quinta-feira, 16 de agosto de 2007

Pastor assembleiano moderno ou mundano?


Alguns irmãos vêm me pedindo com insistência que eu dê um parecer sobre um artigo que um renomado pastor assembleiano publicou em seu site, pelo qual fala de seu novo visual e procura distinguir “mundano” de “moderno”.
Sinceramente, tenho apresentado neste blog o que penso à luz da Bíblia sobre doutrinas e práticas impróprias, esforçando-me ao máximo para não expor pessoas, diretamente.
Por isso, examinei o tal artigo, intitulado “Ser moderno sem ser mundano”, com muito temor a Deus e respeito, e fiz uma avaliação sem menção de nomes. Quem achar que fazer isso é errado, leia Filipenses 3.18; Tito 1.10-12; 2 Coríntios 11.
Antes de tudo, para ser honesto, e como atuo profissionalmente na área editorial, reconheço que o artigo que li no site do tal pastor é relativamente fluente e bem escrito. Parabenizo o seu autor pela clareza de sua exposição, mas...
1) Estranhei que, ao longo de sua explanação, o tal pastor pouco fala do Senhor Jesus Cristo. A bem da verdade, há apenas uma referência direta a Cristo no corpo do texto e outra anexa à sua assinatura. Apesar disso, ele faz questão de afirmar que é pentecostal! Por que eu estranhei isso? Porque o apóstolo Pedro, na primeira pregação pentecostal, pregou a Cristo (At 2.22,36). Filipe, em Samaria, pregou a Cristo (At 8.5). Paulo pregou a Cristo (1 Co 1.22,23). Um pregador verdadeiramente pentecostal prega a Jesus Cristo, e não se preocupa em falar tanto de si mesmo.
2) Estranhei que o tal pastor fez questão de justificar-se quanto a pequenos caprichos, como aparar as unhas, pintar os lábios (!), mudar a cor do cabelo... Sinceramente, ao ler essa parte do artigo, pensei: “Estou mesmo lendo uma palavra de um pastor pentecostal, ou um texto de um jogador metrossexual, como o inglês David Beckham?
3) Estranhei que o tal pastor tenha afirmado, em seu artigo: “As pessoas que têm-me assistido ultimamente, quer pela TV ou em pregações, devem ter notado que a UNÇÃO, a GLÓRIA DE DEUS e a PRESENÇA DO ESPÍRITO SANTO continuam sobre o Ministério que o Senhor me confiou. Os sinais, a salvação das almas continuam, se não iguais, maiores do que antes”. Por que eu estranhei? Porque o homem de Deus que, de fato, é ungido por Ele não precisa de auto-afirmação. É Deus quem dele dá testemunho (Mt 3.17). Moisés desceu do monte, e seu rosto brilhava. Todos constataram isso, mas ele mesmo não sabia! E esse brilho de fato decorria de unção divina (Êx 34.29-35), e não de uma roupa reluzente!
4) Estranhei que o tal pastor defende a idéia de que, como a vida na Terra é extremamente curta, devemos aproveitá-la ao máximo! Isso pode ser válido para uma pessoa que não teme a Deus e apega-se a bens materiais. Para nós, que servimos a Jesus Cristo, a nossa Cidade está nos Céus (Fp 3.20,21). Somos peregrinos e forasteiros neste mundo (1 Pe 2.11). Podemos, à semelhança dos passageiros do vôo 3054, da TAM, partir para a eternidade a qualquer momento, como ocorreu com o amado pastor Luiz Antônio. Daí a Palavra de Deus dizer: “Louco, esta noite te pedirão a tua alma, e o que tens preparado, para quem será?” (Lc 12.20).
5) Estranhei o fato de o tal pastor criticar os costumes de sua denominação, ao mesmo tempo que assume os costumes que prevalecem no mundo! Afinal, é costumeiro na Assembléia de Deus os obreiros vestirem terno e gravata. Mas também usar gel no cabelo, calça jeans surrada, camiseta de grife, lente de contato que muda a cor dos olhos é um tipo de visual costumeiramente adotado por astros do mundo, como cantores e atores metrossexuais (homens que se preocupam excessivamente com a aparência). O certo é que, embora a aparência não seja mais importante do que o “homem interior” (1 Sm 16.7; Mt 23.25-28; 2 Co 4.16), Deus se preocupa sim com a nossa aparência (1 Tm 2.9; Tt 2.10; Sl 103.1,2; 1 Ts 5.23).
6) Estranhei o fato de o tal obreiro considerar exagerada a atitude de um pastor assembleiano de certa cidade que pediu-lhe para não pregar de calça jeans. Ele considerou tal procedimento antagônico em relação ao de um pastor que o chamou para tomar um banho de mar usando um short. É óbvio que a Assembléia de Deus, como todas as denominações históricas, possui as suas tradições. E a etiqueta assembleiana pede que um pregador convidado se apresente de terno e gravata. Isso não é um mal dessa denominação. Afinal, como nos apresentamos numa entrevista ou perante um juiz? E numa audiência com o Presidente da República? Ora, o que seria incoerente? Mergulhar de terno e pregar de bermuda dentro de um templo, não é mesmo?
7) Estranhei, finalmente, o fato de o tal pastor, ao afirmar que é moderno, e não mundano, aparentemente desconhecer princípios claros da Palavra de Deus. Afinal, há coisas que não são pecados propriamente ditos, mas prejudicam a nossa comunhão com Deus. Na Palavra do Senhor há pelo menos sete grupos de coisas que, conquanto não sejam necessariamente pecaminosas, atrapalham a nossa comunhão, principalmente no caso de um obreiro:
Coisas inconvenientes (1 Co 6.12). Tudo nos é lícito, mas certas coisas não convêem, principalmente a um pastor e pregador.
Coisas que dominam (1 Co 6.12). Há procedimentos que, em princípio, não aparentam ser pecaminosos, mas nos dominam, como o cuidado excessivo com a aparência.
Coisas que não edificam (1 Co 10.23). Pode não ser pecado adotar um visual moderninho. Porém, isso edifica?
Coisas que não passam no crivo de Filipenses 4.8. Tudo o que fazemos deve ser submetido a esse crivo. Devemos perguntar se o que fazemos é verdadeiro, honesto, justo, puro, amável, de boa fama, etc.
Coisas que parecem pecado (1 Ts 5.22). Concordo que usar certos trajes não seja pecado. Contudo, a nossa comunhão com Deus e nosso testemunho diante dos homens são tão importantes quanto a nossa pregação, a ponto de a Palavra de Deus mencionar a aparência do mal. Se algo que praticamos parece pecado, o sinal amarelo acabou acender. Cuidado!
Coisas que embaraçam (Hb 12.1; 2 Tm 2.4). O obreiro do Senhor não pode se deixar embaraçar com as coisas desta vida. E não há dúvidas de que o assunto em questão envolve certas circunstãncias um tanto embaraçosas.
Coisas semelhantes às mencionadas na lista das obras da carne (Gl 5.21). Não nos esqueçamos de que, além das obras mencionadas como sendo da carne, há outras, não citadas ali expressamente, porém igualmente perigosas e pecaminosas. Não estariam o metrossexualismo ou o cuidado exagerado com a aparência associados a uma delas?

