sexta-feira, 11 de janeiro de 2008

Uma palavra aos pregadores milagreiros


Certo pregador milagreiro — cujas principais características são a imodéstia, a falta de compromisso com a sã doutrina e a habilidade para realizar operações estranhas por baixo de panos (literalmente) — conseguiu se superar...
Segundo esse milagreiro, que costuma friccionar óleo sobre barriga e umbigo das pessoas e extrair por debaixo de uma de suas mãos ou de panos artefatos estranhos (que ele chama de tumores), o premiê de Israel o teria convidado para uma exibição de seus exóticos milagres! Teria mesmo o primeiro ministro israelense feito o tal convite? Tenho dúvidas...

Mas é curioso como muitos pregadores milagreiros se valem de supostas operações divinas para se vangloriarem.
Fazem questão de terem todos holofotes voltados para si. E os anúncios de suas reuniões são mais ou menos assim: “Grande noite de milagres com o pastor Fulano de Tal. A cidade será abalada pela unção desse homem de Deus”.
Não há sinal, prodígio ou maravilha que consigam encobrir a soberba — um dos mais repulsivos pecados contra Deus. Por isso, a Palavra do Senhor nos alerta, a fim de que não caiamos no mesmo erro de Satanás: “não seja neófito, para não suceder que se ensoberbeça e incorra na condenação do diabo” (1 Tm 3.6, ARA). Por mais extraordinárias que sejam as obras de famosos milagreiros, eles estão longe do Senhor (Sl 138.6; Mt 7.23).
Jesus nunca fez propaganda de milagres. Enquanto muitos afirmam: “Eu fui chamado para pregar milagres”, o Mestre e os apóstolos pregavam o evangelho, e os sinais os seguiam. Além disso, toda a glória era dada a Deus (At 4.5-12; 14.9-18). E mais: não há registro de extração de objetos (ou sapos, cobras, etc.) do corpo das pessoas. Isso é uma das muitas manifestações estranhas — se é que não se trata de ilusionismo — desse período que antecede o Arrebatamento da Igreja (Mt 24.24), as quais se intensificarão na Grande Tribulação (Ap 13).
Há muitas novidades nessa última hora, porém Jesus disse: “Acautelai-vos...” (Mt 7.15). Se você acha que estou exagerando, leia o contexto dessa passagem e observe que o Senhor mencionou “profetas”, “homens com autoridade sobre demônios” e “operadores de muitas maravilhas” que não entrarão no Reino dos céus (v. 22)!
João Batista é um exemplo para todos nós como pregador do Evangelho; manteve-se humilde em todo o tempo em que desempenhou o seu ministério (Jo 3.30). Jesus, inclusive, o considerou o maior profeta entre os nascidos de mulher (Mt 11.11). No entanto, quantos sinais ele realizou? Eis a resposta: “Na verdade, João não fez sinal algum, mas tudo quanto João disse deste era verdade” (Jo 10.41).
Não devemos ser incrédulos, mas cautelosos (Gl 1.8; 2 Co 11.3,4). Deus prevê em sua Palavra que os falsos profetas milagreiros agiriam no meio do seu povo (Dt 13.1). No contexto desta passagem, o Senhor diz que não devemos dar ouvidos aos enganadores — mesmo que eles façam sinais e prodígios —, como prova de que o amamos (Dt 13.2-4). Quem ama ao Senhor de verdade guarda a sua Palavra, haja o que houver (Jo 14.23).
Aprendamos a fugir dos extremos. Não sejamos incrédulos quanto às operações divinas. Deus cura e faz milagres em nossos dias, sim! Creiamos nisso de todo o nosso coração. Entretanto, é tolice revoltar-se contra os homens de Deus que Ele tem levantado para combater os modismos, tachando-os de incrédulos ou “caçadores de heresias”.
O Espírito Santo é dado àqueles que obedecem a Deus (At 5.32), e não àqueles que agem por conta própria, desrespeitando a decência e a ordem, características marcantes de um culto genuinamente pentecostal (1 Co 14.40). Sinais e prodígios acontecem, mas para a glória de Deus, de acordo com a sua Palavra e em decorrência da pregação do Evangelho (Mc 16.20; At 14.3).
Que, nesses tempos trabalhosos, sejamos guiados pela Palavra do Senhor (Sl 119.105) e tenhamos discernimento (1 Jo 4.1), fazendo valer o que afirmou o apóstolo João: “E vós tendes a unção do Santo e sabeis tudo” (1 Jo 2.20).

