar a sua vitória alcançada na cruz (Ef 4.8-10; 1 Pe 3.19, gr.). Depois, ressuscitou para a nossa justificação (Rm 4.25).
O nosso Senhor tem, portanto, as chaves da morte e do Hades, mas não as tomou de Satanás (Ap 1.18). E o que passar disso é de procedência triunfalista, para não dizer outra coisa...
Portanto, calem-se todos diante da infalível e inerrante Palavra de Deus!

Ciro Sanches Zibordi
Vejam também:

11 comentários:

Daniel disse...

Graça e Paz Pr. Ciro

Possuo seus dois livros e, longe de ser alienado, concordo com a abordagem dos mesmos, por serem baseados na Palavra de Deus. Infelizmente, muitos estão tendo comichões nos ouvidos e preferem acreditar em A ou B, sem antes verificar tudo a luz da Palavra. Hoje o nome de qualquer "grande pregador e conferencista" é maior que o do Senhor Jesus, os milagres "operados pelos grandes pregadores" são motivo de delírio entre seus "seguidores", mas não seguem ao Cristo Ressuscitado. Ontem mesmo, vi na televisão um "apóstolo" dizer que "um dos meus pastores" da "minha igreja" fez isso e aquilo... Sempre achei que os pastores eram das igrejas (no sentido de liderança) e as igrejas, ou melhor, a igreja, é do Senhor Jesus.

Que Deus tenha misericórdia daqueles que seguem enganando e sendo enganados.

Não se cale amado Pr. Ciro, seja uma voz que clama no deserto da falta da Palavra. Não quero de forma alguma ver as "pedras clamarem".

Fraternalmente em Cristo.

Daniel
Porto Seguro (BA)

Ciro Sanches Zibordi disse...

Caro Daniel,

Este tem sido o meu propósito ao pregar ou escrever: levar o povo de Deus a valorizar a Bíblia Sagrada, pois, apesar de eu crer na atuação do Espírito Santo, a maior revelação é a Palavra de Deus. Muitos, por não entenderem isso, ficam bravos comigo... Fazer o quê?

Um abraço!

CSZ

Jadson Maués disse...

A paz do Senhor, Pr. Ciro...como leitor assíduo de seu blog gostaria que o senhor esclarecesse algo: em que sentido o senhor utiliza a palavra "telepregador"? no sentido real o em um tom irônico?e mudando um pouco...tem gente que não gosta mesmo de ouvir a verdade sobre K.H e B.H...rsrrsrsrs

Ciro Sanches Zibordi disse...

Caro Jadson,

Telepregador é um pregador que fala na televisão. Ele pode ser um telepregador da verdade (o que é raro, hoje em dia, mas existe) ou um telepregador de heresias (infelizmente, é a maioria).

Em Cristo,

CSZ

Anônimo disse...

Quanta bondade do pessoal do orkut em comparar o sr com o Pr Silas Malafaia, hein?
Quando irá agradecê-los?

KARINE OLIVEIRA

Ciro Sanches Zibordi disse...

Olá, Karine Oliveira!

Na verdade, os "amáveis" irmãos que citei já são conhecidos. Daí o meu "elogio". Quanto à comparação, ela não aconteceu. Eles apenas estão tentando usar alguém famoso para supostamente "fundamentar" as suas falaciosas argumentações. Como não conseguem contradizer a Bíblia com a própria Bíblia (isso é impossível), citam frases isoladas de pessoas famosas...

Agradeço-lhe pela participação.

CSZ

Renan Diniz disse...

Caro Pastor Ciro,

Gostei muito das respostas, sempre que pregarmos o verdadeiro evangelho sofreremos acusações de varios lados, e o mesmo que passar mertiolate em 5 pessoas e delas 3 estarem machucadas elas vão se doer, todos nos vamos em algum momento falhar e falar ou pregar alguma coisa errada, mas o problema nao é esse e sim continuar pregando essas coisas sabendo que estão em desacordo com a Palavra de Deus. então pesso aos leitores e acusadores passam por esse blog que comparem o que o Pr. Ciro prega e os outros A e B com a palavra de Deus, e assim quem de vcs estiver em comunhão com Deus sabera o que está correto.

Daniel Correa disse...

Irmão,

entendo que o homem só tem fé porque a recebe do Espírito de Deus.

Entendo que o que podemos fazer é crer, dar um crédito, mas isso é diferente de fé. Fé é uma certeza (Hb 11:1) e isso só Deus tem e pode nos dar.

1Co 12:9 a outro, pelo mesmo Espírito, a fé; a outro, pelo mesmo Espírito, os dons de curar;

Repate que a fé vem pelo Espírito.

abraço
Deus abençõe
Daniel

Ciro Sanches Zibordi disse...

Caro Daniel,

Deus pode comunicar fé como um dom, mas não confunda dom com atributo. Deus tem atributos comunicáveis, como amor, fidelidade, etc. Mas a fé não é um atributo comunicável. Nem tudo que Ele comunica é atributo. Deus não precisa ter fé. Ele é auto-existente; subsiste por si mesmo.

Em Cristo,

CSZ

Anônimo disse...

um grande plobrema da massa evangelica hoje ,é o analfabetismo biblico,precisamos ser iquais os bereanos,de AT 17;11,não podemos ser levados por essas interpretação erronea da biblia,os crentes estão olhando apenas para os milagres,sendo que este não é a principal qualidade do homem de Deus,estão vendendo o evangelho em beneficio propio.

OUÇA A PALAVRA DO SENHOR disse...

Pr. Paz do Senhor,
Sábias palavras...Sempre que nos firmamos nas Sagradas Letras, nos fundamentamos naquilo que o próprio Deus ensinou, e isso é algo raro nas pessoas hoje. Creio que a internauta que escreveu sobre o artigo do "sábado Whiteano" foi muito infeliz em suas colocações, as quais foram esclarecidas com sabedoria. Deus continue te usando.