Com temor a Deus e respeito a todos,

Ciro Sanches Zibordi

35 comentários:

Elian Soares disse...

Paz, Pr. Ciro!

Gostei do artigo em apreço.

Sinceramente, sempre protestei contra os usos e costumes na minha igreja (Assembléia de Deus) pelo modo como os irmãos os super valorizavam. Conheci pastores que colocavam os tais como critérios para se ter a salvação. Aquilo me entristecia, pois raramente ouvíamos uma palavra sobre salvação, fé, arrependimento, entre outros temas de grande importância em nosso meio. O que se chamava de “doutrina” na realidade era “usos e costumes”. Todas as mensagens dos cultos doutrinários sempre culminavam com referências a eles. Muitos irmãos até menosprezavam os irmãos de outras denominações, pois se achavam superior, por seguí-los à risca.

Não obstante, sempre achei que a Assembléia de Deus deveria CONSERVÁ-LOS, por questão de identidade. Como já falei, estou professor dos jovens e sempre afirmo isso, fazendo a seguinte comparação: as escolas têm seus uniformes/fardamentos diferentes entre si, no entanto, o conteúdo é sempre o mesmo – não importa qual escola vc pertença, sempre vai aprender português, matemática, história, geografia. Assim são as igrejas evangélicas (verdadeiras) – cada uma tem costumes diferentes, no entanto, têm doutrinas em comum.