Ciro Sanches Zibordi

5 comentários:

távora disse...

paz pastor
Como é lamentavel esses pregadores de milagres está em nosso meio,transtornando a casa de Deus.
Ontem mesmo em minha igreja tinha um destes,que apesar da idade,e da forma de expressar bem devagar,(esqueceu)do propósito do pregador que é pregar o evangelho e não o efeito.
Engraçado foi que uma dupla de irmãos que antecederam o pastor cantando um hino,na saudação dizeram umas palavras extras, dizendo assim(igreja quem venho aqui para ser abençoado,o pastor fulano esta aqui para nós abençoa)que pena desses cantores esqueceram que é Deus que abençoa
Quer saber mais durante a exposição do pastor ele notou que a igreja estava indiferente com sua pregação,e já começou a verberar assim (igreja querem ver como Deus me usa querem que (Eu) prove, cadê o irmão que esta com problemas na coluna vou provar como sou (usado), e para piorar suas falações somente contribuia para a divisão da igreja,e sem nenhuma ética,pois ele pensou que ele éra um ator, o culto começa 19:30 chegou as 20:30,terminava o culto as 21:30 ,terminou quase matando a igreja de canseira as 22:10,
Pastor Ciro o mais espetacular foi que o irmão não era jovem não, com os seus 30 anos, esse milagreiro deveria ter seus 60 anos.

Thiago disse...

olá pastor,

achei seu blog por acaso, atraves do blog do pr. Altair.

parabens pelo post e pelo blog.
realmente essa questão de pastor milagreiro, que prega somente a prosperidade está cada vez mais em voga no Brasil.

um grande abraço

thiago de carvalho | curitiba pr
www.sabadoanoite.wordpress.com

Servo disse...

Pastor, graças a Deus que ainda existem pessoas como vc na Assembléia de Deus!

Eu admiro muito a Assembléia e como gostaria de ver ela livre do neopentecostalismo!

Se o senhor pudesse me dar o endereço de boas Assembléias na Paraíba eu agradeceria muito.

Meu e-mail é servo1001@gmail.com

Graça e Paz.

Pr. Francelio (jovem pastor) - A.D. Madureira disse...

A Paz do Senhor, Prezado companheiro,

Tenho aprendido muito com esse blog, continue assim. Muitas pessoas têm sido curadas e libertas por Jesus durante a pregação da palavra, sem contudo, mencionar milagre, apelos, gritarias, chocarrices. Confesso que, após começar orar e ver os sinais de Deus alcançarem as pessoas, comecei a ser ensinados pelos milagreiros táticas de como conseguir muita oferta, como chamar a atenção do povo para ver os sinais e coisas semelhantes.

Nunca fez parte do meu perfil fazer um auto-marketing, mas quase caí nessa!

Lendo os seus blogs, tenho me dedicado em mudar meus conceitos e principalmente, minhas atitudes a fim de pregar um evangelho genuíno, sem mistura, enfatizar arrependimento e santificação e fico muito feliz, porque os milagres continuam acontecendo no meio do povo de Deus.

Quanto ao fato de sair coisas das pessoas, os únicos sinais parecidos que aconteceram através de uma oração que fiz foi pessoas vomitando obras de feitiçaria e uma pessoa um dia vomitou sangue e foi curada de feridas no estômago.

Anônimo disse...

Bem sou novo aqui mas estou gostando pastor em primeiro lugar me chamo mauricio dos santos gimenes há dez anos esotu no caminho fui liberto de 3 carteiras de cigarros e do alcolimos e prostituiçao e quando comecei andei muito em montes vigilias e campanhas em casas de irmaos entao lhe pergunto foi o diabo que me liberto?! eu fui batizado falo em linguas sou uzado por DEUS em revelaçao ai vc posto em seu blog que tudo nao passa de obras de satanas poxa vc me deixou confuzo mas aceitei a cristo e nao vou abandonalo agora tem uma coisa que eu queria que vc falace em seu blog si der sobre o amor da igreja primitiva quando tudo era repartido e todos tinham tudo em comum mas oj os lideres estao crescendo e as ovelhas na maioria passando fome as vezes fale sobre isso ok paz mas eu gostei de vc um abraço.