Portanto, nossos costumes não nos faz melhores, mas nos identifica à nossa denominação e, incontestavelmente, são bons costumes. Ninguém é obrigado a ser membro da AD, afinal existe inúmeras denominações, no entanto se a pessoa se converteu e decidiu se congregar conosco é justo se adaptar aos nossos costumes. Se a pessoa é assembleana e não quer se submeter às regras da igreja, vai sentir e causar um mal estar desnecessário, levando-o a pecar, pois toda murmuração, dissensão resultante não fará bem ao seu espírito.

É essa minha opinião. Desculpe-me, pois sou muito prolixo... risos.

Deus continue te abençoando, meu Pastor.

João Ricardo disse...

Pr Ciro
Estou sem palavras, excelente resposta e mais uma vez embasada na Santa Palavra de Deus.
Já este pregador pregando, a algum tempo atrás, cada dia ele está mais "moderno" e menos cren..

Agora aproveitando o ensejo, gostaria de lhe perguntar:
O que o senhor acha de um pregador que pede para as pessoas ofertarem, mesmo sendo dinheiro emprestado (tomando emprestado na hora da oferta), isso tem algum benefício?

Esse pastor é da nossa Igreja.

Em Cristo,

João Ricardo

Joabe disse...

Muito bom o comentário irmão Elian Soares, que Deus coninue abençoando a nós todos.

Anônimo disse...

JUERP disse:

Querido pastor Ciro, o problema do pastor em questão é que ele é contraditório, pois suas palavras e posições algumas vezes se chocam contra aquilo que ele diz ser, quer um exemplo, ele se diz tão culto, doutor em divindade, mas desconsidera alguns pontos da soteriologia (pelo menos é o que me pareceu), porque certa vez eu o ouvi dizer que Jesus encarnou para (motivo) que pudesse compreender o sofrimento humano e todos nós sabemos que não foi esse o motivo. Agora, se ele também sabe que não mas mesmo assim disse essa frase, então claramente estava querendo mexer com o emocional do povo.
Mas o pior é que muitos o idolatram assim como idolatram também o Diante do Trono e logo logo vão começar a ofender o senhor, seja no seu blog ou no orkut, mas quando tudo isso começar a acontecer, não se preocupe, porque a história tem demonstrado que a massa, o povo é massa de manobra, foi a maioria que pediu Barrabás, foi a maioria que gritou sobre Jesus: "Crucifica!", a maioria que votou num certo presidente cujo apelido é de anima marinho (rs, mas aí já é outro assunto, rs, deixa pra lá). Finalizando, sem querer ofender ninguém, a maioria é burra!
Quanto a esse pastor, que foi motivo de toda essa problemática, ele continuará fazendo muito sucesso, porque sabe mexer com o emocional do povo e como eu deixei claro em outro comentário, o povo assembleiano é "movido" a sensações. E o senhor, e eu, e todos quanto buscam falar de acordo com a base bíblica, que lê, que se informa, nós estaremos sempre na contramão da opinião pública, até pq nosso povo brasileiro não tem muita estima pela leitura e informação.

Paz do Senhor. Espero não ter ofendido ninguém, não foi minha intenção. E se o senhor, pastor Ciro, não concordar com algumas das minhas colocações, tudo bem, afinal sou passível de erro também, rs.

Ciro Sanches Zibordi disse...

Caro JUERP, por que não CPAD?

Bem, não vou comentar as suas críticas e seu desabafo, mas gostaria de dizer que não é o povo assembleiano que é movido a sensações. Não podemos generalizar. Na verdade, todo crente, de qualquer denominação, que não estuda a Palavra de Deus, não é bem instruído por seu pastor e não cultiva a sua comunhão com o Senhor acaba ficando à mercê de falsos ensinamentos.

Concordo que a maioria é perigosa, haja vista Mateus 7.13,14,22,23; 24.1-12; 2 Coríntios 2.17; Salmos 12.1.

Em Cristo,

CSZ

Ciro Sanches Zibordi disse...

Caro João Ricardo,

O pessoal diversifica bastante, não é mesmo? A oferta é um ato de cada um; e, se alguém quiser pedir um dinheiro emprestado para ofertar, é um direito que lhe assiste. Agora, é perigosa essa prática de o pregador levar o povo a barganhar com Deus.

Embora haja promessas de bênçãos para quem oferte, é repugnante essa prática de ofertar por interesse. Louvamos por interesse? Adoramos por interesse? Pregamos por interesse? E a nossa voluntariedade em servir ao Senhor?

CSZ

Ciro Sanches Zibordi disse...

Caro Elian,

Boas e equilibradas considerações. E é importante observar que a sã doutrina gera bons costumes, naturalmente, pela ação do Espírito Santo.

Nesse caso, quando alguém faz alarde, dizendo: "Aqui é uma Assembléia de Deus em costume", há perigo à vista. Por quê? Porque, se a doutrina bíblica gera bons costumes, uma igreja sem costume reflete uma igreja sem doutrina.

CSZ

Carlos Roberto Silva, Pr. disse...

Olá Pastor Ciro!
Muito obrigado pelo seu comentário no meu blog!
Também não sabia que o irmão trataria do mesmo assunto.
Estava incomodado com vários e-mails que recebi a respeito e finalmente resolvi manifestar-me a respeito.
É lamentável o artigo do referido pastor, no entanto, está sendo uma boa oportunidade para elucidação de tão importante tema.
Maravilhosa su exposição.
Fui edificado!

Anônimo disse...

Bem meu pastor, corrigindo minha colocação, pois na verdade não tive a intenção de generalizar, mas o meu erro se justifica porque, como lhe disse no meu primeiro comentário, a minha percepção está baseada nas minhas observações das assembléias aqui por perto, as quais eu conheço, que são muito poucas, por isso fiquei com uma visão até mesmo deturpada com relação a minha denominação que tanto amo, ainda mais agora, sabendo que há pessoas nela que não estão nadando com a maré, ditada por cantores famosos, pregadores profissionais que já deixaram de receber oferta e de viver da obra para cobrar Cachê em peso de "ouro".
Estão querendo tosquiar o rebanho, essa é que é a verdade.
Amo a assembléia, e Deus, que conhece a minha história sabe que eu poderia estar em uma outra denominação, e muito bem encaminado ministerialmente, mas abri mão porque percebi que não seria feliz e nem poderia contribuir para a obra de Deus de forma tão apaixonada quanto o faço na Assembléia.
Mas sinto falta da simplicidade antiga, sito falta dos hinos da harpa, sinto falta da sinceridade de alguns irmãos, apesar de eu pregar muitas vezes, sinto falta daqueles cultos em que se dava oportunidades para os demais irmãos da igreja darem uma pequena saudação (o que era um modo de se levantar novos pregadores).
O pastor me perdoe por ser tão explícito em minhas críticas, reconheço esse defeito, mas talvez seja o resultado do zelo, que está me consumindo. Eu amo a Assembléia, Deus o sabe.

Com amor em Cristo. Paz meu pastor Ciro.

Anônimo disse...

JUERP DISSE:

Meu pastor Ciro, estou muito feliz em ter conhecido o seu blog, foi resposta de Deus �s minhas ang�stias com rela�o � minha denomina�o! Estava pensando em mudar, em ir embora, estava confuso, aqui onde eu estou n�o h� ningu�m que possa compreender e me ajudar, pensei que estava sozinho, que era o �nico que discordava da maioria nesses pontos, que era o estranho no ninho, que jamais poderia sobreviver ministerialmente pregando b�blia, estava com o cora�o sufocado. Mas Deus me acudiu, e descobri, atrav�s do seu blog, outros tamb�m e v� que nossa denomina�o, a Assembl�ia � linda, e � grande, e h� outros que ainda desejam um evangelho sem esses modismos, misturas, heresias, que derrubaram o pentecostalismo norte americano e que est�o encontrando acolhida em algumas igrejas do povo pentecostal e do neopentecostal.

(N�o se assuste com essas minhas palavras, mas sou assim mesmo, quando me envolvo com alguma coisa eu me apaixono por ela, ent�o sou um eterno apaixonado pela obra, pela B�blia e as vezes coloco paix�o demais em minhas palavras)

Paz do Senhor, e saiba, hoje eu durmo mais tranquilo.

Deus te aben�e e sua fam�lia tamb�m.

Thiago disse...

Graça e Paz Pastor,

Ótimas considerações mais uma vez!
parabéns por seu blog, sempre á luz da Palavra de Deus, a verdadeira palavra revelada!

Qto a esse pastor,a muito "pano pra manga" sobre ele!!

Teo Jornalista disse...

Este assunto rende, e rende muito. Tenho uma posição definida, e ela se baseia na Bíblia que nos afirma que Deus nos deu um espírito de moderação, que devemos primar pela ordem e decência, fugir dos escândalos e tudo que diga respeito a isso. Quem achar que deve ou não usar esse ou aquele adorno, adotar essa ou aquela vestimenta, que o faça, mas não condene aquele que faz diferente de você, e que o faça com decência, pudor e modéstia.

Charles Uchoa disse...

Obrigao Pastor Ciro pelo comentario , pois fui um dos que pedi que fizesse .
Como disse ja vi algumas pregações este irmão e me edificaram muitos tenho até alguns dvds, como outras que até me arrependi de ir ouvir ( falando nisso estou a espera do irmão aqui por estes lado de S.P para adorar a Deus com o irmão e ouvir suas pregações ) .
Mas como eu o que percebi no seu comentario foi sobre o exagero e o que me preocupa e esta mudança nos costumes a cada dia e a palavra diz as mas conversações corrompem os bons costumes hoje tem até muheres que se dizem crista se mostrando no orkut de biquini ,e vemos as coisas mudando tão rapido
Como o tempo que a tv era pecado e hoje descubriram que é o que assistem mas se deixaram levar por ela e esta tomam tanto tempo da oração e comunhão com Deus , roupas é costume mas só Deus para doutrinar as irmãs hoje na igreja pelas roupas que vão os irmão muitos viraram idolatras de jogos .
No meio disso tudo achei estranho foi as comparações dele de um pastor da ASS , com outro que usa short mas não diz da onde é , fora a comparação de coca com vinho que é um costume europeu como aprendi .
É ruim fazermos comentario sobre cartas pois ficam algumas brechas como o irmão viu e achou estranho e isto são coisas que poderiam ser melhor discutida num dialogo , mas prossigamos em conhecer ao Senhor.
mas vemos que estamos vivendo uma crise de identidade no meio evangelico

obrigado novamente e so espero que irmãos não venham aqui peguem seu comentario e coloque nas comunidades orkutianas se dizendo com a razão pois tem a opinião ´igual a sua .

A paz do Senhor Jesus.

Victor Leonardo Barbosa disse...

Paz do Senhor pastor Ciro,

infelizmente parece que existem certas pessoas com esse trauma. Com relação a ele pregar de calça jeans, creio que pela ética social mesmo, não é recomendável. Claro que não podemos exagerar nesta questão. Aqui em Belém crrou-se uma tradição que emsmo que alguém esteja bem apresentado, se não tiver garvata, não pode pregar. Imagine só uma coisa dessas num clima tropical como o nosso!!! è muita coragem mesmo. Mas não é por isso que também pregaremos de short e sandalha havaiana.
Cada roupa é recomendável dentro de determinados contextos. è devemois lembrar também de não escandalizar os irmãos mais fracos na fé.
Que Deus o abençoe grandemente.
Abraços,
Victor

Marcelo disse...

Irmão Ciro, A paz do Senhor. Li seu artigo sobre "o que a Bíblia não diz" e gostaria de fazer uma ressalva quanto à frase "quem tem promessa não morre". Acredito que a promessa referida na frase seja à própria pessoa que a recebe, ou em quem irá se cumprir. exemplos: Os casos de Ismael (quando foi deixado para morrer no deserto) e Isaque (quando seria sacrificado).
Cordialmente,
Marcelo.

Ciro Sanches Zibordi disse...

Caro Marcelo,

Agradeço-lhe pela ressalva. E eu estou consciente de que há exceções. O problema é que o chavão que o irmão citou é mencionado por animadores de auditório como se fosse uma regra, levando todos os crentes a pensarem que são invencíveis, pois QUAL CRENTE NÃO TEM PROMESSA?

Esse chavão antibíblico e extrabíblico também faz os crentes valorizarem ao extremos esta vida, as coisas daqui, ignorando que a nossa Cidade está nos Céus (Fp 3.20,21) e que devemos pensar e buscar as coisas de cima (Cl 3.1,2).

Se vivemos, para Cristo vivemos. E, se morrermos, para Ele também morreremos. O viver é Cristo, e o morrer é ganho. Não podemos supervalorizar esta vida.

Ademais, o clichê em apreço é totalmente contrário a verdades expressas da Bíblia, como as já citadas e Hebreus 11.13,39. O 13 diz: "TODOS ESTES MORRERAM NA FÉ, SEM TEREM RECEBIDO AS PROMESSAS..."

Que Deus o abençoe, e que continuemos firmes nas promessas, lembrando que a nossa maior promessa está em 1 Tessalonicenses 4.16,17; Tt 2.14, etc.

CSZ

Anônimo disse...

PASTOR CIRO ,o mesmo PREGADOR QUE voce mencionou(sem citar nome)no site dele NO DIA SETE DE AGOSTO ELE esteve pregando na igreja do OURIEL DE JESUS, NOS EUA,ESTRANHO,NÃO ?

wendelberg disse...

Caro Pastor ciro, a paz do Senhor. Quanto ao assunto em questão, não esqueçamos de mencionar 1Co 10.31.

Wendelberg.

Joabe disse...

Essa questão de ser moderno e não ser mundano, é a menor das questões. o que falar por exemplo, da famosa oração : "Deus, se ainda tenho crédito contigo, manda seis serafins..."E essa frase : pentecostal que não faz barulho tá com defeito de fabricação", sem contar as varias conjecturas teologicas( ou historinha mesmo). Meu Deus, onde esse povo vai parar ?

André disse...

Gostei do artigo.Parábens!

Embora eu imagine de quem você está falando, acho que devia sempre mencionar o nome da pessoa citada.
Porque fica estranho, as vezes você fala, como no caso do Benny Hinn e do Diante do Trono, e as vezes, você não fala.
Se você está fazendo um alerta, nessa verdadeira empreitada que você assume quanto aos desvios da igreja atual, não seria útil dizer o nome?
É só um detalhe, que não diminui em nada o excelente texto e o blog em geral.
Tambem gostaria de pedir ao pastor, que postasse mais estudos,intercalando com essas excleentes reflexões sobre as condutas "modistas" da igreja.
Graça e paz!

Ciro Sanches Zibordi disse...

Caro André,

A paz do Senhor!

O meu objetivo é alertar o povo de Deus sobre os desvios do verdadeiro evangelho, e não expor pessoas. Daí eu evitar ao máximo a menção de nomes. Em alguns casos, acho inevitável citar nomes. Mas, mesmo que eu não os cite, todos sabem de quem estou falando, não é mesmo? Se quiser saber o porquê dessa omissão, leia o artigo: "Como Paulo lidaria hoje com as heresias?"

Quanto à sua sugestão, sou-lhe grato. Mas, para ser bem sincero, tenho orado a Deus quanto ao conteúdo deste blog, a fim de que Ele me direcione sobre o que inserir, e por enquanto Ele tem me dirigido dessa forma.

Sei que os artigos que venho escrevendo não são nada "simpáticos". Porém, há uma necessidade de discorrer sobre esses assuntos, em nossos dias.

Em Cristo,

CSZ

Joabe disse...

Caro Pastor Ciro

Artigo muito bom e contundente. Não precisa o senhor dizer de quem está falando, pois dá para perceber so pelas entrelinhas, somente uma pessoa muito exigente é que cobraria nomes e eu sei que o senhor não teme citá-los, quando necessário. E vou fazer também meu pedido, para que seja escrito um artigo sobre cessacionismo.

Um Abraço

Joabe

bayron disse...

A PAz do Senhor,

Primeiramente, gostaria de parabenizar o comentário do irmão Elian, pois compactuo do mesmo pensamento; ademais já tivemos a oportunidade de pessoalmente discutir sobre o assunto em apreço.

Lado outro, que também parabenizo o Pr. Ciro, pelo texto publicado, e daí é que percebo, que uma das coisas que retiram o Espírito Santo de nossas vidas, é tomar para si a glória que só pertence a Deus. Dessarte, é o que está acontecendo com muitos pregadores, e nesse sentido erram.

Sempre fui por uma identidade assembleiana, talvez pela minha criação, já que meu pai é pastor assembleiano. Mas, também tenho a consciência de que os costumes não levam a salvação.

Outrossim, a igreja é um lugar de reverência, de respeito, em nenhuma repartição pública é permitido adentrar em trajes como bermuda, camiseta ou sandálias. E isso se faz por uma razão óbvia, o respeito ao local onde se estar entrando.

Ademais, estamos vivendo um tempo que devemos ter cuidado com as artimanhas do inimigo. Ainda hoje, ele anuncia prazeres imediatos e temporários, enquanto oculta prejuízos futuros e eternos. Sua mercadoria é interessante para a carne, mas o seu preço é muito alto: a alma humana.

Diante do exposto, será que bale a pena ceder ao modismo?

Irmãos, devemos resistir às ofertas do Diabo, pois o caminho de Deus no reserva prazeres incomparáveis, acompanhados de paz e da esperança do Senhor. Sua vontade para nós, além de ser boa e agradável, também é perfeita (Rm 12.1-2)

Abraços,

Bayron!

Anônimo disse...

A PAZ DO SENHOR , PR CIRO !

HÁ MUITOS PREGADORES E CANTORES QUE POSSUEM PRESTIGIO, FAMA, HONRADOS POR UMA MASSA MANIPULADA, ACLAMADOS DE "profetas"POR MULTIDÕES, SÃO CHAMADOS DE "grandes" PREGADORES (AS) PELO SEUS FÃS. MAS, À SEMELHANÇA DE NAAMÃ ESTÃO L-E-P-R-O-S-O-S !!!

OUTRO DIA, NO INTERIOR DE SP, ESSE PREGADOR DO SLOGAN: SER MODERNO NÃO É SER MUNDANO, DISSE NA SUA MENSAGEM QUE ADÃO E EVA "VOAVAM"PARA DOMINAR SOBRE AS AVES DO CÉU.......

EM CRISTO,UM FORTE ABRAÇO,

PEDRINHO(VILA CAROLINA SP )

Anônimo disse...

A PAZ DO SENHOR PASTOR CIRO !!!!
DEI UMA OLHADA NO ARTIGO DO TAL PASTOR (QUE NÃO CITAREI NOME)E REALMENTE NÃO GOSTEI MUITO , COMO VC MESMO FALOU FOI MUITO BEM ESCRITO, MAS SEM NENHUMA BASE ESPIRITUAL E CRISTÃ,FOI MUITO BASIADO ENSIMA DELE MESMO. EU ACHO PASTOR QUE O VERDADEIRO SERVO DE DEUS NÃO PRECISA ESTAR SE JUSTIFICANDO DE SEUS ATOS, SE CRITICARAM ELE ESSE TEM QUE ENTREGAR TUDO NAS MÃO DE DEUS, E ELE ENTÃO DARÁ CONTA DE MOSTRAR QUEM ESTÁ CERTO OU ERRADO ,BOM SEMPRE LEIO O SEU BLOG, E ESSE SEU COMENTÁRIO REALMENTE FICOU MUITO BOM. QUE DEUS CONTINUE TE ILUMINANDO E LHE DANDO GRAÇA PARA COMBATER CERTAS COISAS QUE ESTÃO SURGINDO POR AI !!

Ciro Sanches Zibordi disse...

Caro irmão Pedrinho,

Essa história de que Adão voava, pois só assim teria domínio sobre os pássaros foi aprendida do show-man Benny Hinn, e essa é uma de suas trivialidades, ao lado de outras, como "A Trindade é composta de nove pessoas", "A mulher dava à luz pelo lado", etc.

Fiquemos com a Palavra de Deus e preguemo-la na unção do Espírito Santo.

CSZ

Ciro Sanches Zibordi disse...

Caro Bayron,

Parabéns pela clareza de sua abordagem.

CSZ

Cantora disse...

meu caro anonimo,suas palavras podem ate ser comoventes,mas qual é o problema do tal pregador pelo qual o pr ciro se refere...ter ido pregar no dia 7 na igreja do pr ouriel de jesus....se te convidassem para pregar lá,vc ñ iria??e se te oferecessem din heiro em troca disso??é para se pensar...
pr ciro gostei de seu comentario a respeito do assunto...
mas ñ precisa generalizar dizendo q os assembleianos são movidos pelo emocionalismo...

a paz!!!

Ciro Sanches Zibordi disse...

Cantora (?) anônima,

Muito me honra a sua visita! Mas eu com certeza não disse o que a irmã disse que eu disse! Risos...

Quanto ao povo assembleiano, o meu povo, afirmo, agora sim, que ele tem se deixado levar por manipuladores de auditório, que não pregam a Palavra de Deus como ela é.

Que Deus abençoe a irmã e o seu tabalho para o Senhor.

CSZ

Teologia, História da CCB e Curiosidades disse...

O mais interessante é que o referido pastor, antes de mudar o visual, criticava quem o tinha antes dele.
Agora ele defende, tudo bem mudar de opnião. Antes ele dizia que era pecado, agora é só está vivendo a vida.
Sei...

VINICIUS disse...

Oha Pr. Ciro o senhor esta de parabens, nossa, cada vez q leio mis os seus artigos e escuto pregações do senor mais vejo o qanto o povo de Deus esta realmente naufragado nos embaraços deste mundo. Agora este artigo nunca vi igual, glorias seja dada a Deus por te usar desta maneira. Continua sempre pregando a palavra de Deus, sem medo de falar a verdade, pois o verdadeiro obreiro nao é quele qe meramente instrui o povo mas q sua vida é um farol de sinceridade. Deus abençoe.

Anônimo disse...

Danielzinho comenta.

Irmão Ciro,a paz do Senhor.

Até hoje eu me pergunto o que levava o pregador que é moderno mas não é mundano a plantar bananeiras no púlpito...
E aqueles golpes de kung-fu no ar?
E o desejo de levar uma cuspidela do sacudidor de paletó?
E a tolice sem precedentes das pérolas neoliberais de se "ficar grávidos" do Espírito Santo?
Chapinha no cabelo...
Unhas pintadas...
Cds onde vento sopra...
Uma vez quando ele gritou nos Gideões:"quem for pentecostal tire o pé do chão!!!!"o último pinguinho de fé que eu ainda tinha nele foi pro ralo...

EU SÓ QUERIA VER A CARA DOS INÚMEROS PROFETAS(PROFETAS???)QUE ENTREGARAM TANTAS PROFECIAS TRIUNFALISTAS Á ELE AO VEREM ELE AGORA TÃO MODERNO(MAS NÃO MUNDANO,POR FAVOR!!!)E TÃO LONGE DA IMAGEM CLÁSSICA DA ASSEMBLÉIA DE DEUS...

Fique na paz de Cristo e a BATALHAR PELA FÉ QUE UMA VEZ FOI DADA AOS SANTOS.

Daquele que lhe admira e ama,

Danielzinho.

MÁRCIO disse...

A paz do Senhor Pr.Ciro,quero humildemente lhe perguntar o que o senhor tem a dizer sobre o comportamento de alguns pastores,que em meio a suas pregações volta e meia falam palavras muito fortes das quais cito as mais suaves;safado,panaca entre outros piores.No entanto estes tais pastores também usam quase sempre de humorismo(Pr.HUMORISTA)em seus ensinamentos.O pior é que se um pastor usa de termos baixos como palavrões automaticamente seus ouvintes falarão as mesmas palavras sem a menor culpa.Vamos dizer que eu entre na igreja e ao falar com os irmãos lhes dirija pa lavras grotescas e ofensivas o que pensarão?Pensarão que ainda não aceitei a Jesus e muitos se entristeceriam comigo.
Bem quero e pesso sua ajuda pastor em relação a esses erros que são cometidos.Lhe pergunto é certo falar tais coisas um pastor.
Que Deus o abençoe sempre, por estar firme NA PALAVRA DO SENHOR.

Alliadoo disse...

Pr. Ciro, não consegui ler o artigo por completo do referido pastor. Escandalizei-me quando ele afirma que "Deus se entristece quando vê um de seus filhos tristes... nos fez para sermos felizes..." etc, etc, etc.

Inacreditável. Fico triste porque já presenciei cultos maravilhosos deste pregador, mas, agora... é difícil não compreender que tem algo estranho no ar.

Concordo com a opinião do irmão abaixo. Nunca fui membro da AD, porém, sempre respeitei seus costumes. Acredito nas tradições. Elas são importantes sim. Se o discurso é pesado, melhor retirar-se a virar pedra de tropeço.

No amor de Cristo,

irmão André
Teu Alliadoo

pr Jonatas de Oliveira disse...

A mensagem de sempre: sonhe e ouse sonhar. Você nunca irá além dos seus sonhos. O homem é o sonho de Deus encarnado. Basta o homem crer nos seus sonhos e dar a Deus espaço. Lute por eles e não se importe com quem está à direita ou à esquerda. E lembre-se sempre que foi Deus quem o ungiu. A consagração do homem é muito pequenina. O homem não consagra, ele apenas confirma a consagração que vem do céu. Pastor Ciro; de onde vem essa "teologia'?
Parece que eu estava lendo a entrevista de um ganhador de reality show. Graças a Deus aprendi que nunca devemos ser clone de ninguém. Podemos ser influenciados por bons pastores e mestres, mas dai a dizer que era um clone de alguem..................rsrsrs. Quero continuar antiquário e cristão.